ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

01 novembro 2013

Ainda não cresci...


Talvez  um dos grandes mistérios da vida é que não sabemos as razões de nada. Pessoas ligadas ao espiritismo dizem que o espiríto sabe porque as coisas acontecem como acontecem, mas essa informação não é processada no cérebro.
Já escutei milhões de vezes que quando a gente nasce sabemos exatamente o que vamos fazer e a família a gente escolhe antes de chegar ao mundo, mas depois com o tempo toda essa informação se borra da mente e não lembramos mais de nada.

Quando coisas boas acontecem isso não faz a menor diferença, a gente não pensa nada, nem questiona as decisões divinas ou aquelas que supostamente tomamos antes de chegar neste mundo. Mas quando coisas ruins acontecem, quando a avalanche vem na nossa direção tudo isso acaba de um jeito ou outro vindo à tona, o problema não é apanhar, mas saber porque está apanhando, principalmente se a surra não acaba.
Nesses momentos de desespero é terrível não saber porque estamos sendo punidos pela fúria divina. Um amigo meu diz que o Universo trabalha sempre no bem e seu único interesse é ver a gente andando pra frente, mas quem já passou por situações ruins sabe que não é a mesma coisa um empurrão do que uma avalanche.

Tremenda babaquice uma coisa que escuto desde criança `não há mal que por bem não venha ´. Posso fazer uma lista de coisas que aconteceram na minha vida, coisas ruins que não me trouxeram nada de bom, os mais otimistas vão dizer que aprendi e isso é uma coisa boa, o aprendizado, mas eu acredito que  a dor pode ser um aprendizado até um ponto, mais do que isso não vale a pena.

Não reclamo da surras, reclamo de não saber porque Deus pune sem avisar e a pessoa nem sabe porque está apanhando tanto. Essas conversas de outros mundos não me consolam mais, eu não estou em outro mundo, estou neste, então acho injusto isso de só saber como tudo funciona depois que se morre e do que adianta saber se a pessoa já morreu?

Mais fofice no mundo, vamos saber a verdade depois de morrer, ah, muito legal isso, adorei, então a gente se ferra sem saber, mas chegando lá justo quando não precisa mais saber então fica sabendo.

Um comentário anônimo que chegou no meu blog dizia: Se você cair na real e ver que Deus não existe, então será feliz, sua dor é apenas porque no fundo você continua sendo neném e acreditando que ele existe. Moça, cresça.

Vou crescer.



Iara De Dupont

3 comentários:

Suzana Neves disse...

Não sei se é questão de crescer, mas aprendi a não esperar nem acreditar que é vontade divina ou não as coisas vão acontecendo mas no meu caso tenho medo das boas e tão assim que nem sei explicar direito eu me acostumei com as coisas dando errado e eu não espero nada de lugar nenhum.
Coisas boas me assustam.

Anônimo disse...

Eu acredito em Deus,mas nem por isso credito tudo a vontade divina,acredito sim que se Ele quisesse interviria,mas depois que deu o livre arbitrio ja era,é com a gente mesmo.Pode não ser seu caso Iara,mas no meu quando me sinto "ferrada" pelo universo,repenso minhas escolhas,ate as menores,e éntendo que quase tudo é fruto das nossas escolhas,até aquelas que achamos que não fizemos,como alimentar pensamentos que nos deixam pra baixo. Acredito no sobrenatural,acredito que depois da morte vou entender tudo,me julgue rsrsrs,mas acredito que temos condicoes de ir sempre além,temos uma força interior,mental e emocional que não temos noçao,mas os estimulos que recebemos durante a vida ferram bonito com isso,acreditamos em coisas que nao deveriamos,em casa na escola,no circulo de amigos,amores,o meio que vivemos nos influencia,mas somos mais capazes do que imaginamos.
Bjs
Anna Lara

Anônimo disse...

Por pior q sejam meus problemas, deve ter alguem em situaçao pior que a minha, com certeza sempre tem, olhar pra fora, quando a gente deixa de olhar um pouco o proprio umbigo e sai um pouquinho do nosso mundinho, vemos q alguns problemas nem sao tao grandes e quando sao é pra serem resolvidos e nao lamentados, e vitimizaçao é coisa de gente mimada.
MARCINHA

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...