ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

07 janeiro 2014

A lição de vida que estava no cooler ice






No filme ` Quem somos nós ´ aparece uma cena que explica que quando os espanhóis chegaram ao México para conquistar o lugar os indígenas não conseguiam ver os barcos, porque não conheciam barcos daquele tamanho e a mente humana não consegue ver o que não conhece ou tem alguma referência. Mas os indígenas conseguiam ver a água do mar se mexendo e chamaram um xamã, para que pudesse dizer o que estava acontecendo, ele se concentrou e disse que eram barcos. Essa é a versão de um filme americano, querendo explicar uma situação, mas na versão oficial o xamã identificou os barcos como ''morros que se mexem'' e ficou por isso mesmo, até conhecerem os barcos os indígenas acharam que os espanhóis moravam em umas montanhas que por algum motivo o mar levou e foi empurrando até perto da costa.

O fato de não ver as coisas não quer dizer que elas não existem, no mesmo filme se diz que o cérebro humano capta apenas 1% da sua realidade, mais do que isso seria impossível de processar.

Eu sempre me pergunto sobre essas coisas, principalmente quando vejo animais olhando em direções que eu olho e não vejo nada. E tive uma experiência em relação a isso que me deixou pensando no assunto de novo. Foi em um dia desses de calor aqui em São Paulo, aquele calor insuportável. Fiquei com vontade de beber uma coisa gelada e passei no supermercado para comprar um  cooler ice , mas já estava fechado e não tinha mais onde comprar.

Voltei para minha casa muito chateada, louca da vida, querendo alguma coisa gelada e abri a geladeira e tinha leite. Eu não bebo leite, estava aí porque outra pessoa deixou, mas no desespero e sabendo que estava frio, joguei um pouco de açúcar e bebi.

Lembro que fiquei uns minutos com a porta da geladeira aberta, pensando se beberia o leite ou apenas água. Fui dormir chateada e jurando no pé da cruz que dá próxima vez eu iria comprar as coisas mais cedo.

No dia seguinte de manhã eu acordei e abri a geladeira e logo acima do leite, uma gaveta prateleira superior tinha um cooler ice. Achei que alguém tinha colocado ali e perguntei, mas ninguém tinha feito isso. O que aconteceu é que esse cooler tinha ficado ali umas semanas, ninguém bebeu e todo mundo esqueceu dele. Mas eu me pergunto, como é possível que meus olhos não perceberam essa prateleira, porque ele estava ali, na beira, não estava escondido.

A primeira teoria que tenho é que abri a geladeira pensando no que ia beber para substituir o  cooler ice, já parti do princípio que não tinha um  desses na minha geladeira, então talvez meu cérebro recebeu a mensagem que ele não estava ali, apenas porque já tinha sido avisado que não estaria.

Fiquei obcecada com essa história, fico pensando nela direto, por que eu não vi uma coisa que estava diante de mim de maneira tão óbvia? O que mais escapa da minha visão e está diante de mim?

Pra mim essa história do cooler ice virou um sinal divino, estou enchendo o saco de todo mundo com isso, quero alguma explicação que me traga paz, quero saber porque não vi uma coisa que estava diante de mim e que eu queria tanto, rara vez tenho vontade de beber coisas geladas porque tenho os dentes sensíveis, mas essa noite, justo essa noite eu queria mais do que qualquer coisa esse cooler ice gelado.

Tem tanta coisa que eu quero neste mundo e me pergunto se ainda estou naquela noite quente, bebendo leite, coisa que eu odeio, e sem ver que tudo está diante de mim. Me pergunto quantas vezes abri a geladeira da minha vida e não vi que o que eu procurava estava diante de mim. Me pergunto quantas prateleiras superiores eu ignorei e quantas noites fui dormir infeliz, apenas porque não vi o que estava na minha frente.

Iara De Dupont

Um comentário:

mariana disse...

acho que muitas coisas que a gente quer estão bem na nossa frente mas não do jeito que a gente espera encontrar, não naquela embalagem... no seu caso foi mesmo isso, de ir com a ideia de substituição... mas não encane com isso, o importante é ficar a partir de agora atenta, observar melhor as coisas, pra não deixar escapar isso que a gente quer, acha que não tem, mas está bem ali, pertinho de vc, à sua disposição.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...