ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

29 outubro 2013

Valdirene: não tem coisa pior no mundo do que homem frouxo

Valdirene e Ignácio: pode ser lindo, mas é frouxo

Como venho de uma família onde os homens estão pintados na parede tenho trauma de homem frouxo. Poucas coisas na vida me tiram mais do sério do que isso, aqueles homens bananas, cheios de meiguice, mas sem nenhuma atitude.

Os homens na minha família foram bons para explorar e abusar de todas as mulheres, mas sempre foram moles e sem ação, talvez por isso todas as mulheres da família sejam tão masculinas, todas ali sabem fazer qualquer coisa, cansei de ver elas trocando os pneus do carro enquanto os Romeus dormiam.



Não é preconceito da minha parte, também não gosto de mulher frouxa, mas pela mesma natureza da mulher isso é mais difícil, nunca conheci nenhuma mulher que fique se coçando no sofá enquanto o mundo pega fogo.

E na novela ` Amor à vida ´ apareceu um frouxo, de marca maior, o Ignácio, namorado de Valdirene. Foi um péssimo negocio ter mudado o núcleo da história, ela morava em um bairro com sua mãe e o núcleo era bom, depois mudou para o apartamento do namorado rico e agora parece que está em outra novela, ficou chato demais.
Mas na casa do namorado mora também sua mãe, Dona Eudoxia, que tenta fazer de Valdirene uma dama. Como nada ali tem graça a única coisa que resta é o desespero, as cenas são irritantes e sem sentido, a sogra resolve humilhar a nora e obriga ela a comer todos os dias cachorros-quentes, já que Valdirene e sua mãe vendiam isso antes dela se mudar para a casa do namorado rico. A sogra também não deixa ela se vestir como quer, não deixa ver sua mãe  e não deixa comer o que quiser no restaurante.

Minha pergunta é, onde está o namorado? Ele aparece com a mesma roupa todos os dias, não abre a boca e não trabalha, fica ali parado ao lado da mãe, sem dizer nada.
Esse é o calvário da Valdirene, o homem frouxo, sem voz. Não entendi até agora como a sogra pode obrigar ela a comer uma coisa que não quer, nesse caso Valdirene deveria ir ao supermercado e comprar o que quisesse. Caso não possa sair deveria ligar para a polícia, porque é cárcere privado, isso dá cadeia para a sogra e o namorado.
Valdirene age como se fosse prisioneira, sem poder fazer nada e o  namorado não se mexe e ela não coloca ele na parede.

O pior de tudo é que eu já conheci homens assim, dominados pela mãe, mas neste caso é tão absurdo que aproveito essas cenas para mudar de canal e ver o que está acontecendo nas outras emissoras. Não acredito no que vejo, acho impossível alguém ser proibido de comer na casa que está e o namorado não se mexer. Ele pensa que sua mãe está tentando fazer da moça uma dama, mas o fato da atriz que interpreta a sogra ser muito séria leva todas as cenas a um nível alto de desconforto e tudo ali fica humilhante.

Ter atitude na vida não é privilégio de homens, todos têm que ter, sem ela os outros passam por cima de nós e ficamos desenhados na parede. Ser frouxo é uma das piores coisas que alguém pode ser na  vida e acaba com a moral da pessoa, depois de um tempo todos sabem que é frouxo e ninguém mais respeita.
E esses nenéns da mamãe são um pesadelo, coloco eles no  mesmo patamar dos canalhas, não servem para nada, só atrasam a vida da mulher que tiver o azar de cruzar com eles.

Eu tive um namorado assim e uma amiga me disse uma coisa que nunca esqueci, que éramos dois frouxos na relação, ele por ser frouxo e eu por estar com um frouxo, isso fazia de mim uma frouxa de marca maior, então pensei e terminei o namoro, minha amiga tem razão, a melhor coisa com os frouxos é passar reto, não perder o tempo ali.
Ser frouxo não traz nada de bom e a vida é como o dinheiro, não leva desaforo de frouxo para casa.


Iara De Dupont

2 comentários:

C.Belo disse...

Nossa! Fazia tempos que eu não lembrava bem como era o meu ex, esse texto parece que me fez reviver tudo kkkkkkkkkkkkkkkk

É ele TODINHO aí! Um perfeito "neném de mamãe" inútil, roda presa cuja única coisa pela qual ele lutava com garra era pelo direito de não evoluir em porra nenhuma na vida.

Me traiu diversas vezes com pelo menos duas mulheres ao longo dos 5 anos em que ficamos juntos e nem por isso resolveu me liberar do peso morto que ele representava na minha vida, pelo contrário, agia como um louco ciumento e fazia verdadeiros infernos quando eu resolvia sair sem ele ATÉ COM A MINHA FAMÍLIA!!!

Até que eu comecei a tocar fundo no calo dele ao iniciar uma pressão para começarmos juntos uma vida adulta. Acabou por me pedir um "tempo" (nem pra ter atitude de terminar de uma vez ele teve). Sofri, mas descobrir depois o traste do qual me livrei me fez dar um salto para fora daquele poço de uma tal forma que eu nunca mais cheguei e entrar num poço novamente na minha vida, por mais que depois disso eu já tivesse passado outras experiências decepcionantes.

Eu passei um bom tempo da minha vida tendo muita raiva dele, mas com o tempo percebi que eu o forçava a ser quem ele não tinha estrutura para ser e, há uns 2 anos atrás, ao passar por uma fase autorreflexiva, mandei um email pra ele, dizendo que eu o perdoara por tudo; sei lá, senti essa vontade devido a uma fase de espiritualização, eu queria ter a certeza de que as pessoas com quem, bem ou mal, eu compartilhei uma parte importante da minha vida e com quem eu me indispus soubessem que eu superei e, quem sabe, ter um retorno da superação delas tb. Mas adivinha? Ele nunca respondeu a este email e fiquei sabendo pela minha irmã (com quem ele ainda mantém um contato superficial através de uma rede social) que ele não havia respondido pq estava "processando" aquelas informações. Detalhe: quando mandei este email, fazia 7 anos que tudo havia passado.

Pra vc ver que é isso mesmo que vc escreveu: HOMEM FROUXO é sempre frouxo, dificilmente ele muda magicamente e se torna uma pessoa de atitude; ele poderia ao menos ter respondido, ainda que secamente, que não entendeu o propósito do meu email e que não tinha vontade de continuar aquela "conversa". Mas a falta de resposta revelou uma atitude INEGAVELMENTE COVARDE, aquela minha velha conhecida de outrora!

A gente cisma em ter fé na evolução das pessoas né...mas coisas como essas nos dá um choque de realidade.

Anônimo disse...

http://sindromemm.blogspot.com.br/2012/09/roberto-justus-mostra-seu-objeto.html.

Gente, aconteceu exatamente como você previa.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...