ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

02 outubro 2013

Iara, a velhinha de mil anos



Algumas pessoas passam por aqui, reparam em alguma coisa e mandam email perguntando. Acho isso engraçado, porque elas reparam em coisas que eu não tinha reparado, mas estão ali.
Umas frases que aparecem muito nos meus posts são -Há tempos, anos atrás, há muito tempo....
Então as pessoas leem e me perguntam quantos anos eu tenho, porque com essas frases parece que tenho mais de cem anos.

Nunca escondi que sou uma alma velha, mas não esperta, se fosse uma alma velha e esperta teria sofrido menos. Considero que tenho uma alma velha porque a maioria das coisas que levam o ser humano a felicidade me matam de tédio, então conclui que já passei por essas emoções antes.

Mas o que aconteceu com meu tempo foi outra coisa.Exatamente há sete anos, nem é tanto tempo assim coisas começaram a acontecer na minha vida. Antes já aconteciam, mas tinha alguma coisa ali que me protegia e não me deixava cair, mas há sete, seis anos, conheci uma pessoa que se tornou meu melhor amigo. Abrir a porta para ele foi a mesma coisa que abrir para um demônio, só me trouxe dor e prejuízos. Na mesma época a prima do meu pai me roubou e as coisas ruins se acumularam.

Não sei se é evolução ou desgraça, mas eu posso jurar de pé junto que antes desse tempo eu era uma pessoa e depois virei outra. É complicado explicar, mas tudo virou um efeito dominó na minha vida e mudei radicalmente.

Sofri muito com a mudança e não desejo isso a ninguém, quando a gente perde a fé nas pessoas, a confiança no ser humano, o mundo fica cinza e parece que todos os dias chove. Já fui assaltada duas vezes, mas o trauma de ser roubada por uma pessoa da família, que calculou tudo matematicamente não é uma coisa que a gente possa se recuperar tão rapidamente. E comecei a lidar com isso, com pessoas que me fizeram o que eu jamais faria a um ser humano gratuitamente, eu jamais faria mal fisicamente ou economicamente à toa.

Eu já conhecia o lado ruim do ser humano, mas não conhecia o lado à toa, aquele lado que apenas exercita a maldade. De tudo que perdi e lamento, a única coisa que me aperta a alma é saber que jamais vou confiar em alguém de novo, tenho plena consciência que essa amizade que começou mal eu levei adiante, no começo a gente nem era amigo, discutíamos por tudo, era um aviso dos anjos, mas eu passei por cima e paguei caro demais.

Por isso eu quando eu falo de `anos atrás ´, `tempos atrás ´, não é porque se passaram mil anos, pelo contrário, nem dez anos se passaram, mas para mim é como se fossem milhões de anos, porque eu não me reconheço nesses dias que se passaram. Parece que sou duas pessoas, uma que viveu até uns sete anos atrás e outra que conta sua história.

A explicação mística que encontrei, porque eu falo como eu escrevo e muitas vezes minha mãe me pergunta porque escrevo histórias que aconteceram há tão pouco tempo como se tivessem acontecido em outro século, em teoria é bem isso mesmo, o século XX, que pra mim foi ótimo, levou tudo embora. E o século XXI não tem sido tão agradável assim, mas na explicação mística é que meu nome Iara significa em algumas lendas mãe-de-água, sereia, ser de água, enfim, depende do lugar. 

Sinto isso às vezes, que não sou da terra, nem da água, meus tempos na terra não são iguais aos meus tempos na água, por isso sinto que tudo parece dividido em dois e ao mesmo tempo meu presente e passado estão tão misturados que são apenas um, e só a dor me avisa que não são a mesma coisa. Ou a alegria, quando percebo que sobrevivi a tudo aquilo. São os dois momentos que se misturam e me dão a impressão que se passaram mil anos entre o último dia do meu sofrimento e um novo começo. Talvez eu contei errado, talvez se passaram mil anos mesmo. Não sei, pelo menos minha alma contou como se tivessem sido mesmo mil anos.

Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...