ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

12 setembro 2013

Trate seu filho como se fosse a reencarnação de um mestre



Parece a menina do elevador


No elevador entrou uma moça com um menina de uns cinco anos. Ela parecia a miniatura da Diana Ross, o cabelo solto em cachos e uma flor do lado. Achei a coisa mais fofa do mundo e disse para ela:


- Teu cabelo é lindo!


A mãe virou e me disse:

- Não fala isso, porque ela sabe que não é verdade.

Fiquei paralisada, sem saber o que dizer. A menina ficou me olhando, eu via nos olhos dela que ela tentava adivinhar se eu estava mentindo ou não.

Sei que ninguém vai a escola para aprender a ser pai ou mãe, mas diante da dificuldade que é criar um filho deveriam pelo menos ir pela lógica e isso indica, palavras ferem e muito. Se nós, adultos ficamos magoados com palavras ruins, imagina uma criança.

Eu cresci debaixo de uma tempestade delas, por isso sei que elas ficam tatuadas, por mais que você tente tirar elas da tua mente é como enfiar um braço tatuado embaixo da torneira achando que a água vai apagar o desenho.

E não é uma questão escondida, vivemos na cultura da crítica, tanto é assim que eu não conheço ninguém que não dá risada quando na novela ''Amor à vida'', a mãe Márcia dia a filha:

-Você é burra Valdirene?

Ela se defende e diz:

-Não, eu sou a inteligência pura.

Mas essa frase de ''você é burra'' se repete pelo menos umas cinco vezes por capítulo. Na mesma novela um pai diz ao filho e aos berros no bar:

-Meu filho é corno.


E outro pai, César, sempre critica o filho ''que não age como homem'', apenas porque é gay.

As pessoas dão risada porque se identificam com aquilo, todo mundo escutou alguma barbaridade assim em casa.
Na hora de criar um filho as pessoas deveriam fazer como no Tibet, quando eles encontram uma criança que acham que é a reencarnação de algum mestre, eles pegam para criar,mas essas criança não pode escutar qualquer coisa, porque sua mente está evoluída, eles dizem apenas palavras positivas e que fortaleçam ela. Não podem criticar nem detonar, porque como a criança é uma reencarnação de um mestre iluminado seria superior a todos eles que estão ali.

Criança é a coisa mais delicada do mundo e suas orelhas deveriam ser sagradas. Até um animal reage as palavras. Eu tinha um gato preto e a moça que trabalhava lá em casa não gostava dele, por superstição. Ela nunca gritou nem judiou dele, mas todos os dias, todos, ela entrava na casa e quando via ele dizia de um jeito frio: Você é um gato feio.

Meses depois ele começou a perseguir ela, quando ela entrava ele ia atrás, fazia xixi onde ela tinha limpado, vomitava onde ela estava, enchia o saco dela, tanto que a gente tinha que trancar ele no banheiro para que ela pudesse fazer o serviço. Mas ela não parava de dizer ''você é feio''.

Um dia ela chegou e disse isso. A gente trancou ele, mas por um descuido ele saiu e foi correndo na direção dela. Nós sempre tivemos gatos e nunca vimos nada parecido, ele correu como um tigre e pulou no pescoço dela, não pulou para machucar, nem brincar, pulou como um leão pula, na jugular. Meu irmão tentou tirar, ela se defendeu, mas no fim todos saíram machucados. Ela ficou toda machucada nos braços quando tentou se defender e até hoje tem as marcas dos dentes dele no pescoço.

E minha mãe dizia que isso tinha sido culpa dela, que estressou o gato,de tanto dizer que ele era feio um dia ele reagiu.

Se isso acontece com um animal, que percebe a negatividade de um comentário, imagina uma criança. Por isso científicos em diversos estudos garantem que crianças que se destacam na vida de maneira positiva foram as que mais escutaram incentivos dos pais.
Não é justo criticar uma criança, o mundo vai fazer isso, não precisa os pais se darem o trabalho de detonar.

Na hora de falar com uma criança todo mundo deveria dobrar a língua e pensar que pode estar na frente de um reencarnação do mestre, talvez assim segurasse a crítica e isso com certeza garante um desenvolvimento melhor para a criança. É o mundo precisa de gente melhor.



Iara De Dupont

2 comentários:

SUZANA disse...

Essa coisas doem em mim,sou rodeada pela cultura do cabelo liso,nem vou contar quantas vezes vejo adultos retardados chamando crianças de burras, eu fiz quimica e uma vez no meu cabelo para nunca mais acho que as vezes certas coisas viram um prisão esse se cuidar tá ficando ridiculo não sei como é na capital mas aqui em Presidente Prudente vc sai na rua só vê gente de cabelo liso fica estranho e igual a todo mundo a genética do meu cabelo é pior do que eu,minha cunhada é negra vc precisa ver quão é profundas as marcas que o cabelo "duro " pode causar eu acho a coisa mais linda do mundo mulheres que tem coragem de assumir os cabelos do jeito que são.Agora como é engraçado nascemos perfeitos mesmos e os adultos nos estragam colocando seus problemas em nossas cabeças.

Anônimo disse...

Iara, vc contou essa história sobre o seu gato (amo gatos), e me lembrei de algo que aconteceu comigo qdo eu era adolescente.
Eu tinha uma colega na escola que vivia implicando comigo. Infelizmente, eu era obrigada a conviver com ela pq nós tínhamos amigas em comum. Sempre que podia ela me zuava. Ela me provocava de todas as formas, até com as coisas mais estúpidas, como zombar de mim por ter falado uma palavra errada, ou me chamar de tonta, dizer que meu cabelo era feio (qdo o dela era muito pior), enfim, tudo era motivo para ela me azucrinar.
Um dia eu cansei, ela falou algo sobre um menino que eu gostava e isso me magoou, desde então passei a ignorá-la. Mas a idiota não parava mesmo assim, continuava me provocando sempre mesmo que eu não estivesse mais falando com ela.
Um dia na hora do intervalo, a infeliz me tacou uma bolinha de papel e começou a rir. Fiquei fora de mim. Só lembro de ter esbofeteado a idiota (que quase caiu no chão), além de sacudi-la e gritar: EU NÃO SOU LIXO!
Pois é, algumas pessoas só entendem as coisas na base da porrada, pois desde então ela nunca mais se meteu a besta comigo.
E qto aos pais que criticam os filhos, eu sei muito bem como é isso... certas coisas fazem estragos terríveis na autoestima de um adulto, o que dirá de uma criança! Na minha casa, meu irmão era perfeito, enqto eu era sempre a malcriada, a megera...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...