ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

02 setembro 2013

Para o mundo eu não existo (ai que dó!)






Se dar certo na vida é isso,boa sorte pra quem acredita


Por milhões de razões que nem lembro, a relação com algumas das minhas primas sempre tem sido tensa. Basicamente é porque eu me atrevi a bater de frente com uma prima psicótica, daquelas de filmes. Apronta, faz horrores, mas convence a família que é uma santa cravejada de pérolas. Todos me avisaram para evitar qualquer confronto com ela, mas quando ela veio me dizer o que fazer a guerra começou. E assim poucas pessoas da família falam comigo, apoiam ela integralmente, o que pra mim só mostra quem eles são.
Mas isso aqui é internet e apesar delas me odiarem olham minhas pisadas. Sei que dão uma olhada aqui,uma olhada ali.

Nenhuma delas é gorda, algumas tiveram seu ponto de gordinhas na adolescência, mas gordas nunca foram, porque são minhas primas por parte de mãe, já minhas primas por parte do meu pai são todas gordas. Então, minha primas por parte de mãe, mesmo magras, duas acabaram de ter filhos e resolveram fazer uma dieta coletiva, já que todas moram na mesma cidade e postaram suas fotos no Facebook com comentários. Eu fiquei sabendo por um amigo em comum, eu evito eles no Facebook, mas às vezes não dá. Ele foi a uma festa e tirou foto com minhas primas, todas bem magras e colocou na legenda - Na festa das primas,todas magrinhas.
E uma prima cobra peçonhenta foi lá e escreveu - Menos a Iara.
Ele tento disfarçar e respondeu - Fulana, a Iara mora em outro país, não tinha como ir na festa.

E minha prima psicótica responde - Ela pode morar onde quiser, continua gorda, não tinha força de vontade antes, vai ter agora que está velha?

Ah, mas essas minhas primas são um doce! A genética é um prêmio. Reconheço que seu tivesse trazido a tona minha filha da putice como elas trouxeram minha vida até este ponto teria sido melhor.

Hoje entendo que parte do ódio que elas alimentam por mim vem disso, eu era boba e ingênua, cheia de doçura e boas intenções. Era óbvio que meu tempo de sobrevivência na floresta seria menor que o delas e isso irritava todo mundo. Se hoje eu tenho uma pessoa assim perto de mim,super ingênua, eu também tenho vontade de quebrar uma cadeira na cabeça dela.

E para que vou ser hipócrita? Minha prima tem razão em partes, mas tem. No mundo de hoje não interessa nada além do peso, então nisso eu fracassei, elas têm razão. Durante o tempo de vida que tive, subi,desci, fiz, deixei de fazer, viajei, mudei, cortei o cabelo, mudei de tudo, mas nunca emagreci, então concluímos que nada valeu porra nenhuma.

Nos valores do mundo eu fracassei, tenho plena noção disso. Minha única esperança é que talvez existam outros valores em algum ponto deste planeta e todo meu trabalho não tenha sido em vão.

Lógico que não gostei do que a minha prima cobra peçonhenta disse, mas entendo a razão do mundo nisso, aqui as regras são outras. Se eu não consegui transcender nem eliminar minha própria gordura então para este mundo eu não existo.

Caso eu tivesse emagrecido meu blog seria super famoso, como de outras blogueiras que vão postando seu emagrecimento, mas eu não me elevei tanto espiritualmente assim para me desapegar da matéria, meu blog é sobre o caminho de pedras que eu tento atravessar sem queimar os pés e isso não é coisa deste mundo. Mesmo assim todas as semanas recebo essa ideia genial no meu e-mail, por que eu não emagreço, faço um diário e fico famosa? E por que eu faria isso? Pra que meu blog bombasse! Ah, bom saber.
Tenho amigas que fazem isso no seu blog, o diário da reeducação alimentar e incentivam os outros a fazerem isso. Eu respeito e admiro o trabalho delas, mas não tenho vontade de fazer isso, então o mundo conclui que eu não existo, porque ele só gosta de gente magra ou de gente que está emagrecendo. E se meu blog não bomba porque eu não faço dieta, tudo bem, eu pago o preço de estar sendo sincera comigo mesma e com o que escrevo.

Não falo isso sem mágoa ou ressentimento, dói dizer isso, dói dizer que para o mundo eu falhei e não existo. Sei disso, mesmo que a sensação seja cortante ou pareça ácido descendo pela minha garganta sei que minhas primas não têm culpa do que pensam, o mundo é desenhado assim. Heróis são os que emagrecem e perdem o peso que precisam, os que não fazem isso são uns merdas e fracassados. O que eu fiz ou deixei de fazer não importa. A coisa que eu mais escuto de pessoas que passam tempo sem me ver é - Você está igualzinha.
Sim, isso quer dizer para eles no mesmo lugar. Só os magros andam, correm e suas vidas caminham.

O que me segura quando passo por situações assim é que acredito que existe alguma coisa neste mundo que é melhor que todo esse lixo jogado na direção dos gordos. Se quando eu morrer, Deus se aproximar e olhando nos meus olhos dizer - Eu tenho vergonha de você, tanto tempo na Terra e não emagreceu sua idiota!

Se isso acontecer, então vou me sentir muito mal, talvez esse dia me deprima sem retorno. Mas apenas nesse dia vou me sentir mal, o que acontece aqui na Terra não tem mais tanto poder sobre mim. É lixo e eu não reciclo o lixo, jogo ele pra bem longe.



Iara De Dupont





7 comentários:

SUZANA disse...

Familia é uma benção vinda dos Céus.

leaveinsilence disse...

iara, eu não sou gorda, sempre fui magra, mas desde a primeira vez que li seu blog eu achei tão interessante que não parei mais. eu leio todos os posts, qualquer que seja o assunto, gosto do jeito que vc expõe as coisas, iniciando com uma estória e depois chegando ao que quer dizer, mesmo que não concorde, mas gosto muito de ler. isso sobre os gordos se aplica a qualquer outra discriminação, é universal, então qualquer pessoa de bom senso nem questionaria isso de vc só falar gordos, uma pessoa sensata usaria o link para qualquer tipo de discriminação.

Anônimo disse...

Manda todo mundo ir se lascar, Iara e continua seu blog que é excelente. Também tenho uma família assim que vive criticando. Sabe o que eu resolvi? Faço de conta que não existem, só me relaciono com as pessoas que gosto. Nada de ligações ou facebook.

Continue a ser quem vc é, se valorize, vc é muito inteligente.

C.Belo disse...

Puta merda hein Iara, mas essas primas me dão nojo só de ler as coisas que vc escreve sobre elas.

Olha, só vou discordar de vc numa coisa: DUVIDO que elas se sintam assim tão superiores a vc, se te atacam tanto é pq existe algo em vc que as incomoda profundamente e não é o seu peso. Quem sabe a sua inteligência? A sua capacidade de se expressar de forma tão eloquente? A sua capacidade de ser muito além de um simples corpo magro? A sua BELEZA? Sim, pq vc é LINDA (vi fotos suas num blog no qual vc escreveu um post), e na cabeça fraca delas isso provavelmente funciona como uma afronta do tipo "vamos detonar a auto estima dela, agora vc vê, uma gorda bonita? Não pode!!!"

Anônimo disse...

Iara, eu não sou gorda, mas amei ler o que vc escreve!!! Se vc escrevesse um livro, acho que tem muiiiito talento, eu compraria um! Quanto as suas primas, vamos combinar são ótimas personagens para seu livro! Pense nisso, menina! Vc tem talento! Vc envolve o leitor, é engraçada, interessante, o tema é atual. Vivemos correndo atrás do "corpo ideal". Afinal, quem disse que tipo de corpo é o ideal, o mais bonito! Escreva seu livro!

Anônimo disse...

Iara, você é linda. Não precisaria ter qualquer foto ou imagem sua para atestar ou contradizer o que penso a respeito. É bastante óbvio afirmar que muitas pessoas passam diariamente por esse tipo de sina, mas o modo como você processa isso não é nada óbvio. É o que te faz ser quem é, autêntica, blindada contra as prescrições dos hipócritas. Não te conheço, você poderia ser a figura mais chata e escrota desse mundo no convívio presencial, mas agrega qualidades em escassez nos tempos de hoje: personalidade, sensibilidade, senso com relação ao outro.

Para não correr o risco de comentar baseado apenas na especulação, encerro minhas palavras tal como as iniciei: Iara, você é linda.

Saudações!
Rafael

Iara De Dupont disse...

Obrigado a todos pelos comentários, seus lindos e lindas fofas que eu amo de coração!

Ah, Rafael, pega leve, eu derreti assim né? Valeu, me fez muito bem te ler...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...