ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

01 setembro 2013

Pablo Capilé: essa doeu viu?

José Dirceu e Pablo Capilé: o mestre e o pupilo

Tem coisas que realmente quebram meu coração. Ver algumas pessoas repetindo erros que mudaram a vida de todos é uma delas.

Há semanas que um assunto circula no Facebook, a entrevista que Pablo Capilé deu no Roda Viva, falando sobre seu projeto Fora do Eixo. Em resumo é um projeto que visa levar cultura ao Brasil inteiro, espalhando shows e apresentações, saindo do circuito São Paulo. A idéia é boa e conseguiu muito sucesso, foi bem sucedida até depoimentos começaram a vazar na internet, contando sobre os bizarros bastidores e a personalidade de Capilé.

Se eu tivesse que falar sobre o que aconteceu, eu nem poderia, porque não entendi tudo, mas estes dois  links são bem claros e explicam bem a situação. Até onde entendi houve desvio de dinheiro, artistas não pagos, pessoas trabalhando em regime de escravos e coisas assim.

O que quebrou meu coração nesta história, mais uma sobre desvio de dinheiro e movimentos sinistros, foi a idade de Pablo, um rapaz de apenas 31 anos.

Acredito piamente que uma geração tem que superar a outra e os erros cometidos pela minha avó e minha mãe deixaram buracos no chão,para que eu não pise neles.

E Pablo cresceu no mesmo país que eu, debaixo do mesmo sol,da mesma corrupção, conhece o sistema e as conseqüências de tanto roubo. Capacidade de juntar pessoas ele já mostrou ter, então por que repetir erros passados? Por que agir como políticos mais velhos agem e continuar perpetuando a corrupção?

Não é assim que um país avança, nem as pessoas melhoram de vida.Se muita gente tem comida em casa hoje foi porque seus avós passaram fome. Não temos nada de graça no mundo, o que chegou as nossas mãos alguém conquistou antes de nós. Ninguém nasce livre e de barriga cheia,se tem a oportunidade de chegar logo em um berço quente é porque alguém conquistou esse berço antes.

Não me acostumei com a corrupção que este país vive, mas sempre que vejo jovens envolvidos meu coração aperta. Eu tenho esperança em dias melhores, mas pra isso precisamos de pessoas melhores e gente jovem agindo como se fossem a nova geração da família Maluf me tira a ilusão de dias melhores.

Se eu acredito que um dia os animais vão ser respeitados é porque vejo crianças que acreditam e pensam assim, não é pelos seus pais que eu acho que o mundo vai mudar. E ver um jovem metido já na política, ou na beira dela, coordenando projetos culturais e já tão metido em atividades suspeitas me faz pensar que existem muitos como ele e isso vai custar mais umas décadas de injustiça social no Brasil. E ver que Brasil não anda por essa falta de caráter me deixa deprimida.

Aceito a falta de dinheiro em um país, devastado por guerras,entendo a pobreza ali, apesar de achar que é má administração,mas em um país rico como o Brasil pensar que todo o dinheiro vaza pela corrupção tira qualquer um do sério.

Tenho fé que possa aparecer uma nova geração de políticos, que cresceram cansados de tanta roubo, de tanto desvio e tem uma vontade sincera de fazer este país um lugar melhor, mas quando aparece algum como o Pablo, eu não sei nem o que dizer.

É mentalidade brasileira, a malandragem de querer salvar o seu,de tirar o máximo que puder do sistema, como se não pertencesse a ele.
E eu não gosto da figura do presidente americano, Jonh F. Kennedy,mas o pessoal que escrevia seus discursos era muito bom, apesar de negarem a existência deles, sempre se dizia que o presidente escrevia seus discursos, mas a história diz que não. E no seu discurso mais famoso ele dizia - Não pergunte o que seu país pode fazer por você, mas o que você pode fazer por ele.
Tá na hora de começar a pensar nisso.

Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...