ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

10 setembro 2013

Fofice humana: dizer que perdoa (tá bom)





Poucas palavras no mundo me irritam tanto como ''perdão ''. Não sou católica praticante, mas essa palavra me estressa.
Já li muito sobre ela, em algum lugar da minha casa tem um livro guardado que eu ganhei de um amigo, onde se explica a importância do perdão em quase todas as religiões e linhas de pensamentos místicos.

Em qualquer página ali a resposta é a mesma, perdão cura, faz bem, liberta a vida e faz as coisas andarem, perdoar é quase vital, tão importante quanto a água, é considerada por muitas religiões quase que uma palavra sinônimo de cura.

O problema desses livros é que eles ignoram um fator importante, o ser humano é o ser humano, ou seja, um animal pouco confiável e manipulador. Muito lindo falar de perdão no céu, no cosmos, mas quero ver aqui neste mundo.

Eu perdoei duas vezes atitudes que foram um pouco demais pra mim. E o que aconteceu? Elas voltaram, pior do que antes, então aprendi, perdão é a coisa mais fofa do mundo para os anjos, mas os mortais merecem os olhos bem abertos, não um perdão.

Teve um ex-namorado que aprontou demais e depois de uns anos quis me ver. Topei o encontro e ele olhou nos meus olhos e me pediu perdão. Alegou que na época era imaturo e bobo. Eu perdoei, não tinha motivo pra não fazer isso. E ele quis ser meu amigo, resisti, mas como eu tinha perdoado aceitei a amizade. Foi questão de tempo ele se vingar, porque era o que ele queria, desde o começo, mas eu ingênua, acreditei no perdão, como se a palavra em si tivesse alguma garantia.

Ora,qualquer um pode pedir perdão e nem por isso quer dizer que aquilo ali é sincero.

Depois foi com um amigo, em uma confusão, veio me pedir perdão, esqueci o que aconteceu e a amizade continuou, até que percebi que aquela amizade era a pior coisa que poderia ter me acontecido.

E essas duas ocasiões vieram depois de muita conversa com outras pessoas. Sempre bati o pé quando não gostava de alguém, pra mim não tinha perdão, não via mais a pessoa e pronto. Assim não dei chance as pessoas de me magoarem duas vezes, carregava na tinta e na idéia de uma coisa que um amigo uma vez me disse ''Se alguém for filho da puta comigo é bom que faça bem feito, porque não vai ter segunda vez''.

Eu achava que isso era o meu guia na vida, na primeira era tchau, não tinha conversa.
Miolo mole que eu era, me convenceram que era atrasada espiritualmente, incapacitada de evoluir porque me recusava a perdoar. Me diziam que eu tinha uma espécie de retraso carmático que me impedia de andar pra frente, tudo isso porque me recusava a perdoar.

Boba eu, resolvi mudar, até porque usaram um argumento forte comigo, ora, se não era perfeita por que exigia isso dos outros?Mas não percebi na época que nunca exigi de ninguém perfeição, eu apenas pedia que não fosse um filho da puta.

E hoje vejo todo mundo dizendo que perdoa isso e perdoa aquilo. Voltei ao meu ponto, não quero mais saber, quem perdoa é Deus, eu lavo minhas mãos e não perdôo por uma simples razão, não tenho nenhuma garantia que o perdão que se pede é sincero, então pra que vou de trouxa confiar em um ser humano de novo?

O mundo é democrático, quem quiser perdoa,quem não quiser, não perdoa, mas posso apostar que os que perdoam vão se ferrar de novo, ainda não sabem do que é capaz um ser humano manipulador, que diz qualquer coisa para se livrar.

Antes tinha vergonha de dizer isso, que eu não perdôo e não quero escutar explicações, as pessoas pareciam horrorizadas quando eu dizia isso. Mas hoje aceito e levo na boa, até porque sei que as pessoas que perdoam se dividem em dois grupos, ou são muito superiores espiritualmente e compreendem a alma humana, ou não tem a menor idéia do pântano que pode ser o coração de uma pessoa.

Resolvi me prevenir e voltar a viver como antes, prefiro não saber de nada, não quero que me peçam perdão,nem quero perdoar. Queria mesmo é riscar essa palavra do dicionário, em caso de que Deus exista que fosse o único a mencionar ela, porque é uma palavra nobre que não cabe nas sujas bocas humanas.

Iara De Dupont

8 comentários:

SUZANA disse...

As pessoas falam que perdoam,mas ñ acredito porque na primeira raiva seja lá o que aconteceu,volta.Outro argumento que adoram usar que ñ perdoar te deixa doente, com Cancêr a gente só perdoa quando é criança e eu mesma nem lá.

Maria Arrependida disse...

O problema é perdoar alguém que se recusa a sair desse pântano mental imundo...
Pensei que fosse especial e era só um escroto covarde! De que adiantou o perdão?

Jose Luis Oliveira disse...

Um pitaco meio "cristão demais"?

Perdoar é abrir mão da vingança. Abdicar de levar aquela porcaria no peito, por causa de um imbecil qualquer que nos fere.

É uma ação mais em prol de si mesmo (já que, quem bate, normalmente esquece). Não creio que meu agressor vale minha lágrima.

Tenho algumas cicatrizes espalhadas em meu corpo. Algumas foram causadas por agressão quando era ainda criança. Claro: como qualquer criança, perdoei meu agressor, e não me revolto mais - nem sinto dor- quando olho minha cicatriz.

Mas continuar na convivência da pessoa? Tá doida? Escorpiões e víboras tem por costume envenenar aleatoriamente. É da natureza deles.

A dor do trauma mostra a distância a ser dada, e de quanto mal essas pessoas são capazes de infringir em nome do próprio umbigo.

Mas levá-los em minha alma enquanto vivo minha vida? Ah não... não rola...

Anônimo disse...

Concordo com o Jose Luiz. A culpa Iara nao foi do perdao que voce deu,foi de se submeter ao mau carater novamente. Perdoar nao afz imbecis ao ponto de nos submetermos de novo ao mal feito.Eu acho que tem pessoas que perdoam mais facilmente,eu ja tentei guarder ressentimento e quando menos esperava realmente quase esqueci,nobreza natural da minha parte?Nao acredito,acredito que seja fruto da criacao,cultura e como tudo na vida até a genetica deve estar metida nisso.Nunca tive casos extremos em minha vida,odeio ditadores,torturadores,estupradores e quem nao respeita a liberdade alheia.Mas se alguem faz algo contra mim eu fico muito chateada na hora,em alguns dias,depois deixo pra la,mas dependendo do caso nao permito a pessoa perto de mim.Tem gente que é saco de pancada,outras saco de maldade,se deixam fazer mal,aí não é culpa do perdão,acredito sim que o perdão liberta,mas não nos torna idiotas.
Bjs
Anna
Lara

Anônimo disse...

O perdao pra mim é algo meu e só meu,não envolve o outro,imagina se eu só fosse perdoar quem se arrependeu? Acho que algumas pessoas entendem o perdao como absolvissao da culpa da pessoa que fez o mal,eu nao vejo assim,a pessoa continua a ser culpada,e acredito que va pagar pelo que fez,sim acredito que mesmo que eu nao veja,todos colhem o que plantam,nem se trata de vingança,acho que é a lei natural da vida.Nunca me pediram perdão,eu deixei pra lá,acho que no lado mal de cada um mora mediocridade,quando me pergunto por que muitas pessoas agem como canalhas acabo sentindo pena,por isso raramente sinto odio,acho que me fiz entender,perdoar nao é absolver o outro,é se libertar do sentimento de raiva e ódio,não se trata de querer ser nobre ou cristão,acho mais fácil e bom viver assim,já temos tantos fardos na vida,vou carregar as dores que os outros me impor? Jamais.

Anna Lara

Daniela disse...

É como dizem: Está perdoado, mas não esquecido. Eu perdoo porque não me faz bem ficar guardando rancor, as vezes a pessoa nem sabe disso e só quem sofre sou eu. Mas o fato de eu perdoar não quer dizer q quero a pessoa de volta em minha vida.

G.R. Roots disse...

Não perdoo nem esqueço.
Ainda fico na primeira fila, salivando e esperando o outro sifu.
E o que dá mais prazer é saber que simplesmente não fiz nada para que a pessoa se ferrasse. Ela cava o abismo com seus pés, como dizia Cartola (O Mundo é um Moinho).

Simone disse...

Concordo com seu texto em absolutamente tudo e se tem uma coisa que eu não suporto é dizerem "Todo mundo merece uma segunda chance.".
Você já foi ferrado uma vez e agora querem uma segunda chance pra te ferrar de novo?
Tem uma frase que diz: "Se você foi enganado uma vez a culpa é da pessoa se foi enganado duas vezes a culpa é sua."
Já faz tempo que eu decidi que não vou mais ser enganada e ficar com a responsabilidade por isso.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...