ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

31 agosto 2013

Michael Douglas se separa ( a culpa é da mulher, ia ser de quem?)





Cameron, Michael Douglas e Catherine Zeta: a culpa é dela
Desde criança eu escuto que ''mulher é tudo maluca''. Se acontecia qualquer coisa era culpa das doidas e histéricas das mulheres, o homem sempre era vítima da história, o coitadinho que caiu nas armadilhas de uma louca descontrolada.

Infelizmente ao crescer eu percebi que esse lixo de pensamento não acontecia apenas na minha casa, mas o mundo deixava claro que pensava assim. Cansei de ver propagandas de mulheres histéricas gritando em liquidação. Até hoje a gente vê isso, mulheres que pulam de alegria porque o detergente remove manchas, mulheres que conversam com papel higiênico e são obsessivas na limpeza, demonstrando um comportamento errático em tudo. De dez propagandas, pelo menos oito mostram a mulher como uma maluca.

E a imprensa faz a mesma coisa. O casal Michael Douglas e Catherine Zeta Jones se separou depois de quatorze anos de casamento. O motivo só eles sabem,mas a imprensa gosta de brincar de adivinhar e resolveram chutar alguns motivos que teriam levado o casal a se separar. E as revistas chegaram a um consenso, o problema foi a doença de Catharine, que sofre de bipolaridade.

O marido dizem que não aguentou as subidas e descidas do humor dela. Mas essa é uma versão machista do fim do casamento. A bipolaridade é uma doença conhecida, não é nenhuma doença não decifrada, tem tratamento e a pessoa pode levar uma vida normal, mais ainda sendo Catherine que antes de ser famosa já era de família rica, ou seja, tem acesso aos melhores médicos do mundo, por tanto eu posso concluir que sua doença está sob controle e sendo tratada, nada que justifique uma separação.

Mas isso não interessa a imprensa,preferem detonar ela e continuar espalhando ignorância em relação a uma doença que merece respeito, não precisa de uma imprensa jogando terra e insinuando que é doença de ''maluco''. Isso é uma falta de respeito com quem sofre com a doença e com quem trabalha para melhorar a vida dos pacientes. Não é uma doença fútil, é uma coisa muito séria e se a imprensa não quer ajudar na divulgação, que não ajude, mas que não atrapalhe.

E a parte dele? Ah, essa a imprensa machista não conta. Ninguém tentou teorizar se foi ela que deixou ele. E motivos não faltam. Ele teve câncer na garganta no ano passado, o que leva qualquer um a ter mudanças de humor e ás vezes a mergulhar em uma depressão, já passou por diversos tratamentos para se livrar do vício das drogas e do sexo, já que ele mesmo assumiu isso em uma entrevista a revista americana Vanity Fair.

Ele não sofre de nenhum transtorno bipolar, mas passa por uma situação que deixaria qualquer um suando frio, seu filho mais velho está na prisão, condenado por tráfico de drogas.

O garoto, filho do seu primeiro casamento, com Diana, Cameron, achou que era traficante,se misturou com as pessoas erradas e começou a vender drogas, foi preso e condenado a quatro anos de cadeia. Mas ele deve ter achado que ainda assim era alguém, então convenceu sua advogada a levar drogas a penitenciária onde ele estava,a moça foi pega, perdeu seu registro de advogada e a pena do rapaz dobrou. O novo advogado dele tentou negociar com o juiz, Cameron falaria quem vendeu as drogas para ele nos seus tempos de tráfico e a pena seria reduzida, ele deu o nome do traficante e no mesmo dia quase morreu na prisão, de tanto apanhar dos presos, já que ele como menino rico não conhece as regras de uma prisão, não se delata nunca um chefão. E foi uma surra tão feia que teve seu fêmur quebrado, um osso quase que matematicamente impossível de ser quebrado. Ficou seis meses na enfermaria da prisão e ao sair caiu de novo em brigas, o juiz dobrou a sentença de novo e ele foi mandado ao confinamento solitário.

E há anos o conselho de psiquiatria americano tenta acabar com o confinamento solitário, provando que todos os presos que passam por lá eventualmente perdem a saúde mental. São décadas de brigas para acabar com essa tortura do confinamento, mas a lei americana não muda,mesmo sendo diferente em cada estado,o  confinamento solitário existe em todas os estados.

Michael é pai e deve sofrer horrores com isso, deve passar mal ao saber que tem 500 milhões de dólares na conta bancária, porque além de ator foi um dos produtores mais bem sucedidos de Hollywood e não pode fazer nada para tirar o filho daquele centro de tortura. Tudo isso leva um ser humano a enlouquecer e acabar com qualquer matrimônio, mas isso no mundo machista não importa, se o casamento acabou foi porque a mulher é bipolar. Ninguém se perguntou como devem ser os humores dele,como deve ser para ela conviver com alguém que é obrigado a colocar a cabeça em um travesseiro quente sabendo que o filho está em uma cela fria e gelada,sem acesso a ninguém, muito menos aos pais.

Nada disso importa, se tudo deu errado ali é culpa da doença dela, porque ela é mulher e o mundo diz que mulheres são assim, surtam mesmo. Talvez ele esteja usando mais medicamentos do que ela, mas ele é homem e homens não surtam, nem ficam loucos, isso é coisa de mulher.

Tenho um amigo bem machista e pedi a ele uma explicação e foi direto: Homens surtam, mas fazem isso em silêncio, não como vocês que quebram tudo!

É verdade, quem quebra tudo e sai matando são as mulheres.Deve ser por isso que a maioria dos crimes cometidos no mundo são por homens, porque eles surtam em silêncio.

Mas a imprensa já carimbou a teoria, a culpa do casamento que não deu certo é da doença dela. É assim, a culpa sempre é da mulher. Ninguém fala que talvez ele foi péssimo pai e o filho agora está em problemas por isso. É a santidade masculina, os intocáveis,para o patriarcado eles sempre são as vítimas, os inocentes. Imagino que logo a imprensa vai dizer que o garoto, que  é enteado de Catherine, está na cadeia porque a madrasta é bipolar. Como nos contos de fada, as más sempre são as mulheres. E eles os puros príncipes azuis. Tá bom.

Iara De Dupont

Um comentário:

Dany disse...

Post perfeito, amei!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...