ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

13 agosto 2013

Gratidão via Facebook






Não importa se a pessoa sente gratidão ou não, mas tem que postar no Facebook 

O Facebook todas as semanas passa por uma nova onda. A desta semana, não sei porque, me irritou, é o que eu chamo de ''Gratidão via Facebook''.
As pessoas vão lá no seu Facebook e colocam fotos fazendo alguma coisa ou recebendo algum papel, beijando alguém e escrevem - Gratidão por este momento, gratidão por isso ou aquilo.

Não vou negar a existência das leis espirituais, na qual a gratidão é uma das mais poderosas. É fundamental a gratidão a tudo que somos, recebemos e sentimos, dizem que Deus e o universo gostam demais, é de todas a leis espirituais a mais forte, que muda a vida de qualquer um para melhor. Mas eu acredito que gratidão é um sentimento que se carrega ou não, pra ficar postando no Facebook o tempo inteiro? Não entendo esse desespero espiritual de algumas pessoas de estarem divulgando se estão gratas ou não.

É como se as pessoas estivessem o tempo inteiro colocando 

-Rezando pra isso e pra aquilo. Pra mim não faz sentido, gratidão é uma coisa tão pessoal e íntima que não parece ser lugar de Facebook.

E que me perdoem os avançados espiritualmente, mas eu não acredito em nada disso, pra mim quem é grato com uma pessoa avisa a ela, quem é grato com a vida, avisa ela, mas colocar no Facebook me parece artificial demais.

Eu conheci um terapeuta alternativo, que tem um programa de televisão e vive dizendo ao vivo - Grato a isso e grato aquilo.
Marquei uma consulta e na primeira e segunda vez deu tudo certo, quer dizer, relativo, eu cheguei na hora na consulta mas ele me atendeu meia hora depois correndo, dizendo que estava com agenda cheia e tinha outro paciente, mas na hora de cobrar não descontou o fato de ter feito uma consulta em menos de vinte minutos, cobrou a consulta inteira e ao decifrar minha vida, ou fazer uma coisa parecida disse baseado em cálculos humanos, de fontes duvidosas e métodos falíveis, ele me disse que estava tudo errado na minha vida, era tudo o ''caos'', mas ele ia consertar.

Na terceira vez voltou a me dizer que eu precisaria de um tempo longo de tratamento, já que minha vida era complicada demais, difícil de arrumar. Eu perguntei delicadamente em quanto tempo eu começaria a ver os resultados, já sabia que o tratamento ia ser longo, mas queria saber quando começaria a ver a luz no fim do túnel.

Ele surtou. Quase me bateu, começou a dizer um monte, incluindo frases de ''você não leva nada a sério'', ''você não está comprometida com nada'' e coisas assim, tudo ao contrário do que ele tinha dito antes, que eu era uma pessoa séria e disciplinada.

Nunca vi nem um médico nem um terapeuta surtar com essa pergunta, mas esse surtou, foi dominado pelo seu ego, pela sua noção de imunidade astral, achava que era um escolhido por Deus e não podia ser questionado.

Sai de lá assustada, tive a impressão que ele estava se segurando pra não jogar a cadeira na minha cabeça. Fiquei horrorizada, chocada, de ver como um terapeuta perde o controle dessa maneira, finalmente conclui que se o tratamento dele funcionasse ele deveria ter testado nele mesmo, para ver se dominava esse ego maluco.

E não vejo mais o programa de televisão dele, mas já passei por alguma situação de estar em algum lugar onde tem alguém assistindo e acabo escutando e a ladainha continua a mesma, fala qualquer coisa e lá vem - Gratidão por isso e gratidão por aquilo. Tenho vontade de quebrar a televisão quando vejo isso.

E ultimamente estou vendo pessoas que são cínicas demais usarem essa palavra a toa,''gratidão ''. Parece que a palavra perdeu seu sentido, sua força, sua origem. Eu leio no Facebook ''gratidão ''e me parece ter o mesmo peso de ''café'' . Não entendo como uma palavra que é tão complexa, que carrega tanto do que somos virou essa febre virtual, como se todo mundo soubesse realmente o que significa.

Muitos pensam que gratidão é apenas aquilo que sentimos quando recebemos coisas boas, mas ela vai além, exige uma confiança total nas forças divinas, pode ser fácil agradecer a Deus uma experiência boa que nos faz feliz, mas quantos sabem e conseguem agradecer uma experiência ruim, sofrida? A lógica espiritual que cerca as duas experiências é a mesma, se confiamos no universo sabemos que as duas experiências aconteceram para o nosso bem e ambas merecem nossa gratidão.

Acredito que ''gratidão'' é um exercício feito em silêncio e direcionado ao que estamos gratos, mas pra que ser gratos se não podemos gritar isso no Facebook? Qual a graça de sentir gratidão se não podemos postar isso lá?

Nesse caso eu deveria postar que sou grata ao Facebook porque graças a ele coisas boas têm acontecido na minha vida. Gratidão hoje é isso, uma palavra que navega na vida virtual, quando o certo seria navegar no coração. Mas são os novos tempos e o coração humano não existe mais, foi substituído pelo Facebook, ali no mural se posta tudo o que o coração diz sentir. Não se precisa sentir nada ali, é só postar o que dizem que o coração humano sente. Alguém disse que gratidão é o motor da vida, a mola da existência e o reconhecimento das forças divinas. Mas isso não vale nada se não for postado no Facebook, porque Deus não tem mais o poder de ler o coração de ninguém, ele só sabe o que estamos sentindo depois de ler o mural de cada um, se a pessoa não escreveu ali que está grata, ele não fica sabendo.

Iara De Dupont 


5 comentários:

Poeta da Colina disse...

Fazer a vida de cartaz pode virar propaganda enganosa.

Carolinathesecond disse...

Se fez e não colocou no Facebook, então não fez.

Anônimo disse...

Hahaha,vdd,hoje em dia a grande maioria das pessoas querem nos fazer acreditar que so vive quem posta,e a spessoas postam o que vivem,haja paciencia pra tanta falsidade. Nao quero dar satisfacao ao mundo do que faõ,ainda mais do que sinto.
Anna

Valkika disse...

até hj eu ñ me acostumei com o face... é triste!

Elaine disse...

Eu não acredito que não tenha ligo isso antes 😍É incrível como vc consegue se expressar,parece que vc lê as mentes😉 Eu acho td isso é acho um porre ver gente que sei que é não é exemplo de ser humano escrevendo no face o tempo todo Gratidão 😏

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...