ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

05 agosto 2013

A importância de usar um bom filtro para comentários estúpidos


Ainda existe gente no mundo que acha que sexo com gordinhas é doença


Pelo Facebook algumas meninas chegaram ao meu blog e elas são muito, muito novinhas, tem uma de apenas doze anos. E elas me mandam e-mails, contando o que sofrem na escola porque são gordinhas e me perguntam como eu lidava com isso.

Sei que o sofrimento humano não muda, por isso não serve muito dizer que eu acho que nos meus tempos a perseguição era pior, porque finalmente ser perseguida sempre é uma coisa ruim, não importa em que século isso aconteça.

Mas hoje as pessoas estão abertas a entender o terrível que a perseguição pode ser, o trauma enorme que ela deixa, diretores de escola sabem mais sobre esse assunto, o Google ajuda muito, e a palavra ''bullying'' não é mais desconhecida pra ninguém.

Quisera eu ter tido o privilégio de jogar na internet as afirmações que as pessoas me fizeram, então poderia saber até onde elas eram reais ou fruto de ignorância. Tive muita sorte porque tinha acesso a informação, mas mesmo assim sofri demais com coisas que foram ditas e carreguei elas por anos, como se fossem verdadeiras.

Por isso sempre digo a quem me manda e-mail e pergunta sobre como lidar com coisas ditas, eu sempre falo pra procurar saber, perguntar pra quem puder, checar a informação, não se ofender até entender o que a pessoa queria dizer. Na maioria das vezes nem a pessoa sabia o que estava dizendo, por isso a gente tem mais é que descartar o lixo, não importa da onde vem.

Eu gravei várias informações que me trouxeram muita angústia, muito sofrimento e depois de anos vi que era coisa inventada, nada daquilo era verdade, alguém me disse uma coisa estúpida e eu acreditei, parte era minha culpa, por ter sido tão ingênua durante tantos anos.

Não importa quem diz as coisas, a gente tem que pensar, tem que questionar, não pode sair pela vida achando que aquilo ali que foi dito e feriu está escrito na pedra.

Conheci um músico e me apaixonei loucamente por ele. Ele era muito legal comigo e rapidamente viramos amigos. Eu via como circulavam mulheres na vida dele, eram todas lindas e magras. Não disse que estava apaixonada, mas os amigos dele sabiam e sacaneavam com isso, mesmo eu fazendo de tudo pra disfarçar.
Fomos amigos um bom tempo e eu sempre fui educada com suas namoradas, sempre fiquei na minha. Mas como todos os seres humanos eu tenho meus dias de sol e meus dias de lua.

Um dia eu cheguei na casa dele, ele tinha me convidado e estávamos lá quando uma namorada dele chegou e fez uma cena de ciúme, dessas bem bestas. Eu resolvi ir embora, não era a única aquele dia ali, nunca fiquei sozinha com ele, tinha muita gente, era uma festa, mas a namorada dele cismou comigo. Hoje entendo que como mulher ela percebeu que eu gostava dele. Ele argumentou com a namorada, disse que eu era uma amiga da família, isso porque também era amiga de sua irmã, e de repente ele disse pra namorada:


-Ela é minha amiga, você sabe que eu sou um cara normal, nunca sairia com ela!

Escutei isso na escada, enquanto eu saía da casa dele. Não sei porque ele resolveu ir atrás de mim, me acompanhou até o carro, se desculpou pela namorada, mas eu ainda sem entender nada perguntei pra ele o que significava o que ele tinha dito, que ele nunca sairia comigo porque era um cara normal, e ele respondeu:

-Ah, você sabe, eu gosto muito da tua amizade, mesmo, mas eu sou só um cara normal sabe?
Respondi de novo que não entendia o que ele estava falando e ele me disse:

-Eu não sei se é verdade, mas me disseram que você gosta de mim.

No auge de todo aquele momento, eu tive meus segundos de errar e confirmei isso, então ele disse uma frase que me perseguiu por anos:

-Também gosto de você, mas como amiga e olha, eu não tenho nada contra, mas Deus me fez assim, eu sou normal, eu não poderia transar com você porque não tenho essa perversão.

Perguntei de que perversão ele estava falando e ele disse:

-Bom, é que os especialistas dizem que transar com gordas é uma perversão, não é sexo normal sabe? É uma espécie de tara, só os pervertidos têm. E eu sou um cara normal, não tenho essas coisas de tarados.

Entrei no carro e fiquei ali gelada, sem poder me mexer. Ele não disse com maldade, sei que não quis me magoar, mas alguém disse isso pra ele e naquele momento ele passou a informação pra frente. O que eu sabia dele eu garanto até hoje, era um rapaz meigo, doce, uma pessoa incrível, mas foi ignorante naquele momento.

Mas aquilo me atormentou por anos, me perseguiu, me queimou a alma. Eu tinha vergonha de perguntar pra qualquer pessoa sobre isso, então assimilei como verdade, quem gosta de sexo com mulheres gordas é um doente, um pervertido. Nunca questionei isso, porque me foi dito com se fosse uma verdade e eu fui ingênua de acreditar.

Só entendi a dimensão daquilo anos depois, quando foi a uma palestra sobre síndrome do pânico, mas eu cheguei antes e peguei o final de uma palestra sobre sexualidade e os psiquiatras e psicólogos estavam justamente respondendo a um rapaz da platéia que perguntou se ele era ''normal'', porque só se sentia atraído por moças negras e os médicos ali responderam que a atração é um mecanismo complexo, não tem explicação e se atrair por um tipo físico não é tara nem perversão, é apenas atração, só seria uma doença caso ele se sentisse atraído por crianças, então seria pedofilia, mas como eram mulheres então era apenas uma preferência dele,não uma doença.

Por isso  sempre falo para todas essas meninas ''filtrem e filtrem'' toda a informação que recebem, não carreguem pedras durante anos sem saber o que significam, perguntem, mandem e-mails a gente que sabe, mas não recebam informação grátis e armazenem, ninguém é computador pra ficar pegando vírus alheios nem lata de lixo pra receber os restos da ignorância dos outros.

Muita gente quer ajudar, mas é ignorante, e acaba se metendo onde não deve e a maioria considera que falar do peso alheio é uma coisa normal, se acham no direito de dizer barbaridades.

Por isso a única coisa que resta é filtrar tudo o que é dito e se for alguma coisa que magoe muito, então temos que descobrir o que significa, na maioria das vezes é uma besteira que a pessoa falou sem pensar, sem nenhuma noção.

Filtrar a informação, se afastar, ou mandar as pessoas calarem a boca é uma coisa que pode evitar muito sofrimento. Já perdemos muito tempo carregando nossas pedras e nossos erros, não dá pra carregar as pedras que as pessoas jogam, isso trava a vida de todos. Melhor que cada um carregue a suas e não se meta com a vida alheia.

Iara De Dupont

4 comentários:

Anônimo disse...

Só queria comentar com voces essa “pérola” da Dona Maitê Proença… comparando obesos e drogados a gente com “anomalias”…. sujeitinha escrota.

http://f5.folha.uol.com.br/celebridades/2013/08/1321833-adoro-programas-com-obesos-drogados-e-gente-com-anomalias-diz-maite-proenca.shtml

Luz13 disse...

Olá! Gostei do blog e partilho o depoimento emocionante de ALINE quando completou 49 anos.Com toda sua sensibilidade tenho certeza que irá gostar. http://www.youtube.com/watch?v=dSagrGrBeCw&feature=share&list=UUBvY_tI9xN0wVbBqJMxSr6g . Veja os outros vídeos também. Abraços

Jose Luis Oliveira disse...

Existem coisas incriveis em seu relato:

A paixão pelo músico não permitiu que você visse o quão imbecil um ser humano pode ser.

Filtrar um "trem" desses não é tarefa simples: quem ia imaginar que a pessoa tivesse esse tipo de conceito? Não tem como...

Parabéns pelo texto

Poeta da Colina disse...

Palavras ficam, e ficam mesmo, as mais simples, as mais bestas. É um aprendizado difícil, mas cada vez mais neste mundo é necessário, filtrar quem, como quando, onde se dizem as coisas.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...