ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

26 julho 2013

Quando uma amizade afunda



Recentemente uma pessoa deu uma mancada feia comigo. Fiquei muito chateada, não entendi porque a pessoa tinha feito isso.
E depois lembrando de todos os detalhes da discussão percebi que entre tudo o que tinha sido dito, eu não escutei um pedido de desculpas. A pessoa disse e disse, mas nunca se desculpou, nem reconheceu o que tinha feito. Quando me dei conta disso fiquei mais chateada ainda, fiquei magoada mesmo de pensar que uma amizade era capaz de dar uma mancada assim e não se desculpar.

Depois conversei com uma amiga sobre isso e ela me disse que eu não deveria estar tão chateada, porque eu disse que a pessoa tinha dado uma ''mancada'', mas nada indicava que a pessoa tivesse achado isso. Talvez pra mim, na minha escala de valores o que foi feito não foi legal, mas pra pessoa de repente não teve mancada nenhuma.

Mesmo conhecendo essa pessoa há muito tempo eu não sei dos seus valores nem da sua escala moral ou ética. Na verdade eu tenho a minha, mas desconheço as alheias, sei que amizades surgem porque existe uma identificação entre as pessoas, mas só sabemos mesmo o que elas pensam quando pisam na bola e temos o panorama inteiro.

A única coisa em comum com muitas pessoas deve ser o fato de que a maioria considera matar e roubar uma coisa errada, então estamos de acordo nisso, mas no resto, na maneira como lidamos com a vida, cada um tem a sua.

O que me deixou magoada, chateada, talvez não teve a menor importância para a pessoa, talvez pense agora que está tudo bem.
É chato esse tipo de situação porque não temos como ir pela vida adivinhando quem tem uma escala parecida com a nossa, lidar com os defeitos alheios todo mundo aprende, mas não sabemos lidar com a lista de valores dos outros e às vezes surge um confronto que acaba nos machucando.

Pra mim essa ''mancada'', doeu, machucou, mas para a pessoa não fez nenhuma diferença, talvez faça isso com mais freqüência do que eu penso, talvez seja natural ser assim, do mesmo jeito que pra mim é natural ficar magoada quando alguém me faz alguma coisa ruim e nem se desculpa por isso.

Nos primeiros momentos me perguntei em que lista de prioridades essa pessoa me tinha, para nem ter se desculpado, como se a pessoa me considerasse algo nada digno de receber desculpas, mas depois entendi que a pessoa não se desculpou porque não viu nada de errado no que fez, pelo contrário, a minha reação foi catalogada de ''drama''.

É um drama pra mim lidar com essas situações,quando bato de frente com uma pessoa que tem maneiras de ver a vida de um jeito tão diferente ao meu, o que me magoa para a outra pessoa é normal e provavelmente vice-versa.

Já passou a sensação ruim de não ter escutado ''desculpa''. Entendo agora que talvez nem percebeu o que fez, muito menos suas conseqüências.
Paciência, a vida é assim, a gente vai pelo caminho, topa com alguém, quebra a cara, levanta e começa tudo de novo, por isso quando chegamos ao fim do caminho podemos contar nos dedos as pessoas decentes que encontramos, porque são como luzes no meio da noite, em uma estrada deserta. A gente não esquece de quem cruza nossa vida e traz coisas boas, e gente que faz o contrário um dia morre na memória.

Iara De Dupont 

Um comentário:

Kcal GorDivah disse...

O triste é exatamente isso, as pessoas terem perdido completamente a noção de valores a a tal ponto que nem se dão conta das barbaridades que fazem. E quando alguém tenta mostrar reagem com desdém, como se fosse exagero da nossa parte. Isso me assusta sempre! Acho que nunca vou me acostumar com isso.

Bj Queen Size.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...