ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

25 julho 2013

George Clooney, vem fazer gordice comigo?





George Clooney: nem que me pedisse eu deixava de comer meu chocolate

Uma vez em uma reunião dos Vigilantes do Peso comentei com a coordenadora que eu tinha mais dificuldade de perder peso no inverno, porque era mais difícil resistir ao chocolate e eu comia menos fruta, não tinha vontade. Ela disse na frente de todo mundo que aquilo ali era ''desculpa de gorda'', que em cada estação do ano tem uma desculpa  pra usar. Fiquei com tanto ódio que nunca mais voltei aos Vigilantes.

E hoje lembrei disso porque eu estava na fila do supermercado e havia um casal na minha frente. Ele todo malhado, vi o desenho do corpo pela blusa justa e ela gordinha. Eles tinham algumas coisas no carrinho, bastante comida saudável, mas como a fila estava lenta, ela foi buscar outras coisas. Voltou com uns salgados quentes e um bolo e colocou junto com os outros produtos. O rapaz de repente parece que tinha levado um choque, olhou para ela e disse - Vai começar com tuas gordices? Ela riu e respondeu - Mó, hoje tá um puta frio, não dá pra ficar sem salgado e um bolinho né?


O rapaz insistiu que uma sopa sem calorias poderia dar o mesmo efeito do salgado com queijo.

Eu estava atrás deles e comecei a me encolher, porque minha visita ao supermercado só estava obedecendo as minhas vontades de '' gordices ''. No frio de São Paulo, menos de dez graus, como a moça também senti falta de chocolates e alguma coisa mais salgada do que meu queijo ricota no pão integral.

Mas o rapaz foi irredutível. Lembrou a moça que estava farto de tantas ''gordices'' . No verão ela comia sorvete e agora queria bolo, mas seguir a dieta que era bom, a moça não queria, só fazia 
''gordices'' e ele estava ''exausto'' de tentar ajudar a moça a parar com isso.
Ela era bonita e tentou na meiguice driblar o rapaz, mas não conseguiu. A moça do caixa, cansada e com uma porta que se abria nas costas e entrava um vento gelado, não percebeu ou não escutou a discussão e passou os produtos. E o rapaz surtou mais ainda, disse a namorada que não ia bancar as  ''gordices dela''  e ela disse que ia pagar, então ele disse que se a compra não fosse cancelada, a coisa ia ficar ''séria pra ela ''.

Eu devia resistir, mas não resisto. Tinha pressa, queria sair de lá e voltar correndo pra minha casa, então me virei e disse: Moça, teu namorado tem razão, você tem problemas e não é a gordice, é a cafajestice dele, você merece coisa melhor, compre seu bolo e dá um pé na bunda desse coitado.

Na hora o rapaz ficou verde e me disse - Ah, mas é a revolução das gordas! Uma defendendo a outra, morram todas vocês aí, engasgadas nas suas  ''gordices''.
E saiu puxando a moça pelo braço, sem compras.

Dei muita risada, fiquei com pena da moça, mas eu ri, porque ficou todo mundo me olhando e reparando nas minhas compras. Mas eu já estive no lugar dela. Já tive esses namorados cheios de si que se metiam na minha dieta, se sentiam superiores a mim porque resistiam a um chocolate, mas eles bebiam, cheiravam ou fumavam maconha, mas como nada disso é  ''gordice'', então eles achavam que a errada era eu.
Nunca tive um namorado que não pegasse no pé, mas isso foi culpa minha, eu que permiti no desespero e no vazio da minha falta de auto estima.

Hoje não quero nem saber, nem que estivesse o George Clooney na fila do supermercado me chamando de gorda e dizendo que só faço
''gordices '', nem assim eu largaria meu chocolate e meu salgadinho, principalmente neste frio.

E nunca gostei nem vou gostar da palavra ''gordice '', porque ela é uma maneira de humilhar um gordo, eu não saio por ai falando  ''bebedice'', ''droguice'' , ''putice ''. Falar ''gordice'' é como dizer que o gordo é um retardado que não segura seus impulsos.

E fico triste de pensar que tantas mulheres neste momento estão com seu namorado ou marido dizendo que elas fazem ''gordice''.
É terrível pensar que algumas mulheres preferem isso do que estar sozinhas. E não tem nada a ver com a comida, tem a ver com a tortura mental que a pessoa é submetida.

Tenho um amigo de alma, um pessoa que adoro e a gente se encontra de vez em quando para assistir filmes e detonar na comida, vale tudo. Tem sido os melhores momentos da minha vida, assistir filmes, rir e comer. Aprendi tanto com essa experiência que comecei a sonhar de novo, risquei algumas coisas que gostaria no meu namorado ideal e troquei por essa, quero alguém que saiba se divertir e comer a vontade sem encher meu saco, finalmente a vida é isso, é melhor estar um dia frio em casa com alguém que nos respeita, nos ama e nos aceita como somos e curtindo a vida, do que estar em um supermercado sendo humilhada na frente de todos. Essa moça sem saber não tem nada, vai chegar em casa morrendo de ódio do que aconteceu e engolir a sopa sem calorias dele, um homem que nem respeitar sabe. E provavelmente ela vai esperar ele dormir e vai atacar a geladeira e fazer isso não é ''gordice'', é desespero para amenizar a dor de ter sido humilhada, essa comida sim têm calorias, porque não vai ser levada a boca com prazer, mas com dor. É a dor que cria o vazio, esse que engorda.

Iara De Dupont 


8 comentários:

O PONTO DO CROCHE disse...

kkkkkkkkkkkkkk. Eu queria ter visto a cena! Fico pasma com essas mulheres loucas que aceitam um cara desse na vida. E ficou como ele queria, né? A gordinha provavelmente preferiu concordar com ele do que voltar e levar as compras...Se isso acontece comigo! eu não deixaria barato!

Anônimo disse...

Triste,e ao mesmo tempo otimo,otimo voce ter falado,porque esse mala nunca deve ter ouvido algumas verdades na vida,sinto muito pela moça.
Anna

Anônimo disse...

Clap,clap,clap! eu como sim e vou vivendo, tem gente que não come.... Também já torrei o saco dessa patrulha alimentar!!! Não vou deixar de comer chocolate, no frio, no calor, no Saara, na Groenlândia e não vou tolerar essa mania de nego indicar nutricionista e afins sem ser solicitado!! Cada um cuide de seu rabo, literalmente. Gabriela.

Anônimo disse...

Iara, George Cloney voce pegou muito pesado,por ele eu pensaria 2 vezes viu? Hahaha

Anna Lara

Marina disse...

Muito lindo o seu texto. Por que a gente é assim? Por que tantas mulheres pagam qualquer preço para ter um homem ao lado? Chorei pela moça do supermercado. Chorei por você. Chorei por nós.

Carolina disse...

Parabéns pela atitude, Iara! Tomara que a sua coragem dê uma chacoalhada na garota e ela não tolere mais esse tipo de falta de respeito.
Beijos,
Carol

Alexandra disse...

A boa nova...a mulher do George Clooney,NÃO É MAGRA! É bem encorpada, aliás...

SUZANA disse...

Eu nem consigo sentir pena dela, eu não deixo ninguem falar assim comigo tirando o meu irmão que por mais que deixe claro que não é da conta dele sempre e intromete nos meus assuntos mas nunca ouvi nada do que eu como ou deixo de comer de homem algum de uns anos para cá de ninguem mesmo.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...