ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

25 junho 2013

Amores mesquinhos não são amores.....






Eu estava em uma praça de alimentação cheia quando dois rapazes e uma moça se sentaram em uma mesa que estava grudada na minha. A menina estava irritada e falava alto, entendi que seu nome era Ana e os meninos tentavam acalmar a moça. Ela contou que mais cedo tinha ido a um churrasco com uma tal de Bianca, a cerveja acabou e eles resolveram fazer uma ''vaquinha'' de três reais cada um. Bianca deu cinco reais e pediu o troco, que seriam dois reais. Foi uma confusão dentro da confusão, até que alguém se irritou e deu o troco de dois reais para Bianca.

E Ana chorava e chorava de ódio, dizendo que Bianca tinha sido mesquinha e ela tinha ficado envergonhada com a amiga, que fez isso em um churrasco de amigos. Ana não se conformava porque dizia que Bianca não precisava fazer isso, ela ganhava bem, fazia apenas de mesquinha. E os rapazes lembraram a Ana que a mesquinhez de Bianca era conhecida e não era de hoje.
Pelo o que entendi todos ali estavam aborrecidos pelos dois reais, menos Bianca que nem deve ter ficado sabendo.
E de quem é a culpa? A primeira vez foi culpa de Bianca, foi mesquinha, mas as outras vezes foi culpa da Ana que tolerou isso na amiga.

É chato encarar, é difícil, mas é assim, pessoas são o que são e não vão mudar. Nós não mudamos apesar das promessas e de tanta pressão que colocamos em cima, imagina os outros.

E o mundo é assim, tem gente mesquinha e não são mesquinhos por dois reais, tem gente mesquinha emocionalmente, profissionalmente, sexualmente, psicologicamente, espiritualmente.
Mesquinhez é doença, muitas pessoas são assim, não adianta ficar por perto sabendo que são assim e depois reclamar.

A moça ficou irritada com sua amiga, que sem precisar do dinheiro, fez amigos devolverem os dois reais. Mas se isso se repetisse a culpa é de quem se sentiu ofendido, ninguém é obrigado a aguentar ninguém.
Eu fui educada para relevar todos e tudo, me disseram que ninguém era perfeito, mas levei anos para entender que posso relevar tudo e todos, desde que isso não me machuque, mas não posso mais fazer isso passando em cima de mim.

E não reclamo de quem foi mesquinho com dinheiro,porque sei que isso mexe em outros nervos, nem sempre a pessoa tem e para alguns dois reais podem ser a diferença entre voltar pra casa ou dormir na rua, mas reclamo sim dos que foram mesquinhos em emoções, em diálogos, em amores.

Gente assim dá pena, mas podem fazer um bom estrago. Aquela pessoa que não ama mais totalmente por traumas, ou sei lá porque, mas não ama mais, fica só dando gotinhas.

Mesquinhez de dois reais a gente conhece, já viu. Também muitas pessoas já vimos amigos sem dinheiro pagarem cervejas a todos e o churrasco. Mas mesquinhez de sentimentos fechamos os olhos e tratamos como se fosse natural. A gente sabe que a pessoa está sendo mesquinha de amor, miserável e começamos com aquela lista deprimente, dizemos para os amigos que o fulano é carente, distante, um jeito frio, não se dá bem com a mãe, é traumatizado, mas boa pessoa, mil coisas, mas ninguém tem coragem de dizer que ele é assim porque é mesquinho até nisso, no amor.

A gente justifica mesquinhez no amor, como se isso fosse possível. Mas quem um dia conheceu a generosidade do amor e de uma pessoa, sabe o quanto a mesquinhez pode ser nojenta, bate mesmo na doença.
E isso reflete em tudo, já conheci pessoas generosas, dispostas a dividir o quase nada que têm, já vi gente com tudo se recusando a dividir o mínimo.

E no amor isso não é possível. Ser mesquinho é passar por cima do tempo do outro, das coisas que importam para o outro. Todo o mesquinho no fundo é um infeliz, religiões no mundo inteiro avisam isso, é dando que recebe.
Um professor me dizia que pessoas são solares ou lunares. O sol é generoso, aquece, esquenta os dias, ilumina. A lua é misteriosa, distante, fria e mesquinha, só aparece quando quer.

Quem já conheceu uma pessoa mesquinha no amor, que dava o mínimo, sabe o quanto eles são capazes de congelar uma alma com um olhar. E quem já conheceu uma alma solar, generosa, sabe como eles são capazes de iluminar um mundo inteiro apenas com sua presença. Essa é a força do amor, a que brilha, a que esconde é apenas mesquinhez.

Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...