ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

20 maio 2013

Se ferrou na Virada Cultural? Não foi falta de aviso....







Desde que a Virada Cultural começou eu já peguei bronca. Em uma cidade do tamanho de São Paulo, com a sua capacidade e sendo a cidade mais rica do país é uma ofensa um evento desses apenas uma vez por ano, como se fôssemos uma cidade perdida no meio do nada. Cultura não é uma coisa para ser dada em gotas homeopáticas, mas sim mantida constantemente em uma esquema de vinte quatro horas por dia.

E não vou também porque não gosto de confusão e já cansei de ver. E este ano foi a Virada mais violenta. Existem várias explicações, uma começa dizendo que a Prefeitura é de um partido e o Governo é de outro, então em uma rixa interna um resolveu queimar o filme do outro. Por isso tanta gente disse aos jornais que a polícia ficava parada, vendo a confusão, depois algumas pessoas iam a delegacia registrar boletins de ocorrência e diziam que elas deveriam registrar pela internet. Tudo bagunçado e fora de lugar, o pior de tudo é que foi proposital. O prefeito já saiu dizendo que não foi culpa da prefeitura, que os ladrões que fizeram arrastões sabe Deus da onde vinham (a tia conta viu? vinham de toda a cidade). É só clicar no Google ou sites e ver a quantidade de matérias em relação a essa briga de prefeitura com o governo e a saia justa que a polícia está agora.

Mas eu me pergunto, por que cargas d´água o paulistano foi a essa virada? É preciso fazer um desenho? Por que alguém sairia de sua casa para ir a um evento lotado, sabendo que não tem segurança, que a cidade passa pelo seu momento mais critico em relação a violência e não existe nenhuma estrutura? Por que é tão impossível entender que a cidade está descoberta sem proteção? Não tem nem banheiro!

Ah, mas não podemos nos deixar intimidar, nem ficar enclausurados em casa! Não? E vão fazer o que, sair e arriscar a própia pele? Ou serem assaltados e mortos por menores de idade? Paciência, são tempos de guerra urbana e todas as guerras exigem seu toque de recolher, também acho uma merda viver assim, mas do que adianta me sentir sueca e sair de noite no meio de uma cidade sem polícia?

As pessoas querem se divertir! Ora, eu também, mas se não dá, não dá, paciência, vou fazer o que? Fingir que estou na Suécia e ir a um evento mesmo sabendo que o Estado lavou suas mãos?

Brasileiro não conhece o poder do boicote. Se ninguém tivesse aparecido na Virada a coisa ia ficar difícil para todos os políticos. Pra começar porque isso ia sair na imprensa internacional e ia mostrar ao mundo o quantos nós paulistanos estamos cansados da violência. O prefeito, o governador, todo mundo ia ter que se explicar e falar fino. O prejuízo econômico e político ia cruzar as fronteiras e abalar muitas carreiras. E tudo isso com apenas um boicote, ninguém na rua, todos fechados em casa, mostrando que não são idiotas, não aceitam ser tratados como imbecis e podem parar a cidade se quiserem.

Imagina que isso ia rolar aqui! Ainda mais em dia de jogo! Não, paulista se recusa a ficar em casa, não quer nem saber, acha que tem o direito de ir na Virada e vai. E tem direito mesmo, mas só ele pensa isso, porque a prefeitura não reconhece o direito de ninguém.

E agora que deu merda vem o prefeito minimizar a tragédia, ora, são apenas dois mortos, se calcular com o número de gente que estava lá, tá na faixa. E os roubos, arrastões e brigas? Ah, isso acontece né? Coisa de todos os dias.

Paulistano agora não é mais só cafona, é burro, é cretino de achar que um evento dessa grandeza tem segurança. E ainda leva os filhos, a família e os amigos, porque assim em caso de morrerem, morrem todos juntos.

E dá pra se divertir? Lógico que dá! Os lugares são lotados, com péssima acústica, as pessoas tem que ficar de olho aberto para não serem roubadas e ficarem longe dos pontos de briga e ainda não tem nenhuma garantia de voltar pra casa, dada a quantidade de arrastões. Não é divertido?Paulistano acha! Então bem feito, se é burro de ir, que aguentem as consequências, ou a prefeitura prometeu policiamento? Não prometeu nada além do normal e já sabemos que isso não funciona nem para uma creche, quanto menos um evento com milhões de pessoas.

Depois sou eu que falo mal dos paulistanos, mas é a realidade, burrice aqui é crônica. Não adianta montarem eventos gigantes sem estrutura, nem segurança. É arriscado demais ir, mesmo a pessoa querendo, ela tem que entender que a cidade está sem eira nem beira e não é por sair a rua que as coisas vão se acalmar.

O Estado só vai acordar o dia que as pessoas pararem esse trem e começarem a boicotar todos os eventos montados pela prefeitura. No silêncio eles se desesperam e podem mudar alguma coisa, mas se sabem que todos vão e ninguém reclama, então fica tudo bem pra eles. Mas o pessoal vai lá, aplaude e nem percebe que seus direitos estão sendo pisoteados. Se a prefeitura não respeita e não pode garantir segurança, então ninguém deveria ir, até eles aprenderem a respeitar os moradores desta cidade, não somos cachorros para sermos tratados assim, no chute.

Para os políticos a Virada foi perfeita porque  chegaram  de carro blindado e ficaram em camarotes VIP, assim todos os shows foram incríveis.

Já para o resto dos paulistanos não sei se foi tão bom. Para mim não parece mais do que uma migalha, mas na verdade estou sendo muito mole, a Virada Cultural não é uma migalha jogada pela prefeitura as pessoas da cidade, não é isso, é uma granada e eles esperam que todos morram e pelo jeito a ideia deu certo, porque ainda vamos ter bastante eventos na cidade, sem policiamento, como no próximo mês a parada Gay ,que atrai milhões de pessoas.

Agora estamos todos avisados, a prefeitura e o governo estão brigando e usando a segurança pública para ferrar um com o outro e essa conta será repassada a todos os paulistanos,assim que daqui pra frente a coisa vai ficar pior nesses lugares.

E o paulistano vai? Vai, pelo menos no próximo grande evento vai ir....

E vai estar lotado, porque não adianta, paulista é tapado mesmo, não entende que a cidade não tem segurança. Mas eles só querem se divertir! Então tá, boa sorte pra todos, mas não deixem as crianças saírem de casa sem seu colete blindado.





PS: Um esclarecimento, porque um minuto depois de postar teve gente que ficou brava. Eu sou paulista, paulistana, nasci e moro em São Paulo e por conhecer tão bem a cidade lamento a ausência do poder público. Não é pessoal, nem quero ofender ninguém daqui, mas ''nóis semo jeca né''? Falo com amor sobre as falhas da cidade e de todos nós, moradores deste fim de mundo (porque assim somos tratados, como se a cidade fosse pequena e sem importância).


Iara De Dupont

2 comentários:

Anônimo disse...

E Iara...
Ao inves de se irritarem com voce,deveriam se irritar com quem foge a responsabilidade.Voce esta certissima,falo como paulistana.Boicote seria uma boa,mas fazer o que se o povo acreditou que vive no primeiro mundo kkkkk,vao falar que primeiro mundo tambem tem violencia,tem sim,mas tambem tem vergonha na cara,coisa que ta faltando por aqui.

Lia

Iara Sindrominha disse...

Pois é Lia,o pessoal ficou magoadinho como se eu fosse do governo ou responsável pela segurança!Também fiquei chocada ao saber dessa rixa entre governo e prefeitura que atingiu a segurança de todos!E por essa lado realmente foi coisa de Deus,porque se a segurança estava tão ruim foi milagre que nada pior aconteceu...quero ver na Copa e outros eventos se começar a rolar briga entre prefeitura e governo....

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...