ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

26 maio 2013

Marchas das vadias: é post do ano passado, mas ainda penso igual...

Entendo o conceito, mas ainda não me sinto à vontade pra sair assim
Sou dessas que ainda não entendo a Marcha das Vadias, que acontece hoje simultaneamente em várias capitais.
Li os e-mails e coisas que me mandaram, mas ainda assim não entendo.
Tenho a impressão que é meio Brasil, tudo feito ao contrário, apesar do movimento ter começado no Canadá.

O que aconteceu foi porque um policial canadense tentando se explicar diante dos casos de estupros que estavam acontecendo em uma universidade  disse que se as mulheres não quisessem ser estupradas que não se vestissem então como vadias.

Em protesto elas se juntaram e saíram a rua vestidas como vadias.
Até ai eu entendo, depois já não.
Como mulher não me incomoda uma mulher vestida de vadia,quem menos se importa com isso são as mulheres, mas sei que essas roupas curtas e justas  excitam e levam os homens a loucura, então por que fazer um protestos usando isso e elevando o fetichismo masculino como se fosse bandeira?

O ponto é o seguinte, a mulher tem o direito de se vestir como quiser, isso não é da conta de ninguém e também ninguém pode encostar um dedo em uma mulher por causa da roupa, mas não podemos ser cegas a ponto de negar que os homens adoram as mulheres vestidas assim e adoram protestos cheios de mulheres de sutiã, pelo menos nos que eu fui os homens gritavam e aplaudiam.


Se eu quero reclamar da violência por que usaria a roupa que os homens gostam de ver? Ah, é pra educar, assim eles aprendem que não é porque a mulher está vestida assim que eles podem estuprar. Então tá, até eles aprenderem isso eu vou sair na rua semi nua dando show pra marmanjo?


O que elas querem dizer é que a roupa não é convite ao estupro, mas não seria melhor educar os homens? Porque a realidade é pior do que isso, eles realmente acreditam que a roupa é convite sim, então do que serve sair com roupa de vadia para protestar se é o que eles mais gostam e eles continuam sem educação?

Sou a favor de protestos e em alguns casos radicais, protestos assim são necessários, mas quem vai negar a quantidade de homens que vão assistir apenas para ver as mulheres de saias e sutiãs no meio da rua? É isso que queremos? Até na hora do protestos ser objetos?

Uma delas me garante que a roupa de vadia é simbólica. Mas pra mim começa tudo pelo fim de novo. É tão longa a questão do machismo,é tanta falta de educação, que o único que essa marcha consegue é enlouquecer os homens e acentuar mais ainda o fetiche por roupas curtas.


Não tem outro jeito de ser escutada? Para provar que sou feminista tenho que sair agora usando sutiã e meia arrastão no meio da rua, para pedir o fim da violência com as mulheres? Tenho que caminhar em uma rua cheia de homens babando, pra mostrar que luto pelos meus direitos? E quem nunca foi a marcha, eu garanto,os homens (inclusive a polícia)ficam encantados de ver tantas mulheres usando roupa curta e muitas sem sutiãs.


Apoio todos os movimentos que libertem a mulher, mas esse eu não entendo. Acredito mais em investir na educação, a roupa é conseqüência.

E outra coisa que não entendo. Se a roupa curta é a causa dos estupros, então por que o maior índice de violência acontece com a mulher que usa burca ?

A mentalidade do estupro está ligada a questões de poder e do homem acreditar que é um direito dele, o homem que estupra não está nem ai para a roupa da mulher.

Sair na rua quase nua pedindo o fim da violência contra as mulheres no fundo parece machista,parece um protesto feito para que os homens se divirtam.
Eles vão escutar a mensagem? Não. Vão ver as saias. Já fui a duas marchas e vi os olhares dos homens, e eu como mulher me incomodo, têm homens que chegam a aplaudir, vi um que ficava gritando besteiras, uma das meninas foi pra cima dele, mas a polícia segurou. E assim que vamos mudar o mundo, querendo bater em homem? A única coisa que resolve é a educação.

A única coisa que vai mudar tudo é a educação, então sim,seremos livres.

Diante de tanta violência com a mulher a roupa é o de menos. Mas ainda assim os homens agradecem as mulheres que fazem protestos de sutiãs, é o que eles gostam, se querem reclamar, reclamem, mas façam isso semi-nuas.

Apoio qualquer mudança e todos seus protestos,mas eu não me sinto a vontade para protestar assim, sentindo o olhar masculino nos meus seios.


Mas alguma coisa tem que ser feita, concordo, principalmente agora que em São Paulo o número de estupros dobrou, tem que protestar, reclamar, correr atrás dos direitos, mas precisa fazer isso dando show pra homem?


Iara De Dupont

Um comentário:

Suzana Neves disse...

Radical seria nenhuma mulher, não se expor nem fazer sexo com nenhum homem.Somos tão direcionadas a servir a machaiada que nem notam que sempre acabamos direcionadas a pensar que estamos lutamos pela nossa liberdade e estamos facilitando as coisas para eles.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...