ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 maio 2013

Essas novelas machistas são uma praga mundial


A famosa embalagem para namoradas feias
Uma das coisas que atrapalham a luta pelos direitos iguais é o machismo diluído, aquele que está tão misturado na água que parece que não está lá.

Eu adoro novelas, não assisto a todas, mas gosto muito, faço parte desse grupo de bilhões de pessoas no mundo inteiro que gostam de assistir.

Mas vamos ser sinceros, as novelas prestam um serviço enorme ao machismo e a homofobia. Se dependesse de mim chamaria todos os escritores e pediria mudanças, para acabar com essas histórias de mocinhas e mocinhos e o amigo gay, sempre caricato.

Por isso a novela de Glória Perez ''Salve Jorge'' vai quebrar paredes ou já quebrou. É a primeira novela onde a mocinha foi traficada, teve que se prostituir e sabia atirar, e nunca, nunca, em quase duzentos capítulos, nunca precisou do seu namorado para ser salva de nada, ela mesmo resolve tudo. O que eu sempre gostei das novelas de Glória é que ela mostra os homens como seres humanos, em geral os mocinhos de suas novelas são bem frouxos,longe daquela idéia de galã que resolve tudo.

E agora tem uma novela no SBT, Rubi. As novelas mexicanas são o ápice do machismo e ainda assim não se comparam as ruas do México, um país mil vezes mais machista que o Brasil, como se isso fosse possível.

Essa novela me irritou porque encostou em um ponto que acho absurdo. A protagonista da novela é bonita, ambiciosa, de ética duvidosa e de péssimo caráter. Mas pelo menos estuda, ou seja, está procurando um caminho, conseguiu entrar em uma faculdade com bolsa de estudo graças ao seu empenho. Se apaixona por um homem e descobre que ele é pobre e ela cansada da pobreza, da miséria na qual vive, uma mãe doente, aluguel atrasado, uma irmã desempregada, o telefone cortado, exausta de tudo isso ela renuncia ao o amor que sente pelo pobre e se casa com um rico.

Mas uma sociedade machista não admite isso, uma mulher que pense assim, então Rubi vai sofrer muito nos próximos capítulos, até entender que dinheiro não é tudo e como sempre se guiou pela beleza, vai ter seu merecido, vai escorregar em uma mesa de vidro, cortar o rosto e ficar deformada, pra ver se assim aprende que mulher só pode pensar no amor, nunca no dinheiro.

Tudo bem que Rubi vai aprontar e mostrar que não tem limites, mas a mensagem principal é essa, ela quis dinheiro e vai pagar por isso. Homens nunca são punidos pela ambição, mesmo que sejam como Rubi, de péssimo caráter e façam tudo na maldade.

Tem gente que diz que dinheiro não faz diferença em um relacionamento, bom, então boa sorte pra eles, mas tudo faz diferença em um relacionamento, até a higiene.
As mulheres que gostam de dinheiro são punidas nas novelas e os homens? Não.

Existem mulheres que adoram dinheiro, assim como homens que adoram mulheres lindas.
Uma vez em um casamento de uma amiga, o noivo se aproximou da mesa que eu estava com um grupo e ficou conversando. Eu disse que a noiva estava linda, fui sincera, e ele logo respondeu-Ela não tem um rosto bonito, mas tem corpão né?

E todo mundo deu risada. Por que as novelas não mostram isso? Que tem mulher que gosta de dinheiro de homem e tem muitos homens que só querem saber de mulher-corpão? Tenho amigos que dizem claramente que com mulher feia não se casam.

Os homens são mais fúteis e superficiais que as mulheres, muito mais preocupados com a beleza delas do que elas com o dinheiro deles. Nunca vi nenhuma amiga encanada com o peso do namorado, nem com seu dinheiro, mas já vi todos meus amigos em algum momento mencionar a beleza da namorada, como se só isso importasse.

Então eles deveriam ser punidos na novela e ter seus olhos furados, já que as mulheres interesseiras sempre morrem pegando fogo.

E os homens são tão obcecados com a beleza feminina que nos anos setenta e oitenta,uma marca de batatas fritas no México lançou um pacote tamanho família de suas batatinhas e tinha o rosto da marca sorrindo. De repente virou febre dizer que se a mulher fosse feia, mas fosse de corpão, era só comprar as batatas e colocar a embalagem no seu rosto, assim ficaria a carinha feliz. Ficou tão famosa essa piada que até hoje, quarenta anos depois ainda é uma coisa dita, apesar da marca já ter mudado milhões de vezes o layout.


E fica claro em novelas que mulheres sempre tem que ser dóceis, meigas e não pensar em dinheiro! Ora, e sabe onde leva isso na vida real? A se casar com um encostado e sustentar o vagabundo. Eu não tenho vergonha de dizer e não sou hipócrita, mas para mim homem que não se sustenta nem perco meu tempo, não tenho interesse em criar filho dos outros.

E todos dizem que Rubi é um péssimo exemplo, porque manipula a todos, mas quando o personagem é um vilão, ninguém reclama, coisa interessante! E todos os perdoam no final, mas se é mulher vai ser punida.

É besteira pensar que nós mulheres não podemos ser más, que vamos a vida inteira ser boas de coração, apesar dos tapas que a vida dá. Rubi não é exemplo de comportamento, mas não é isso que eu discuto, a discussão é porque as mulheres são punidas quando se mostram ambiciosas e os homens são perdoados e aplaudidos quando fazem o mesmo? E todos dizem que Rubi só quer o dinheiro, mas por que ninguém reclama dos protagonistas que só se apaixonam por lindas mulheres? Alguém já viu um galã de novela com uma gordinha? Não! E quem critica? Ninguém! Eles podem ser superficiais, mas nós não podemos ser ambiciosas.

Só as mulheres pagam pelos seus erros nas novelas, isso é motivo suficiente para que mudanças sejam feitas imediatamente, Glória Perez já mostrou que ninguém morre por isso e o público aceita bem a mocinha que sabe atirar e não tem medo de ninguém e não precisa de nada de ninguém, ora, a mocinha foi pra Turquia pra juntar dinheiro e comprar sua casa, não andou catando homem rico por aí. Que venham esses novos tempos com as mocinhas botando pra quebrar.


Iara De Dupont 


2 comentários:

Anônimo disse...

Usar a personagem Rubi como exemplo para essa discussão sobre a imagem feminina é absolutamente descabido. As novelas mexicanas são machistas ao extremo,mas nesta novela em especial não se trata apenas disso. Rubi é a vilã que manipula os que estão próximos a ela para alcançar o poder ainda que tenha roubar o namorado de uma amiga que tanto a ajudou. Ela poderia conseguir poder de várias formas(ou será que uma mulher só pode alcançar prestigio e dinheiro se for pelo casamento com um homem rico?),mas escolheu este caminho.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o comentário do anônimo, estive procurando por alguns textos que falassem sobre o machismo nas novelas mexicanas (que sempre percebi gritante) e me deparei com esse que foi triste ler, pois eu já conhecia o blog da Iara.

O problema de Rubi não era gostar de dinheiro, ela é uma personagem totalmente sem escrúpulos, que enganava a todos pra conseguir o que queria e não tinha sentimentos por ninguém. Chegando a manter uma amizade falsa com uma moça que não suportava só pra viver as riquezas que a amiga possuía, sem falar em tantas outras manobras de destruição que ela armou durante a novela.
A maior parte do machismo nessa novela está justamente aí: O famoso estereótipo da mulher linda que "rouba" o namorado da amiga e casa por interesse pra viver no luxo. A novela deixa claro que ela não queria fazer nada pra conseguir a vida que almejava, apenas arrumar uma ponte para isso ( no caso um homem rico). O que muita gente ainda pensa sobre muitas mulheres.

É por exemplos como o do texto que muita gente ridiculariza vários discursos sobre o machismo.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...