ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 maio 2013

A ONU recomenda insetos para combater a fome (os ricos vão comer?)






Vão colocar insetos no prato e ainda dizer que estão ajudando?
Gosto muito daquela frase que diz ''Não faça coisas ruins que pareçam boas nem boas que pareçam ruins''.

Hoje tá tudo tão bagunçado que ninguém mais entende quando é bom ou ruim. Eu mesmo preciso de explicações constantes, porque já não sei o que é uma coisa ou outra.

A ONU publicou um relatório sobre a fome no mundo e sugeriu que a criação de insetos para comer é uma boa solução para amortizar o problema da fome,porque até 2030 seremos 9 bilhões de pessoas vivendo em um planeta saturado, com pouca água, um mar sem peixes,porque todos são consumidos e pouco lugar pra criação de outros animais.

Insetos são cheios de proteínas e são bons para comer, já existem muitos lugares onde a prática é comum, como na China, África e  México, onde eles fritam os gafanhotos,que tem o mesmo sabor de um amendoim. É uma comida boa, prática, mas em um mundo onde existem coisas melhores o ser humano não pode ser tratado como se fosse um sapo e se alimentasse de gafanhotos.

Pelo menos problemas éticos não existem, quem come um boi, não tem porque fazer mimimi para comer um inseto, come uma abelha, mosca, grilo, formiga..
Até concordo, a solução é boa, rápida, fácil, efetiva e gostosa, porque tem um sabor bom, dá pra acostumar.

Mas me pergunto, aqui, como dizem por aí, minha mania de insistir em teorias da conspiração e momentos dramáticos, quem vai comer os insetos?

Porque a fome é um problema mundial, mas outro problema na lista é a falta de ética. Números comprovam que se joga mais comida no lixo do que seria necessária para consumo, ou seja, se a comida jogada no lixo por países ricos, que desperdiçam tudo, essa comida ainda boa fosse doada, mataria a fome de muitos, tem mais comida sobrando do que gente passando fome, tanto é assim que hoje existem no planeta mais pessoas acima do peso do que desnutridas. A fome só existe pela desigualdade e pela maneira brutal como alguns países foram explorados pelos países ricos, foram eles que secaram as fontes, queimaram a terra e levaram tudo que esses países tinham, então podemos dizer que a fome é fruto do roubo que muitos países sofreram e continuam sofrendo.

Criar insetos não disfarça nem esconde a desigualdade social, a injustiça. Essa é a praga que persegue os seres humanos.

Porque aí vem um Bill Gates e joga milhões na criação desses insetos, para alimentar um país, mas eu me pergunto e na mesa dele? Os filhos vão comer isso, ou vão ter seu hambúrguer garantindo? Porque se tiverem, o problema não é a fome, é bem pior do que isso.

Querer implantar insetos na alimentação de países pobres não quer dizer que os países ricos pensem em comer a mesma coisa. Se eles puderem manter suas vacas e seu leite fresco, o mundo que exploda e quem quiser que saia rastejando por comida, enquanto eles tem suas geladeiras cheias e seus porcos sendo criados em fazendas.

Mas a ONU está pensando no geral, assim, em alguns anos não tem pra todos. É mesmo? Em 2030, mais ou menos, daqui a 16 anos. E alguém acredita que o Eike Batista não tenha dinheiro suficiente para comprar um lençol freático inteiro pra ele?
Existem muitos pedaços de terra ainda no mundo inteiro, suficientes para os milionários, para que possam fazer suas granjas e ter seus bois ali, junto da horta orgânica.

Então vem a ONU pagar de gatinha e dizer que insetos são a solução. Não, eu vou avisando a ONU, para a ambição, loucura, egoísmo do ser humano insetos não são suficientes para curar a fome do mundo.

Eu tive um amigo que trabalhava na bolsa de valores e um dia me contou uma história que fiquei chocada. Colocam não sei quantas toneladas de arroz em um barco, vai de um país a outro, o algo assim, e se de repente o preço cai e o barco está no meio do caminho, a ordem é abrir as portas e jogar tudo no mar, porque se o preço não responde ao mercado, o produto some e o preço sobe de volta.

E vem a ONU falar de comer insetos, como se o ser humano fosse um passarinho? Por que não falam em proibir esse desperdício de comida pelo mundo?

Como meu blog tem poderes de vidência social já posso ver a situação, o dia que entrar um pobre na casa do Bill Gates, ele vai oferecer um prato cheio de formigas e baratas, ora, mas não é isso que pobre come?

Isso é maluco, ofensivo e sem noção. A única maneira de acabar com a fome é carregar a mão na distribuição de comida, o que um come, que todos comam, mas criar esse abismo onde ricos vão comer seu bife a milanesa e os miseráveis vão comer gafanhotos é terrível, mas tem a cara do futuro em um mundo sem ética.

Daqui a pouco a ONU vai emitir outro comunicado dizendo que os insetos além de serem boa comida, de terem proteínas, podem ser consumidos no chão, isso parece ser uma boa solução para a ONU, deixar que os miseráveis entrem para catar comida no jardim dos milionários, lá dentro a família come seu salmão grelhado importado e fora os miseráveis catam insetos no jardim para não morrer de fome.

Iara De Dupont 

3 comentários:

Anônimo disse...

Iara,
Nao seria preciso tanta distribuicao de comida,um pouco sim,mas as multidoes que passam fome na Africa nao flatam pela falta de alimento no mundo,nao ainda,passam fome pela ganancia e crueldade dos ditadores e xiitas que governam ,e te digo mais porque moro na Africa ha alguns anos,depois que vim morar aqui e viajei por alguns paises vi que nao e a exploracao dos paises ricos que massacra o povo,muitos exploraram e se mandaram,alguns ainda ganham alguma coisa do petroleo,mas quem mata,tortura ,humilha e deixa morrer a mingua sao os ditadores daqui mesmo,tem alguns paises onde as coisas funcionam,mas o potencial da Africa e absurdo,minerio,diamante,petroleo,na mao de multinacionais ( sim,de paises ricos,mas pagam impostos)que enchem os cofres dos ditadores e esses nao repassam nada para a populacao.Sei que seu post e sobre comida,mas minha pena pela Africa se tornou revolta quando vi que governantes deixam seu proprio povo morrer a mingua,nao sao estrangeiros,ate genocidio e Guerra civil partem deles,me revoltei quando vi toneladas de roupas em otimas condicoes sendo vendidas nas ruas,roupas que foram doadas para desabrigados sao vendidas a decadas,o que mata e a corrupcao,a ganancia,nao sao os estrangeiros de paises ricos,alias tem muitos medicos do primeiro mundo arriscando a vida pra levar um pouco de dignidade onde dignidade tem pouco valor.
Bjs

Lia

Nancie Flor disse...

Concordo com a Lia. Já vi vários documentários sobre a África e é revoltante ver a realidade deles.
A ONU deveria acompanhar certinho para onde vai toda a ajuda q eles estão mandando, se está chegando nas mãos de quem realmente precisa.
E eu já sabia desse desperdício de alimento para aumentar o valor no mercado. Realmente, a ONU deveria lançar uma lei q proibisse isso. Se quisessem "jogar fora" para ganhar mais, que joguem para os necessitados! Assim, com toda certeza, ninguém precisaria comer os insetos...

Iara Sindrominha disse...

Bom,eu sinceramente considero a África um dos casos mais tristes do planeta...inacreditável como eles sofrem....

Lia,que bom te ver por aqui,fique a vontade!

E Nancie,que bom te ver de volta!Adorei teu blog!

Beijos as duas!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...