ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

06 janeiro 2013

Quando o mau finge ser bom...




Não gosto de pessoas ruins, mas com o tempo aprendi a respeitar, pelo menos as que  são de respeito. Tenho uma prima terrível, mas todos sabem que ela é assim desde pequena e não esconde isso. Nunca posou de gatinha, pelo contrário. Quando minhas primas começaram a usar batom, ela já usava rímel, delineador e se vestia como menino, abusava dos palavrões e das expressões mais baixas. Soube desde criança deixar claro quem mandava. Quando uma prima menor, de apenas seis anos contrariou ela, no alto dos seus doze anos, ela mandou que nenhum primo dirigisse a palavra a menor, ninguém, e durante dois meses assim foi, eram mais de dez primos e primas e ninguém contrariou ela, nem no aniversário da menor, todos foram, mas ninguém dirigiu uma só palavra a menina. Nem a mãe da prima menor se meteu, todos no fundo não sabiam lidar com o gênio da maior e ficavam receosos.

Eu não convivo com ela, não gosto, acho uma das pessoas mais nojentas do planeta, mas tenho que reconhecer, ela nunca fingiu ser uma boa pessoa, quem conhece sabe que ela não presta, no mundo de hoje isso é de respeito, a pessoa que mostra a cara, tanto para bem como para mal.

O duro é lidar com pessoas que dizem e ganham dinheiro fingindo uma bondade que não tem. 
Poucas coisas no mundo podem ser mais exasperantes do que isso, pessoas que fingem. 

Tem gente que sonha com a paz mundial, também gosto da ideia, mas se eu pudesse escolher gostaria de viver em um mundo onde a gente bate o olho e já sabe o que a pessoa é, uma espécie de raio X social. Não é com o objetivo de isolar ninguém, pelo contrário, é apenas saber com quem estamos lidando, cada um que escolha com quem lidar.

Não tenho nada contra filhos da puta, acho mesmo que a natureza errou em muitas coisas, por que não erraria com o ser humano? Tem seres mesmo que são de outro lugar, vermes, parasitas, enfim. Mas eu prefiro conviver com as pessoas que são como eu, uma ótima pessoa, até a segunda ordem, isso quer dizer que posso ser tão boa pessoa como muitos e tão má como outros, depende das circunstâncias, mas em geral sou boa pessoa, se me deixarem no meu canto, sou um anjo. Não gosto maldades, vinganças, sentimentos ruins, baixas energias, sou naturalmente inclinada a alguma coisa normal, o meu pior lado só aparece em situações que alguém quis ver meu pior lado.

Mas bancar a meiga, sendo uma maldita, não tem como, até por já ter sido enganada por gente assim, tenho horror, considero essas pessoas as piores que existem no planeta, não tem coisa mais execrável do que uma pessoa que finge ser boa para prejudicar alguém.

Esse bom mocismo na televisão é nauseante, mas fazer o que? Se as pessoas acreditam, não tem mais nada a ser feito, só esperar que algum vento colabore e o rosto da pessoa possa aparecer.

Minha avó dizia que todos encontram pedras na estrada, mas quem vai com máscara corre o perigo de ao tropeçar a máscara cair. Tudo bem, minha avó era assim mesmo, otimista, achando que existia castigo divino, mas ela tem razão em uma coisa, a estrada está cheia de pedras e ninguém está imune ao tropeçar. Vai que um dia a pessoa tropeça e todos poderão finalmente ver quem estava debaixo da máscara...


Iara De Dupont

Um comentário:

Anônimo disse...



Adorei esse post, é assim que penso tbm, talvez porque vivo na minha mas não mecha comigo. Ah sua prima? ela é ótima deixa claro ao que veio.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...