ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

01 janeiro 2013

Desde quando somos tão infelizes?





Quando penso que devo ser a criatura mais infeliz do mundo só preciso entrar na internet para mudar de idéia.
Muito me surpreende o que acontece aqui. No dia do Natal, na hora da ceia, tinha gente mandando tweets, em um tédio assustador. Hoje no ano novo, minutos depois, já tinha gente mandando tweets e postando coisas.

Não sou exemplo nem parâmetro, mas por morar longe dos meus amigos e da minha família (tudo bem, mesmo que morasse perto não ia passar tempo com eles), por todos esses motivos eu não tenho nada além da internet. Mas se tivesse uma família por perto, meus amigos ou um amor, não ia ficar perdendo tempo no twitter.

Quando eu era garota e passava o Natal com minha família eu brincava, cantava, dançava e quebrava o pau com minhas primas, mas depois tudo ficava normal de novo, já mais adulta ficava conversando e depois ia dormir na minha casa.
Mas e agora? Gostaria que alguém me mandasse um email, me contando o que existe de tão interessante na internet, que vale a pena cortar todos os laços reais por virtuais, preciso mesmo saber porque a internet pode ser tão boa companhia assim.

Eu fico na internet porque minha vida real não está boa mesmo, é um tédio, um mar de frustrações e decepções, mas e o pessoal que tem família, amigos e amor? Tá tão ruim assim a vida que é melhor ficar no twitter?
Não gostaria de pensar que todos são tão infelizes como eu, ou heróis da resistência a solidão.
O que acontece no twitter que preenche tanto? E o Facebook, o que tem lá que é melhor que beijar um namorado?

Tem gente que está viajando e em vez de curtir os museus ou a praia, fica postando foto, como se isso fosse mais legal do que o lugar em si.
Mas o que está acontecendo, que de repente parece melhor viver na virtualidade do que na realidade? O que está acontecendo no mundo virtual que parecemos mais felizes e realizados aqui do que fora?

Por favor me avisem, também quero saber, como qualquer pessoa também procuro ser feliz, mesmo que essa felicidade seja artificial, eu aceito.
Se tem alguma coisa na internet melhor do que a vida real, eu quero saber o que é. Me deprime muito pensar que algumas pessoas são empurradas a vida virtual apenas porque sua vida real é difícil e sem graça, também acho isso, mas eu comecei a usar a internet há dez anos, antes eu era obrigada a lidar com meus vazios internos sem anestésicos.
Procuro a mesma coisa que todos, alguma coisa que alivie minha existência e melhore meu humor, se ela está aqui quero saber.

Iara De Dupont

3 comentários:

Anônimo disse...

concordo com vc. Acho que o Facebook naõ passa de uma grande vitrine onde os exibicionistas tentam mostrar suas "vidinhas perfeitas", mas no fundo é tudo fake... na vida real, boa parte dessas pessoas está infeliz e frustrada. Mas preferem fingir que estão vivendo em um eterno comercial de margarina.

Carolina Ramalho Bonturi disse...

As reflexões no seu blog são meio soltas, mas bastante interessantes. Essa, sobre postar fotos no Facebook e não curtir a vista real, foi motivo de uma reflexão em sala de aula:

Fulano chega em casa e vê as fotos dos lugares que não viu porque estava tirando fotos.

Por outro lado, o fato de se publicar fotos na internet não é apenas por diversão de quem publica. Tampouco passar o Natal twittando, como você citou no texto, não é diversão para quem escreve. Às vezes a necessidade de mostrar o que você gostaria de ser é grande, e muitas vezes o fato de não contar para alguém e calar faz com que, de certa forma, o sentimento seja esquecido. É por isso que pouca gente posta no Facebook que está triste, que está deprimida ou que precisa de ajuda. Apenas os momentos bons, ou falsamente bons, merecem ser divulgados e postergados com os likes dos amigos.

Vera Joana disse...

Gostei do "comercial de margarina", hahha! Cancelei minha conta no facebook por não ter a menor vontade de ficar contando ao mundo tudo o que faço ou deixo de fazer... sei lá...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...