ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

20 dezembro 2012

Perfume só se for abençoado (viu Bispa Sônia?)



O perfume abençoado
Há vinte anos o estilista Thierry Mugler procurou um dos maiores perfumistas franceses, Yves De Chiris e pediu uma fragrância que o fizesse lembrar dos seus tempos de criança no parque de diversões. Tempos depois chegou ao mercado o perfume ''Angel''.

O desenvolvimento de uma fragrância hoje pode levar entre dois e três anos, devido a pressão do mercado, mas grandes marcas chegam a investir até dez anos em pesquisas até os perfumistas chegarem a um ponto que traduza seu conceito, porque os perfumes não são feitos à toa, eles são a concretização de uma ideia, são um projeto enorme, apesar de parecer a coisa mais simples do mundo misturar essências.


O Brasil não tem perfumistas nem escolas para isso, apesar de ser um público consumidor enorme.

Eu também achava que perfumes eram feitos misturando matérias primas em outras, nunca pensei que levasse tanto tempo e fosse objeto de tanto estudo.

Mas o que o mundo respeita o Brasil esculhamba. Parece parte da nossa herança, se não somos parte da corte, então a gente detona. E quando não detonamos cruzamos majestosamente a linha do limite, do senso comum.


Essa semana saiu no mercado um novo perfume,''De bem com a vida'', da bispa Sônia Hernandes.

Não vou ser hipócrita, caso eu tivesse muito dinheiro também investiria pesado na indústria cosmética no Brasil, dado a quantidade de matérias primas e consumidores.

Mas como sou uma alma velha essa mistura de comércio e religião ainda me incomoda, deve ser meu lado mais conservador mesmo. Por ter sido batizada católica sei bem o preço das lembrancinhas e dos santinhos. Já conheci gente que visitou a igreja do Padre Marcelo Rossi e nem me contou direito da igreja em si, mas falou maravilhas da loja de lembrancinhas, da livraria e lanchonete. É um lugar perfeito, a pessoa vai, reza, come, compra, faz todas essas coisas normais que as revistas recomendam.


A bispa tinha todo o direito de fazer sua linha de perfumes, junto com a do marido. Na verdade poderiam ter comprado os direitos da fragrância One Million, do Paco Rabanne, que tenho certeza traduz bem a personalidade deles.


Mas ela não fez isso. Durante o lançamento do perfume disse que levou tempo para pesquisar as embalagens e a fragrância e finalmente conseguiram chegar ao ponto que queriam, quando perguntada qual seria o objetivo da fragrância disse "para que durante todo o dia possamos exalar o bom cheiro de Cristo".


Fiquei verde com isso. Já não tolero a Igreja Católica usando de lá pra cá o nome de Jesus, de Deus e ainda enchendo os cofres com isso, mas usar o nome de Cristo para lançar um perfume barato, vagabundo, é uma das coisas mais nojentas que já vi.


Só de ver a embalagem dá pra ver a qualidade 

ruim, especialmente da linha corpo, o sabonete e hidratante.
Ah, sim, exalar o bom cheiro de Cristo? Vamos ser sinceros, é melhor exalar o bom cheiro de Cristo do que agir como ele e sair por aí perdoando e tendo compaixão pelas pessoas.É mais prático usar esse perfume vagabundo do que ter que olhar para o próprio umbigo e aceitar seus limites e erros e ainda poder ter amor pelo ser humano.

Parece que quem comprar no site ainda ganha DVD, Cds, livros, tudo abençoado e também tem o perfume do Bispo Estevam, marido de Sônia.


Quem quiser uma vida abençoada que compre esse perfume já e depois pode sair fazendo o que for, já que ninguém vai condenar, imagina, se a pessoa exala o bom cheiro de Cristo ninguém há de julgar essa alma de Deus.


O uso do nome de Cristo para descrever uma fragrância cruza qualquer limite. Nenhuma indústria se atreve a fazer isso, porque não tem o menor sentido. Se a bispa lançasse um perfume para exalar o cheiro da riqueza, até eu comprava, mas usar Cristo de garoto propaganda para um produto o reduz a nada, como se ele fosse uma modelo, dessas que faz biquinho na foto para vender o perfume.


Não ter entendido o que Cristo disse acontece com muitos, mas achar que ele é igual a qualquer um e pode sair por aí lançando perfumes é de uma ignorância enorme, além de uma fome por dinheiro que eu nunca vi igual na minha vida.


Queria ver ela lançar esse perfuminho na França e dizer aos perfumistas que o perfume ''exala o bom cheiro de Cristo'', se ela fizesse isso o mundo ia cair na cabeça dela. Mas aqui, no Brasil, no país ''do pode tudo'', ela pode se preparar, porque vai vender como água, daqui a pouco ultrapassa os perfumes mais vendidos. E ainda vai ter gente dizendo que o perfume ''não é tão ruim assim''.


O preço do perfume da bispa é de gente grande, 79 reais, quando um Givenchy original pode ser comprado por 89 reais. Mas qual o problema? Também tem Dior, Kenzo, vários em promoção, mas quem se importa com eles, se não são perfumes abençoados? Deus me livre usar um perfume que não ''exala o bom cheiro de Cristo''. Vou jogar meus perfumes no lixo e daqui pra frente só vou usar os ''abençoados''.


Iara De Dupont



Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...