ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

11 novembro 2012

Um beijo no coração de quem não lê meu humilde blog!




Talvez eu seja mesmo uma amargurada ou talvez é o tédio em relação ao ser humano que me ocupa o coração, mas cada vez mais eu me irrito com muitas coisas.

Ao contrário de muitos meu limite de tolerância a hipocrisia está sempre na reserva, no limite. Uso ela quando vou ao supermercado ou coisas assim, então cruzo com vizinhos, cumprimento e finjo ser tão hipócrita como muitos. Em outras situações ainda consigo usar minha reserva de emergência e me mantenho bem.

Mas de resto quem convive comigo sabe que perdi a paciência há muito tempo, caso precisem dela sabem que tem que ser um bom motivo.

E hoje lendo no Yahoo vi uma coisa que me irritou, Sandy foi a casa da Eliana para uma entrevista, logo depois elas trocaram estas mensagens no twitter:
"Querida @Sandyoficial foi delicioso te reencontrar. Você está mais linda do que nunca! Amei o nosso bate bapo", escreveu Eliana primeiro.

Em resposta, Sandy escreveu: "@BlogdaEliana eu também amei! Muito obrigada pelo carinho e pelo bate-papo delicioso! Vamos nos ver mais! Você que está linda! Beijão"

Tédio, tédio, tédio, foi tudo que eu senti ao ler isso. Infelizmente com o mundo virtual essas frases viraram uma mania e a distribuição de beijos virtuais é constante. Eu tenho uma amiga, bom, de vez em quando ela é minha amiga, mas maioria do tempo não é, que vive me mandando mensagens e dizendo: ''Beijo na bochecha e no teu coração meu sol''.

Quando ela escreve isso eu tenho vontade de quebrar o celular na cabeça dela. Porque sei o que acontece, ela é aparentemente cheia de amor pra dar, mas é uma cobra criada, que não pensa duas vezes antes de tentar tirar namorados das amigas.

Tudo bem, eu assumo, devo favores a ela. Com essa mania de seduzir os homens que eu gosto ela já me livrou de trastes, inclusive um que eu adorava, o garoto verde cheio de boas intenções. Eles se merecem, só de pensar que ele deve ter escutado muito ao pé da orelha ''Beijo na sua bochecha e no teu coração meu sol'' já me sinto vingada.

Mas todo esse mel virtual me irrita, porque acho cínico, hipócrita e sem sentido. Querer trocar essas mensagens com todos como se todo mundo fosse teu namorado é deprimente. É um falso amor, de areia, não resiste a nada.
Não sou contra elogios, mas a sinceridade é fundamental. Beijos no coração quero do meu namorado, não de todas as pessoas que estão na minha lista de celular. E pra que colocar ''vamos nos ver mais?'' se sabemos que a vida é corrida e nunca vemos quem queremos ver?

Toda essas bobagens são como analgésicos, como morfina barata, que vai acalmando as almas, mas no fim não servem pra nada.
Santa não sou, mandei muitas mensagens para namorados, mas nunca fiquei mandando tantos beijos assim ao mundo.

Esse mundo me cansa, toda essa atmosfera artificial, essa vida sintética, essa maneira de se manifestar virtualmente que é tão fria e todos fingem que é um modo cálido se de relacionar.

Acho fundamental ser educada com todos, eu cresci vendo isso, minha mãe é uma dama, aprendi a ser gentil, mas me recuso a entrar nessa era quimicamente tratada e mandar beijos no coração de todos ou sair chamando os outros de ''meu sol''.
Quando estou de bom humor sou otimista, tão otimista que não acredito que o ser humano é hipócrita, parece mesmo besta, otário, cretino, bobo, deslumbrado, parece miss em carro de bombeiros mandando beijos para todos.

As pessoas podiam ser gentis sem ser tão hipócritas, mas paciência, viver aqui exige conviver com o ser humano, esse animal tão complexo e chato.
Sonho com um dia acordar normal, ser como todos,levar uma vida igual a de milhões de pessoas e parar de ver tudo sob um prisma tão crítico.Sonho em entrar em uma loja de celulares e comprar um plano de torpedos esses de centenas de torpedos por semana, depois ficar teclando e chamando todos de ''meu sol'' e colocando no fim ''Beijo na bochecha e no coração'', quero escrever isso e acreditar mesmo no que estou dizendo. Lindo dia esse, se eu acordar normal e puder ser como todos, vou estar enfeitiçada com tanto açúcar e mel. Então virei aqui, apagarei meu blog e começarei outro ''Síndrome do beijo na bochecha e no coração''.
É, é o fim dos tempos, acho que os maias tem razão, falta pouco para o mundo acabar, mas antes do mundo explodir eu vou sair as ruas, pedir para que todos façam uma roda e mandem um beijo na bochecha de quem estiver explodindo o mundo e no coração também.

Iara De Dupont

8 comentários:

Mariley disse...

Meu esposo ala que sou amarga, que não sou feliz por que sempre tenho esses tipos de pensamentos das pessoas, que al falsas, hipócritas, interesseiras...fala que e o meio em que convivo maioria mulheres, concordo em partes por que professora e frustrada mesmo com o mal casamento, baixos salários e quando vê uma bem casada quer ferrar. Mas enfim ate acontecer com ele essa tal falsidade e pior com homens. Aí passou acreditar um pouco em mim, mas diz que tb prefere acreditar no ser humano por que assim ele se sente feliz....
Também tenho uma colega, nao devo nada a ela que tudo chama a gente de"baby" aquilo me irrita profundamente como esse sentimento aí que vc tem por quela que te chama de meu sol.
Definitivamente seu blog e como. Se fosse meus você usa as palavras. Que eu gostaria de usar mas nao tenho tenho pra me dedicar a um blog

Andréia disse...

Esse tipo de coisa também me deixa extremamente irritada. As pessoas sentem necessidade de demonstrar algo exagerado, talvez para tentar causar inveja nas outras, como quem diz: "ó, tenho uma bff, morra de inveja, nós nos amamos". Eu já peguei asco a "s2" e afins. Estão banalizando o verdadeiro significado da palavra amor.

Fernanda disse...

Me identifico muito com você, o que difere é que você é muuuito mais pé no chão do que eu, e consegue ver tudo isso sem sofrer. Eu vejo a falsidade, hipocrisia, cinismo e entro em crise, choro, acho que não deveria estar nesse mundo, que é uma aberração... não entendo o por quê dessas pessoas sentirem essa necessidade de parecerem legais se na realidade não são... são interesseiras, riem pra gente quando querem, quando não querem nem cumprimentam. E como já escrevi no meu blog, eu queria viver no "facebook", onde todos são lindos, se amam, se preocupam uns com os outros, não têm problemas financeiros, são bem sucedidos no trabalho, só comem coisas maravilhosas (e não engordam!)... enfim, preciso parar de sofrer com isso e viver minha vida tentando me desvencilhar disso tudo. Bjs!
Ah! Adoro seu blog, adoro seus posts sinceros, na lata!!! :D

Carolina disse...

Oi, Iara!
Estive ausente da net por alguns dias e uma das coisas que mais senti falta foi ler seus textos (aos poucos colocarei a leitura em dia e os comentários tb. rs...).
Concordo com vc, esse tipo de coisa me cansa tanto! Já me conformei que não tenho esse "traquejo" social e jamais terei. Não tenho paciência, não tenho humor e nem disposição pra isso.
Sabe o seriado Gabriela? Pois é, achava a Gabriela uma tonta na maior parte do tempo, mas uma coisa tenho que concordar com ela. Não gosto dessas coisas de sociedade. rs... Se pudesse, tirando as bobeiras, acho que viveria que nem ela: namorando o marido, na praia, com meus cachorrinhos, de vestidinho de chita, chinelo e cozinhando o dia todo. rs...
Beijos,
Carol

Iara disse...

Carol,que saudade de você!Sabe o que eu estava achando?Que a Angel estava dando trabalho,as vezes no começo eles são manhosos e não deixam ficar no computador.Tenho lembrado muito de você pelas figuras que me mandou,estou imprimindo aos poucos.Fica tão lindo!Assim que eu tirar foto te mando tá?Beijos!

cozinhar com as fadas disse...

Adoro seus textos.....faz o meu dia muito melhor.

Anônimo disse...

Como diz o jornalista prates, se você for doce demais te comem.

veronica disse...

Eu não ligo mto para isso não, pq mtas vezes sai no automático, mas por estar acostumada, acho q esse vicio saiu do telefone quando vc desliga e fala ''bjos''. Ou vc manda pra alguem q vc tem carinho, necessariamente vc ñ precisa ficar com ela sempre pra admirar e ter carinho.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...