ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

13 outubro 2012

Nosso improviso tem um público de um bilhão de pessoas





François Arnaud: preparado para a missão





Thammy Gretchen: chegando lá improvisa
O que faz o Brasil ficar parado no tempo é a mentalidade. Não é nossa culpa, são séculos de descaso, de acreditar que um país enorme não passa de um sítio com seus coronéis.

E mesmo sendo a potência que somos não conseguimos nos livrar desses pensamentos. Agora com uma suposta estabilidade econômica estamos agindo como crianças em lojas de brinquedos, comprando tudo como se não houvesse amanhã.


Mas não temos noção de construção, de futuro e de planos a longo prazo e o pior de tudo, estamos acostumados a ir no improviso, já que não temos o apoio necessário de um lado e por outro a máquina é emperrada e burocrática, muitas vezes tentamos as coisas nas boas intenções, mas tudo é tão demorado, enrolado e preparado para nos fazer desistir e abandonamos os projetos.


Essa ideia de ''logo ali a gente dá um jeito'' ou ''depois a gente resolve'' aparece em tudo, isso vem também da sensação que temos que no Brasil as coisas só tem uma via.


Eu comprei na internet, a loja atrasou, foi uma enchação de saco, mas na hora deles receberem meu dinheiro não havia nenhum obstáculo, mas na hora de entregar sempre tinham desculpas.

E viver nesse remendo tem um custo, quando se vive em um sistema burocrático, lento e emperrado tem um custo enorme para todos.

Lembrei disso vendo uma série, ''Os Bórgias'', sobre a famosa família italiana que aprontava horrores no Vaticano. Não gostei do ator François Arnaud, que faz o César Bórgia, achei ele longe demais do personagem. Então fui ver sua biografia e vi que o rapaz é formado e tem uma trajetória super concreta.


Posso ter gostado ou não, posso ter odiado ou não, mas a verdade é que o rapaz tem bagagem para fazer o papel, o que mostra a ideia clara dos produtores franceses, canadenses e ingleses, ao escolher uma pessoa preparada, um ator que tem formação sólida.


E por que fazem isso? Porque são profissionais e vivem em um sistema que favorece as coisas certas, não o caminho errado.

É a mentalidade que nos separa do resto do mundo, principalmente agora, onde todos estão falidos e nós somos os ricos.

Mas somos os ricos jecas, deslumbrados, sem noção das coisas, não sabemos o nosso tamanho, tem coisa mais triste do que isso?


Quantas pessoas no mundo assistiram essa série ''Os Bórgias''? Sem ter ideia de quantos seriam, mesmo assim os produtores trabalharam da maneira correta, mas finalmente a série foi vista no mundo inteiro por dez milhões de pessoas.


Já aqui a autora Glória Perez tem uma trajetória incrível. Suas novelas são vistas no planeta todo, a novela ''O Clone'' foi uma das novelas que mais teve versões e um público recorde de um bilhão de pessoas, quase o mesmo número da novela ''Escrava Isaura''.


Esse é o tamanho do Brasil lá fora. Existem mais pessoas, cem vezes mais, no mundo que vêem novelas brasileiras do que as que viram ''Os Bórgia''.

Mas Glória não deve saber disso, continua escolhendo elenco como se sua novela fosse assistida apenas pelos jecas do sítio, como se fosse a única diversão daqui, colocar a televisão na praça da cidade e assistir novelas.

E assim na sua próxima novela ''Salve Jorge'' ela conseguiu reunir um elenco, do qual 60% não tem preparo nem estudos para serem atores.


Todo o espaço na imprensa é dado a Thammy Gretchen a futura grande revelação sem estudos. Mas fofocas que circulam hoje pela internet dizem que a moça virou campeã de repetições de cenas, de tantas vezes que ela tem que repetir, porque está nervosa, não lembra do texto ou não se concentra. E olha que diante de Big brothers que também fazem novelas e elencos fracos, ser campeã de repetições não é mesmo para qualquer um.


Esse é o tamanho da mente jeca. Na hora de fazer ''Os Bórgias'', o elenco é escolhido a dedo, até um garotinho de lá vem de escola boa, se respeita a lógica do trabalho, de dar a oportunidade a quem estudou para isso.

Mas na hora de escolher o elenco da próxima novela,que será vista pelo menos por um bilhão de pessoas, Glória apela para pessoas sem nenhum preparo.

É a nossa mentalidade que atrasa tudo, somado ao fato de nenhum brasileiro ter noção do seu tamanho e da importância do seu país, fica tudo no remendo e improvisação, agimos como se fôssemos a última cidade do interior de algum país perdido.


Do que adianta ser uma potência, se todos sabem disso, menos nós? Do que adianta ter as novelas mais assistidas do mundo, se o elenco é escolhido como se fosse festa junina do bairro?


Vamos fazer o quê? Sentar na calçada e esperar alguém vir e lembrar que somos maiores do que pensamos?Ingenuidade nossa, enquanto ficamos aqui, pensando e agindo como formiguinhas, países mais espertos vão nos comer vivos, como tigres famintos.


Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...