ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

18 outubro 2012

Avenida Brasil vai acabar (levem Totó para fazer xixi antes)






Totó


No prédio que eu moro tem um casal descolado.Ela é produtora e ele professor universitário,são modernos,ecológicos,justiceiros.A simples vista tudo vai bem.Eles tem cachorros,tratam bem,carregam suas compras em bolsas de tecido e cumprimentam os vizinhos.
Também freqüentam reuniões de condomínio e aproveitam esse espaço para exercitar seu ódio de classe média,aquele momento básico onde abandonam o verniz verde,de boas pessoas.Pedem mudanças,apóiam a Maria Antonieta,a síndica com delírios de mulher de Luis XVI,que insiste em mudanças no prédio caras e desnecessária,mas conta com a amizade do casal descolado,que pede a cabeça de quem atrasa condomínio,qualquer coisa processa os moradores e despedem funcionários sem maiores explicações.
Hoje eu estava saindo e vi a moça,a moderninha,uma pessoa do bem,que pensa no coletivo,deixando seu cachorro fazer xixi nas bolsas de lixo que estavam na calçada esperando o caminhão.
Ah,sim,isso acontece quando o esmalte cai,então aparece aquele Brasil colonial,aquela mentalidade de senhores e escravos.Ela não se importou com o cachorro fazendo xixi ali,na sua bondade burguesa esqueceu de pensar que aquelas sacolas são carregadas pelo lixeiro,que merece consideração,quem quer carregar bolsas molhadas de xixi?
Mas ela pensou nisso?Não,não estava nem aí,preocupada em ser uma pessoa do bem,não pensou nisso,ora,quem fica pensando na vida dos escravos?
São esses detalhes,coisas quase imperceptíveis que mostram como somos um povo mal educado,desconsiderado,mimado e metido a senhores da casa grande.
Em muitos países as pessoas tem que se virar com seu próprio lixo,correr atrás de um lugar para deixar ele,mas aqui os mimadinhos querem ele fora de suas casas e que o caminhão se vire.
Uma amiga chilena morou quatro anos na Holanda.Voltou fazendo bifes com casca de banana,aprendeu lá,também tinha a péssima mania de latinos,de tirar as folhas do espinafre e jogar os cabinhos fora,aprendeu a fazer sopas com isso.Tudo porque a Holanda foi devastada pela fome na segunda guerra mundial e as pessoas sabem o peso de uma batata na mesa.
Mas aqui não tivemos guerra e nos dividimos entre senhores e escravos,de um lado uma miséria absoluta e do outro o desperdício insano.
Sei de estrangeiros que passam mal só de ver o fim de uma feira no Brasil e a quantidade de legumes e frutas no chão,mas aqui farreamos com a comida,já viu alguém de classe média comprar ou comer uma frutinha amassada?Deus me livre,o mundo cai,classe média só compra fruta de supermercado congelada e durinha.
E as coisas são assim e fingimos não ver,somos um povo burro,metido a besta,jogando comida no lixo,ignorando os outros,sem a menor noção de respeito com nada nem ninguém.Dane-se o cara que recolhe as bolsas de lixo,problema dele se ficar molhado com tanto xixi,a classe média não tem tempo para pensar nessas coisas,importa o Totó fazer o xixi dele antes da  novela começar.
A grande novela,que revela os desejos mais ocultos.Graças a Deus acaba na sexta-feira,mais do que isso falaria muito mal de todos nós.
Somos bons,verdes e politicamente corretos,mas quem não se diverte chegando em casa e vendo alguém sendo enterrado vivo?A novela já tem 200 capítulos de pura maldade,abuso infantil,homicídios,vingança e torturas que não acabam mais.
De todas as novelas que o Brasil já produziu é a menos lúdica,a mais próxima da realidade e sua incrível audiência mostra que somos um país de retardados,que ainda coloca a violência acima do diálogo.
O amor,a devoção e o espaço que essa novela conquistou em todos os meios mostra que cruzamos o limite da tolerância,da mínima inteligência,estamos achando normal ver gente morrer todos os dias e sair correndo atrás dos outros com armas e veneno.
Tem gente que vai dizer que novela é pura diversão,não é para levar a sério.Mas eu não levo mesmo,mas também não vou estranhar se daqui a pouco começarem a construir arenas com leões e colocar guilhotinas nas praças.Ora,se matar é show daqui a pouco a Globo vai querer fazer ao vivo,com transmissão direta.
E quando acaba a novela tem coisa melhor do que UFC?Ficam ali dois homens se arrebentando,sujando o chão com sangue e se deformando,enquanto o público surta de alegria.Quem não gostar que mude de canal,coloque nos programas de humor com suas piadas racistas,homofóbicas e misóginas.
A classe média no Brasil conseguiu uma coisa inédita,arrastou o país ao século XVI.Mas como eles são rápidos no gatilho,mudaram o discurso,agora são antenados,modernos,verdes e sustentáveis.Todas essas palavras escondem o ódio que carregam e suas perversões,suas preferências televisivas e seu fodismo com todos.
A minha vizinha esperou o Totó acabar de fazer xixi nas bolsas que serão carregadas mais tarde pelo lixeiro e correu para assistir a novela.A classe média já é assustadora,mas a nova geração se superou.

2 comentários:

Anônimo disse...

Por isso que eu sou suburbana e feliz.
Capítulo da classe média ( piores que os ricos )
Estava eu voltando para casa com minha amiga. Eu era aux. adm e saia 23:00 de um curso profissionalizante que trabalhei.
Dois caras de terno com cerveja na mão nos viram em direção a estação do metrô e seguiram agente contando piadinhas, eu fiquei puta na hora pois sabia que se eu fosse uma universitária paty que usa o metrô esporadicamente não seria perseguida. Minha amiga achou normal: Calma eles estão só brincando E eu em minha mente: Estão brincando pois está escrito na minha esta: Moça pobre.
E um era branco e o outro moreno. Quem ficou atrás de mim até o metrô? O branco. Eu também sou branca mas quem olha sabe que sou do subúrbio, não ando grifada e também não sou daquelas hipsters de jeans e hering. Enfim... Eu fui passar o cartão do metrô e o saldo ainda n tinha carregado falei para minha amiga: Vou comprar um bilhete. Veio o babaca com a cerveja na mão e disse eu pago tua passagem. Eu me virei e disse é sério que tu vai me perseguir? Me erra se ficar atrás de mim ou eu chamo o segurança do metrô ou eu mesmo parto tua cara.
Qual foi a primeira coisa que o mauricinho bêbado me chamou?
54321?
Suburbana orgulhosa! Gritando.
E eu disse sou mesmo do subúrbio e trabalho e não preciso de um bêbado pagando minha passagem.
Seus olhos espumaram de ódio e minha amiga ficou cheia de vergonha de quem? De mim pois eu não aceitei a opressão, para ela eu tinha que ter aceitado o mauricinho da z sul pagar minha passagem e vir me cantando até o metrô passar. Essa é a classe média. No rj os senhores são a Z sul e os escravos o subúrbio e baixada é assim que eles nos enxergam.

Poeta da Colina disse...

Mundo de máscaras, de conceitos impregnados na pele, na alma, sociedade que cresce assim, mas gosta de se enxergar no espelho como alguma outra coisa. Algo mais politicamente correto.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...