ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 setembro 2012

Não tem imprensa no Brasil ( Pânico prova isso)

Não é só um programa,é uma lição de moral
Na China as pessoas sabem que não existe liberdade de imprensa e ponto final.
Aqui no Brasil todos acreditam que vivemos em um Estado democrático sendo assim a imprensa é livre.
Pior do que ser tratado como animal é não perceber que vive em um zoológico.Na teoria a imprensa não tem censura,na prática vive trancada a mando dos coronéis.
A imprensa brasileira está na mão de quatro famílias,todos os meios de comunicação e o que será ou não dito,são decididos por quatro famílias,bem ao estilo coronel mesmo,como se o Brasil fosse isso,quatro fazendas,quatro coronéis e o resto fossem escravos.
Tanto é assim que um jornalista da Folha foi se meter em um vespeiro,denunciando práticas da Rota e agora o perseguido é ele.
De política não podem falar,já que essas famílias tem seus laços e eles tem que ser respeitados,denúncias nem pensar,estragam o jantar deles.Depois fica chato porque uma família é obrigada a processar a outra para que seu nome não apareça no jornal,mesmo a família sendo de políticos e tal,não pode,complica a vida doce dos coróneis.
O México tem uma imprensa muito mais censurada do que o Brasil,é um dos países onde mais se assassinam jornalistas no mundo.Diante disso os jornalistas resolveram jogar toda a sua fúria no mundo dos espetáculos,detonam celebridades da maneira mais cruel e irreversível,quase com a mesma violência que os ingleses.
Já aqui a imprensa é tão frouxa,tão goiaba,que não reage a nada.Até dá para entender os jornalistas que por medo seguem a linha editorial e ficam quietos,finalmente suas vidas correm perigo,mas ter medo de celebridades?Isso é patético.
Celebridades sabem disso e começaram um novo joguinho,se chama -`Coitado de você se eu ficar cagadinho com tua reportagem´.
Um colunista da UOL,Tony Góes criticou Luana Piovani.Ela reclamou,xingou,bateu o pé.No dia seguinte ele publicou uma carta aberta de desculpas,chamando ela de musa e tal e agora só escreve coisas maravilhosas de sua musa.
Outro crítico de televisão,Mauricio Stycer foi chamado de `cobra ´ por Rafinha Bastos em um programa ao vivo `Roda Viva ´,não reagiu na hora,não disse nada e nem devolveu a gentileza depois,pelo contrário,fez de conta que não era com ele,escreveu um artiginho morno quase defendendo o direito de Rafinha de xingar.
E ontem no programa Pânico aconteceu a coisas mais inacreditável do mundo.O programa plantou a semana inteira que um integrante Eduardo Sterblich tinha assinado com a Globo.
Tem lógica a informação,Eduardo pertence a origens nobres do teatro,sua tia dirige o Teatro Tablado no Rio de Janeiro e isso explica porque atores globais não tratam ele da mesma maneira que tratam os outros inúteis do Pânico.Também junto com Carioca é o único que tem talento,o resto só está pendurado na aba deles.
A ida dele a Globo seria a coisa mais natural do mundo.Mas o Pânico plantou essa mentira de propósito e ontem disse que um novo comediante ia entrar no lugar de Eduardo,depois de três horas revelaram que Eduardo não saiu do Pânico e ia continuar lá,terminaram com uma frase bem deles -`ChupaGlobo´´.
Mas antes disso aconteceu o impensável.Emílio Surita pegou a cópia das matérias que tinham dito que Eduardo ia para a Globo e começou a dar lição de moral na imprensa,dizendo como a imprensa deve trabalhar,que deve checar fontes e tal,querendo ensinar missa ao Padre,só na pose de grande professor que ensina as crianças.
Ora,ora,ora,Emílio junto com o diretor do programa Alan é responsável por um programa violento,agressivo,misógino,machista,racista,preconceituoso e deu lição de moral na imprensa!
Eles mutilam mulheres ao vivo e querem dizer a imprensa como deve trabalhar!
Emílio só esqueceu de dizer,no calor da emoção,que quase todos os portais tentaram falar com Eduardo e a produção do Pânico a semana inteira,mas ninguém atendeu,por tanto essa informação não podia ser checada.
Mas por que Pânico queria dar uma lição de moral na imprensa?Porque estão cagadinhos,a imprensa vem dizendo que o programa está perdendo audiência,com o ibope ruim,a alta direção da Bandeirantes está irritada com os resultados baixos e existem umas brigas internas entre humoristas,é velha a história do humorista Ceará,que está infeliz lá dentro e de outros que reclamam do pouco espaço.
Emílio não gostou das críticas e resolveu se vingar,dando lição de moral,imagina alguém falar mal do Pânico,eles não admitem,quem se atrever a fazer isso será perseguido.
O que a imprensa fez?Abaixou as orelhas,não disse nada,mas eu me pergunto,quem são os idiotas do Pânico para fazerem a imprensa ficar quieta?
Por que a imprensa não aplica a lei do gelo neles?É só parar de falar neles,publicar qualquer coisa e em questão de segundos o Emílio e o Alan começam a mandar cestas de vinhos para todos.
Eu preferia estar na China e pensar que a imprensa não reage a nada por medo do governo,do que estar aqui no Brasil e ver que a imprensa não reage porque é cagona.
Medo da família Sarney todo mundo entende,mas do pessoal do Pânico?
Mas a vida é assim,se alguém como o Emílio,um ser desequilibrado, chega e dá lição de moral e as pessoas não reagem,não é culpa dele a idiotice alheia,as  pessoas montam em quem se deixa montar,a imprensa brasileira mostrou hoje que qualquer um dá bronca neles e ensina a trabalhar,bom,ser goiaba na vida tem seu preço,os outros invadem teu espaço e começam a dizer como você deve viver.
Agora além de quatro coróneis nos meios de comunicação ainda temos Emílio dando lição de moral.Estamos mesmo bem servidos.

Um comentário:

Poeta da Colina disse...

São apenas 5 conglomerados mundiais de mídia. Cinco controlam o mundo todo, e mais assustador ainda.

Liberdade de expressão. Isso virou muleta e proteção de tanta gente incompetente que eu não consigo mais acreditar.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...