ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 agosto 2012

Rihanna,pior do que apanhar é perdoar



Rihanna:apanhou,mas já conseguiu perdoar



Rara vez alguma celebridade fala alguma coisa importante ou que sirva para algo.Parece parte do trabalho de ser uma celebridade não falar nada com nada.Mas de vez em quando alguma se supera e diz coisas que só pioram a situação.
Dessa vez foi a cantora Rihanna em uma entrevista a Oprah Winfrey,onde contou sobre aquele famoso incidente,quando seu então namorado Cris Brown bateu nela durante uma discussão.
Ela disse que apesar de toda a raiva que sentiu durante o episódio,sabia  que ele precisava de ajuda,que ele tinha cometido erros e ela se preocupou com ele,tinha medo que as pessoas vissem ele como um monstro,quando na verdade era só um garoto precisando de ajuda.
Essa é uma das faces mais assustadoras do machismo,quando a mulher é convencida de que é o homem que bate que precisa de ajuda,não ela.O correto seria dizer que ambos precisam de ajuda,mas no meio do mar é melhor pensar em si e não no Romeu.
Eu nunca apanhei fisicamente de homem nenhum.Mas levei surras verbais que duravam dias e ainda ardem na minha alma.E sempre tive o apoio de minha mãe,amigas,tias e avó para entender o Romeu e compreender o lado dele.Eu era ótima namorada,porque era compreensiva e segurava a onda dele.
Apenas uma amiga me disse que aquelas humilhações estavam erradas,mas o resto do mundo me lembrou que homens não sabem se expressar como mulheres e as vezes dizem a verdade sem filtro,por isso magoam tanto,mas mesmo assim são boas pessoas.
Uma das minhas primas se casou com um rapaz que estava estudando,mas não trabalhava,vivia em uma crise existencial,sem saber o que fazer.Minha prima então tinha que fazer horas extras para sustentar os dois,mesmo ela estando grávida.
Todo mundo apoiou minha prima,dizendo que ela estava fazendo a coisa certa ao cuidar bem do marido,porque mulheres de verdade são assim, elas apóiam seus homens e bancam suas crises,mesmo quando essas crises fazem da mulher um saco de pancadas.
Só namorei homens que me davam surras verbais,mas eu era rápida na explicação.Um deles era filho de militar,então era assim, meio grosso mesmo,o outro não tinha pai,o outro a mãe largou de pequeno e ele ficou traumatizado,o outro o pai era severo,exigia demais.
Mas de tanto ver o lado deles passei por cima de mim mesma.Quando olho ao meu passado amoroso sinto uma profunda vergonha.Se encontro algum ex na rua atravesso logo a calçada,só para não ter que passar perto do meu horroroso e doloroso passado.
Isso só terminou quando levei tudo ao limite e namorei alguém que me fez mal em todos os sentidos e depois me trocou por outra.Fiquei no chão e fui obrigada a pensar em quantas coisas erradas aprendi de minha mãe,tias,amigas e avós.
Me libertei disso ao entender uma coisa,não sou psicóloga nem mãe de namorado.Eles tem seus traumas? Ora,também tenho os meus e isso não me dá direito a maltratar ninguém.
Não sou assistente social,não sou psiquiatra e relações não se constroem assim, na dor de alguém,nem no abuso.
O que Rihanna disse é terrível e assustador,passa uma mensagem errada,dá a impressão que as mulheres podem ceder e perdoar o Romeu,já que ele precisava de ajuda e realmente não queria bater nela,ela meio que assume a culpa,já que antes teve uma crise de ciúme,coisa que irritou o moço e daí começou a pancadaria.
Rihanna está certa em uma coisa, o rapaz precisa de ajuda,mas isso não é problema dela,ela não é mãe dele e o amor só de um lado não cura.Não adianta chorar e dizer que ainda ama,se eles voltarem ela vai apanhar de novo.
Se alguém precisa de ajuda que procure por isso,ninguém pode fazer nada por ninguém e menos ainda por uma pessoa violenta.
O rapaz é um descontrolado?Problema dele,Rihanna que não se confunda,que perceba logo que ela precisa de ajuda mais do que ele,porque quem apanha de um homem, seja verbalmente,fisicamente,recebe qualquer tipo de agressão,precisa de ajuda,para cortar o círculo e entender que não podemos ajudar ninguém e menos ainda a custa da nossa integridade.
Meus ex -namorados precisavam de ajuda?Não sei,mas eu precisei para sair dessas relações doentias e malucas.
Mesmo depois da surra que levou Rihanna ainda acredita que é ele que precisa de ajuda,quando uma mulher justifica a violência do homem, ela já perdeu a noção do perigo.
O que devemos querer e procurar em um relacionamento é amor,se queremos ajudar alguém então é melhor estudar psicologia e abrir um consultório,porque nos relacionamentos ninguém cura ninguém.E quem entra para curar e ajudar alguém sai do relacionamento em pedaços ou talvez morta.

2 comentários:

COISAS DA NEFASTA disse...

como sempre disse tudo...tudo pelo menos que eu concordo rs. Infelizmente o comum é não ver mulheres se desvenciliando disso. Hoje mesmo comentei num outro blog sobre algo do tipo, tenho um exemplo ainda vivo na família, digo isso porque só ela nao vê o final que terá. Como amiga não aguentei aconselhar, avisar, sacudir a pessoa, mostrar que ela tem amparo e não adiantar nada, então me mantenho agora uma telespectadora de uma relação estilo Jogos mortais, onde quem joga sabe que vai morrer e talvez sei lá, seja isso que motiva. Sei que é estúpido falar isso mas quando você não tem mais o que pensar sobre o que vê, acaba pensando besteira mesmo por não conseguir entender como alguém consegue ir se sujeitando a isso.

Alexandra Claudino disse...

A Rihanna é problemática. Se o Brown precisa de tratamento, ela mais ainda. Lembro que no fim do ano passado, quando vi o clipe de "We Found Love", fiquei muito chocada.
Claro que a Rihanna não produziu o clipe, talvez a concepção não seja dela, mas... Pra quem passou por agressão como ela - um cenário como o retratado no clipe é minimamente, bizarro.
Parece que ela vestiu a camisa e vai manter esse ciclo de violência.
A propósito, tá aí o link do meu "pitaco" sobre o clipe.
Espero que goste, veja o vídeo.

http://alexandracaradepaisagem.blogspot.com.br/2011/12/to-ficando-velha.html

P.S.: Belo texto. Recomendarei.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...