ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

06 agosto 2012

Revista Veja: contribuindo para um país pior




Nina e Carminha: mais alienação impossível

Como a maioria dos brasileiros adoro novela. Acredito que as novelas no Brasil são um mapa social, um estudo que revela o que o brasileiro sente em relação a muitas coisas.
E hoje na fila do supermercado vi a capa da Revista Veja desta semana,as duas personagens principais da novela Avenida Brasil, Nina e Carminha.
Não acreditei. Em si a Revista Veja não representa muito, é apenas um manual para a classe média, que sem ela surtaria, sairiam as ruas babando, sem saber que filme assistir, que comida comprar e o que consumir ou pensar.

Mesmo assim a revista tem uma circulação enorme e assusta pensar que estamos no meio de um dos maiores escândalos de corrupção do país, que demos um vexame histórico nas Olimpíadas e a Veja tem coragem de dar a capa a uma novela, como se fosse revista de fofoca.
E digo que demos um vexame nas Olimpíadas para o mundo, não para nós.Todos os brasileiros sabem que ninguém apóia os atletas que rara vez contam com patrocínio, que eles estão largados de todos, que o governo nem perde seu tempo com eles. Mas para o mundo somos a sexta maior economia do planeta, somos os ricos agora e quando viram aquela delegação entrar na festa, lindos e sorridentes, poderosos, todos esperavam mais.

E uma revista como a Veja resolveu perder tempo com uma novela. Dizem que é um sucesso, por isso mereceu a capa. Não duvido que seja, mas não é o principal no país e não podemos chegar a esse nível de alienação.
Inacreditavelmente dizem que a novela é um fenômeno, ora, fenômeno é um país que é a sexta economia do planeta e tem tanta miséria, 15 milhões de analfabetos e 200 mil moradores de rua, 20% da população vive sem saneamento básico, isso sim é um fenômeno.
E o que eles dizem sobre a novela? Contam a história, Nina foi abandonada por Carminha em um lixão e anos depois volta para se vingar,mostrando o poder da fome de vingança.

A novela mereceria capa de todas as revistas caso Nina tivesse sido completa na sua vingança. Primeiro ela volta e acaba com Carminha, depois vai em cima do governo, vai para Brasília e derruba quem está no poder.
Porque ela foi abandonada por Carminha, mas depois pelo Estado, que porra de vingança é essa que não inclui o Estado? No mesmo dia que ela foi largada lá no lixão assistentes sociais deveriam ter aparecido e levado a menina a um abrigo. Mas ninguém apareceu, porque o Estado não aparece nunca, e por que ela não ficou com raiva disso? Ninguém se mexeu para ajudar a menina, que foi explorada e sofreu horrores e essa parte não tem nada a ver com Carminha, tem a ver com o Estado que aborta todas as crianças e não perde seu tempo com eles.
Ninguém repara nesse detalhe, a ausência do Estado. Pelo contrário, pesquisas mostram que a satisfação com o governo bateu recordes.

E por que não seria assim, se agora podemos comprar biscoitos recheados e geladeiras? Pensamos que isso é um direito que nos foi devolvido, não um gesto de consumo. O governo é muito bom com todos nós, tira impostos de algumas coisas para poder endividar a todos, em um gesto democrático.

Fica todo mundo hipnotizado em frente a televisão, acompanhando Nina como se ela fosse fazer a diferença na vida de alguém.
Enquanto isso o sistema público de saúde e particular colapsou, as estradas são as mais perigosas do mundo, nossa conta de luz é a mais alta do planeta, o sistema educacional faliu. E o Estado nem se mexeu.

A Veja correu atrás do prejuízo, com queda nas vendas coloca um assunto quente na capa, assim garante o lucro da semana. Tantos assuntos importantes, urgentes de serem tratados  e preferem falar de novela, como se nada estivesse acontecendo no Brasil.
É, esse governo merece mesmo o alto índice de aprovação que recebeu, descobriu os grandes amores dos brasileiros, novela e biscoitos, e assim dobrou a todos, até a imprensa. Se estamos na sala assistindo nossa novela e comendo nossos biscoitos nem abrimos a janela, nem reparamos que vivemos em um país corrupto e desigual.

Talvez Nina tenha que entrar na nossa sala e avisar que o Estado fez com os brasileiros o que Carminha fez com ela, jogou no lixão e saiu rindo.

Iara De Dupont



2 comentários:

Luciana disse...

Iara, vc é ácida.Mas sabe q gosto? Gostei de novo do texto!Desta vez vou compartilhar no face.

Anônimo disse...

Ai... Fantástico! Que emoção! Preciso me expressar: antes de terminar de ler este texto, é ótimo "ver" alguém dizer, pensar, escrever sobre a revista Veja como ´... é apenas um manual para a classe média, que sem ela surtaria, sairiam as ruas babando,sem saber que filme assistir, que comida comprar e o que consumir ou pensar.'
Sabe, é aquela "coisa" que parece que só a gente pensa sobre determinado assunto e chega a pensar quase que a vida toda que é a gente que tem problemas mesmo e até achamos que é por isso que não nos encaixamos em lugar nenhum mesmo. Adorei, Iara!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...