ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

12 julho 2012

Padre Solalinde carregando bandeira sozinho



Padre  Solalinde, agora sim está sozinho
Uma das piores lições que se aprendem neste mundo é o quanto estamos sozinhos. Bandeiras sejam grandes ou pequenas, são carregadas por uma só pessoa, rara vez em caso de problemas alguém se joga na água para salvar quem está se afogando.
Mas quando se carrega a bandeira de uma instituição não tem erro, será um calvário solitário .
Na hora de defender alguma causa é melhor mesmo agir sozinho e contar apenas com a ajuda de Deus, assim as decepções serão menores.
Como a do Padre Solalinde, um padre mexicano, que fundou uma ONG de proteção aos imigrantes, perto da fronteira com os Estados Unidos. Milhões de pessoas vão ao México tentando atravessar para os Estados Unidos,de todas as partes de Centro América. Muitos são roubados na fronteira e nem chegam a cruzar, por isso correm ao Padre, que os ajuda a voltar a seus países e dá abrigo, garante a sopa e conforto a quem já perdeu tudo.
Essa foi a missão principal do Padre.Com o tempo ele percebeu que essas pessoas eram mais do que roubadas e alguns que tentavam atravessar a fronteira acabavam voltando, contando coisas terríveis .
Do que se sabia sobre cruzar a fronteira é que os imigrantes podiam ser presos e mortos por policiais americanos, ou morrer de frio e fome, abandonados pelos seus coyotes( uma espécie de guia que os levava até o outro lado).
Mas as histórias que alguns sobreviventes voltaram para contar parece a descrição do inferno. O caminho entre um país e outro, foi invadido por traficantes, que descobriram uma fonte de renda extra.Mulheres são levadas por eles a rede de exploração sexual e homens são levados para serem usados como mulas e os mais saudáveis serão mortos para alimentar o tráfico de órgãos e as crianças vendidas a redes de pedofilia.
O Padre Solalinde botou a boca no trombone.Foi atrás e descobriu uma rede que envolve desde policiais até políticos de ambos países ,México e Estados Unidos.Diante do número pequeno de prisões o Padre descobriu que os policiais americanos estavam prendendo os imigrantes e vendendo eles aos traficantes, pagando 3 mil dólares por homens e 5 mil por mulheres.
A fronteira então virou um grande negócio, um fluxo constante de pessoas que caem nas mãos dos traficantes e acabam virando escravos.
Foi questão de tempo descobrir isso e ser ameaçado, até hoje oferecem 3 milhões de dólares pela cabeça do Padre. Com tudo isso ele teve que se esconder durante uns meses,mas resolveu voltar agora a seu abrigo, onde tem sua ONG, em Oaxaca.
Em uma entrevista disse que volta porque nenhum pastor abandona suas ovelhas ao lobo e acredita que Jesus deu essa missão. Recusou ofertas de asilo em países estrangeiros e voltou ao trabalho.
Falou sobre a má vontade política e sua grande mágoa com a Igreja Católica.Garantiu que passou meses contando os horrores que tinham chegado aos seus ouvidos e pediu ajuda, qualquer tipo de ajuda a Igreja diante desse holocausto que acontece na fronteira.
A resposta ?Silêncio. A Igreja que ele defende o deixou sozinho. A Igreja que prega tolerância, clemência,abandonou o Padre. Nenhuma ajuda, nem econômica, nem moral.
O Padre tentou aliviar o lado da Igreja, dizendo que a causa é dele e ninguém é obrigado a ajudar, mas reconhece que a Igreja católica tem interesses próprios e não está preocupada com causas alheias.
Finalizou a entrevista dizendo que está nas mãos e no tempo de Deus e aprendeu da pior maneira possível que quando abraçamos uma causa trabalhamos para Deus, não para uma instituição. Tomara que Deus não abandone ele,porque o resto do mundo já abandonou.





Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...