ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 abril 2012

Todo mundo tem seu Titanic



Quem não tem seu Titanic ?

Depois do sucesso do filme Titanic li uma crítica de uma psicóloga, explicando porque multidões entravam nos cinemas, mesmo sabendo de antemão o fim da história. Ela dizia que as pessoas estavam hipnotizadas pelo filme porque aquilo de uma maneira ou outra representava a vida delas. Quantos já trabalharam anos em alguma coisa, em algum relacionamento  e vêem ele afundar na sua frente? Quantas vezes estavam felizes, bem, comemorando e segundos depois tudo cai em um abismo de gelo? O barco era isso, os sonhos que somos obrigados a largar, a ver sumir no meio do mar, de repente um destino cruel que atravessa sem avisar e leva tudo embora.

Todos temos nossos Titanics. E isso parece fascinar tanto que agora na semana do centenário só se fala disso. Portais publicam reportagens sem parar e a televisão exibe todos os documentários sobre o acidente.


Só a identificação que sentimos explica tanta comoção. A história da humanidade tem tragédias piores, mais vergonhosas e mais dolorosas do que a do Titanic. No barco morreram mais de mil pessoas, coisa a se lamentar, mas muitas tragédias tem levado a vida de milhões de pessoas e ninguém parece se comover com isso. Quem caiu no mar morreu congelado, em menos de dez minutos. 


Quantas mortes trágicas levaram semanas e meses?

Tanto falam nesse barco que já cansei, decorei milhões de detalhes de tantas histórias que escutei. Lamento por todos que morreram, mas lamento por todos que morreram na história da humanidade até hoje.

Mesmo assim me sinto identificada. Construí com minhas mãos barcos que afundaram. Acreditei piamente que iam me levar a novos portos e uma vida melhor e vi eles afundarem na minha frente, vítimas de icebergs misteriosos que a vida mandava. Eles afundaram, mas eu fiquei e com isso ficou a lógica da vida, temos que seguir, continuar, mesmo que a mente perturbe com a lembrança, o coração aperte e o tempo fique frio.


Os barcos afundam mesmo e levam sonhos.Titanic foi construído para não afundar e ser um exemplo de luxo. Mas a matéria tem seu próprio destino, ao contrário de nós, que somos construídos para não afundar. O mar muda, os ventos mudam, a vida muda, mas nós mudamos junto. O barco afunda, mas nós ficamos. Sempre tem um bote salva vidas por perto. Ficar por perto querendo chorar pelos mortos e tirar do mar o que ele levou, apenas consome. Não somos desenhados para ficar no passado. O presente empurra e o futuro espera. O barco afundou? Paciência, o mar ainda está na nossa frente, o caminho ainda é longo e a vida ainda é curta. Lá vamos nós de novo.


Iara De Dupont

2 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Irmã Lara, estive a ver algumas coisas em seu blog, e dou graças por haver pessoas que se interessam em divulgar a Palavra de nosso Deus. Desejo deixar um convite, tenho um blog com o nome de Peregrino e Servo, se desejar fazer parte, eu ficaria radiante em tê-la como minha amiga virtual, isto é, se desejar, se não, ficamos amigos na mesma. Decerto irei retribuir seguindo o seu blog também. Um obrigado e muita paz e graça do Senhor Jesus.

Poeta da Colina disse...

Foi uma história muito bem contada, em um momento certo, que uniu o amor a tragédia, e a lembrança ao homem de que ele não é invencível.

Talvez umas questões. Mas acho que é apenas uma história bem contada.

A tragédia em si, com isso ninguém se comoveu pode ter certeza.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...