ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

28 abril 2012

A fantástica teoria de Galisteu-Galisteu




A musa Ana Hickman e a "sábia'' Adriane Galisteu 
Machismo na boca de homem é uma tragédia. Mas como ele não sabe o que é ser mulher se entende a influência cultural. E quando o machismo sai da boca de uma mulher? É uma das piores agressões que uma mulher pode fazer a outra.

O fracassado do meu tio sempre profetizou que eu seria a primeira a casar e ter filhos, segundo ele porque eu falo demais.O problema seria quem teria coragem de se aproximar e me amansar?
Quem nunca escutou alguma coisa assim?
Mulheres como eu de opinião forte sempre escutaram isso, um dia a festa acaba e seriam finalmente domadas por algum homem. Até hoje meu pai me diz isso, que ainda vai me ver obedecer um homem. Meu irmão também torce por isso, dizendo que vai me ver apaixonada fazendo tudo o que o benhê quiser.

Vivemos em uma sociedade que acredita que a mulher tem que casar e ser mãe, só então será cidadã. Muitas mulheres sofrem uma pressão enorme quando decidem não ter filhos ou não se casar. Eu mesma decidi não me casar e o preço é muito mais alto do que parece, já que então minha sexualidade seria o motivo. Minhas tias pensam que se eu gostasse de homem, eu casaria. Difícil explicar que gostar de homem não é o suficiente para renunciar a minha vida. Meus pais me vêem com a filha caçula, às ordens deles, agradecem a Deus, se eu não me casei, então estou condenada a cuidar deles, já que não tenho marido para cuidar.

Vejo amigas que decidiram não ter filhos e não frequentam reuniões familiares, cansadas de tantas perguntas. Imagina, que mulher não quer ter um filho? Isso só pode ser doença ou falta de vitaminas, pior, pode ser um desejo de vingança, a mulher fica com raiva do homem e quer negar a paternidade a ele.
Na sociedade a mulher não existe antes de casar e parir. É uma escolha dura não fazer essas duas coisas, porque todo mundo massacra. Mas massacre de uma mulher com outra não tem perdão.

E nessa semana uma famosa levou esse sabão. Adriane Galisteu, no desespero por uma gota de atenção, puxou briga com Ana Hickman, a base é a mais pura e ácida inveja que possa existir no mundo.
Adriane disse no seu programa - Um filho vai melhorar muito o jeito dela ( se referindo a Ana ).

Fui correndo fazer as contas. Adriane teve um filho há dois anos, quis saber se ela melhorou. Bom, ela não voltou a estudar, não se atreveu a abrir nenhum livro, posou nua outra vez, exagerou na cama bronzeadora e acabou em um programa de fofocas igual ao da Sônia Abrão ( mas com photoshop ).
Então me atrevo a dizer que filho não muda  nem melhora nada. Já Ana continua cada vez mais linda, elegante, se preparou e se deu o trabalho de estudar.

Foi de um nível baixíssimo dizer isso. Esquecendo do machismo, cruza a crueldade. Galisteu não sabe porque não sabe ler, mas existem milhões de casais que simplesmente não conseguem engravidar. Ana pode ter decidido não ter um filho agora, mas ninguém sabe se ela e o marido podem, por tanto mexer nesse território é infeliz e delicado, não se sabe e não é problema de ninguém as decisões ou dilemas que um casal enfrenta. Galisteu não sabe dos motivos ou escolha e sim, é possível uma mulher decidir não ser mãe, isso é muito mais comum do que parece e até hoje não existem registros de que alguém tenha morrido por decidir não ser mãe. É uma coisa pessoal, uma decisão particular, mas Galisteu encostou nisso apenas porque foi movida pelo ódio, pela inveja, pela mesquinharia.

Galisteu sofre da síndrome do vazio, assim como outras loiras na televisão. Não se prepararam e o tempo passou. Hoje não tem mais nada  a oferecer e o  bronzeado já ficou laranja. Sem nada a dizer começa a atacar, mas infelizmente até para atacar a pessoa tem que ser inteligente, senão fica assim como ela, ridícula, falando mal de uma outra mulher dez anos mais jovem, linda e preparada. Mais machista impossível.


Iara De Dupont

4 comentários:

Sandra Botelho disse...

Que feio isso da Galisteu...Não se sustenta com seu proprio talento, precisa atacar alguem...Ridiculo. Bjos achocolatados

Carolina disse...

Acho de uma independência enorme as mulheres que não querem ter filho. Não é o meu caso, pq sou louca para ter um bebê, mas acho de um amor consigo mesma muito grande. Explico, rs... : acho que a maioria das pessoas, não somente das mulheres, têm filhos por motivos essencialmente egoístas. Nunca vi uma pessoa dizer querer ter um filho pq considera que já é madura o suficiente, que poderá dar uma boa educação, pq tem condições materiais favoráveis, etc. As pessoas, pelo menos ao meu redor, que tem filhos, tiveram para se auto-afirmar, para terem a sensação que estavam construindo uma família, para ter uma "pessoinha" capaz de alimentar o ego delas. Ainda não tive filhos, pq realmente acho que tenho que amadurecer algumas questões antes de tê-los. Mas, às vezes, ao ver uma criança sofrer pela precipitação dos pais, vejo o quanto a maternidade, apesar de ostentada socialmente, pode ser tb muito desvalorizada.
Beijos,
Carol
www.artesdcarol.blogspot.com

Anônimo disse...

concordo com a carol. sou da mesma opiniao. nao quero ter filhos, pois penso que seja um egoismo sim. deve-se pensar na vida que eles terão, no meio ambiente (talvez seus filhos nao tenham água em 15 anos), nas questoes sociais, enfim, mil coisas. mas elas são movidas pela vontade de ter alguem que os admire, que os imite. alguem pra realmente chamar de seu.

Anônimo disse...

E engracada a natureza humana... A maioria das pessoas que julgam as mulheres que escolheram nao ter filhos, as acusando de egoismo, pois "somente uma pessoa muito egoista recusaria a bencao da maternidade!", sao as mesmas pessoas que morrem de dor de cotovelo, pois nao podem desfrutar do mesmo nivel de liberdade, entao e mais facil atacar as pessoas que fizeram uma escolha consciente de vida que nada tem a ver com egoismo, so para se sentirem melhores consigo mesmas...

Para mim nao ha nada mais egoista do que trazer uma crianca ao mundo so para dar satisfacao a sua familia e a sociedade. Muitas maes que conheco nao tem nenhum talento para a maternidade, mas ainda assim trouxeram um filho ao mundo so para nao "ficar para tras"... Pura competicao! Isso sim para mim e egoismo!

O mundo esta tao podre e a vida tao desumanizada que trazer uma crianca a este planeta se torna um ato egoista e irresponsavel, nao o contrario!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...