ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

26 fevereiro 2012

A classe média paulista contaminou o mundo...



Recentemente analisaram batons de duas grandes marcas de cosméticos, a L´Oreal e a Maybeline e encontraram chumbo além do permitido.
Não me surpreende, já que são duas marcas que usam animais em testes de laboratório e acredito que a ética é uma linha reta, sem curvas, uma vez que se dobra não endireita mais.  Se não faz diferença usar animais, muito menos fará pensar no bem estar do consumidor.

Mas não fez nenhum vendaval essa revelação. Simplesmente porque o mundo chegou a um ponto mental idêntico a classe média paulista. Sempre falo que as leis em São Paulo são cumpridas ao pé da letra, se são do gosto da classe média, caso contrário, elas vão para a gaveta.

A classe média tem uma linha mental bem definida. Paga seus impostos, acredita em Deus, acha que são quase ricos e donos de uma moral intocável, um exemplo de retidão,as famosas pessoas de bem. Não encostando no jardim deles, eles são capazes até de sorrir.

Não sei como isso contaminou o mundo. Em uma entrevista um economista americano dizia que a China tem apenas dois fatores em contra diante das exportações, a questão da devastação ambiental e as diferenças éticas com o Ocidente, como por exemplo, matar cachorro para comer, coisa que no Ocidente consideramos um crime hediondo.

Todos sabem que os produtos chineses vem de fábricas que usam trabalho escravo e infantil. Sabemos que a China não tem matéria prima suficiente, então nem nos atrevemos a pensar no que jogam nos produtos que recebemos.
O mundo sabe disso e não faz nada. Simplesmente porque viraram a classe média paulista, não querem ser incomodados nem deixar de consumir. Querem ir se divertir de vez em quando na vinte e cinco de março ( rua de comércio popular), querem sua pizza nos sábados e comer comida chinesa no domingo.

Os batons analisados nos Estados Unidos não são produzidos na China, o que dá mais medo então, já que seguindo as leis americanas deu problema, imagina lá na China sem vigilância, o que eles são capazes de produzir.

O oftalmologista me disse que tem mais de dez pacientes por dia, apenas por alergia a maquiagem, de duvidosa procedência, aqueles estojinhos lindos que circulam pela net e encantam a todas.

E agora? A Maybeline é uma empresa séria, quase idônea, bem a cara da classe média e tem chumbo nos batons.
Quem se importa com isso? Vamos consumir! Todos se acham incríveis por trabalhar e ter grana para consumir, fechando os olhos e ignorando as matérias primas usadas, como se o corpo humano fosse de ferro e pudesse engolir qualquer coisa.
Sabemos que a China é capaz de torturar um animal de maneira que até Deus duvida ( Viva o site Terra que esta semana se atreveu a publicar as fotos mais chocantes que já vi, de uns ursos presos e torturados na China), torturar um animal ou colocar veneno em produtos usados para o consumo humano é a mesma coisa.

Ao consumir produtos chineses deveríamos estar atentos a químicos e substâncias usadas. Mas nada disso é problema da classe média, como diz minha tia ''Não está na lista das prioridades''. Pagar o carro, o financiamento da casa, a casa da praia, a faculdade do filho, o casamento da filha, a cirurgia da vó, a reforma do banheiro, conhecer Buenos Aires, é uma lista imensa, que não termina nunca, já que a classe média é naturalmente predadora.

Não é problema de ninguém o chumbo nos batons. Os chineses devem rir disso, eles sabem que o chumbo não está só nos batons. Está na sopa da classe média.

Iara De Dupont 

Um comentário:

Patricia disse...

ahaha,verdade,tudo isso tbm me enoja...e a 'bunita'se aaacha,com aquele 'batume' na cara inteira,e acha feio quem não usa....mal sabem eles...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...