ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

02 janeiro 2012

Ai que nojinho! É a classe C chegando!


Em uma entrevista com os atores e a direção de uma série de televisão ''Tapas e Beijos'' da Rede Globo, um repórter perguntou se o sucesso do programa se devia a ter caído no gosto da classe C. Na hora os atores e a direção pularam da cadeira. Não, eles não fazem o seriado para a classe C, é um produto que todo mundo gosta, mas não direcionam para nenhuma classe específica.

Em uma entrevista Rodrigo Faro garante que seu sucesso se deve ao saber falar com a ''classe C ''.

Já Marcelo Carvalho, marido da apresentadora Luciana Gimenez,  disse que os perfumes que ela vende são caros porque a imagem dela corresponde a classe A e B.

Eu nasci no Brasil. Adoro, gosto demais aqui. Mas  acho o Brasil cafona e limitado, com uma educação quase feudal, com restos de monarquia e o pensamento dominante do coronelismo.

Muitas vezes vejo fotos de celebridades na praia, caminhando e ao lado a babá empurrando o carrinho da criança, como a se a mãe fosse uma Sinhá, incapaz de empurrar um carrinho. Ainda vejo muito essa cafonice de ostentar, de acreditar que ser bem sucedido é ter dez empregados.

Também me tira do sério essa mania de copiar de lá fora o que se acha certo. No mundo inteiro se fala de bullying, então o Brasil também fala, mas nem sabem o que é isso, não se dão ao trabalho de procurar saber. O programa Pânico  pratica o bullying  na cara dura e ninguém se incomoda. Eles são claros, quem não quiser brincar com eles vai ser perseguido e pagar por isso.


E agora essa alergia a ''classe C ''. Nos comentários sobre as festas de ano novo sobrou isso de dizer, a nova classe C, a classe C e tal, como se fossem um estranho no ninho, uma coisa invadindo o sistema.


Um ponto esclarecedor sobre essa classe C: não são leprosos, não tem doenças contagiosas. Essa mania de falar deles esconde um desprezo, uma indignação da classe A e B, que não aceita novos membros.

Falar tanto deles é uma maneira de esconder o nojo, as pessoas que se acham de famílias quatrocentonas, herdeiras de fortunas e títulos de nobreza, vem a classe C com  medo, como se fossem  roubar suas coisas.

A televisão fica apavorada , não pode perder público, mas aceitar que faz um programa que a classe C adora causaria um mal estar em toda a equipe envolvida, já que todos são lordes e princesas estrangeiras.

Quais são nossas chances reais de chegar a um ponto de igualdade se prevalece essa mentalidade de divisão de classes?

Nenhuma empresa quer dizer publicamente que se dirige a classe C, para que o produto não pareça barato. Quando ''O Boticário'' disse que pretendia alcançar outro público falou de preços acessíveis, sem mencionar a classe C.


A classe C não é uma classe que sai dos presídios, presos por homicídio, crimes hediondos. São pessoas que trabalham, que fazem o que podem para melhorar enquanto o sistema frustra seus planos, são pessoas que merecem todo o apoio, apenas pelo fato de continuar trabalhando em péssimas condições e vivendo na desigualdade. Representam o Brasil muito melhor do que essa classe A e B que acredita ser herdeira das casas reais europeias.


O Brasil está na classe C, essa classe que vai subir e talvez quebrar esse círculo vicioso de divisão social. E a classe A e B tá  na hora de lavar prato, empurrar carrinhos de bebês, porque são vocês que envergonham o Brasil com esse comportamento mesquinho. A mentalidade da classe A e B é a verdadeira  miséria deste país.


Iara De Dupont

Um comentário:

Joice disse...

Bah, o que que sobra pra mim que sou classe D??? vão vomitar em cima de mim... kkkkkk

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...