ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

18 outubro 2011

Amizades erradas


Difícil definir a palavra amigo. Até porque é um relacionamento difícil de definir também. 
Comecei a perceber a importância de alguns amigos quando conheci um. Fiquei amiga dele e saímos muito. Levei tempo para perceber as roubadas que ele me metia de um jeito ou de outro. Mas ele era meu amigo e a gente se divertia, o que me levava a acreditar que ele não tinha nada a ver com o que acontecia de errado comigo.

Na dúvida e graças ao meu temperamento radical cortei a amizade. Parece feio dizer isso, mas às vezes temos que cortar os erros da nossa história, como se fossem fios se desfiando da roupa.

Não tenho mais dó de fazer isso. Se sinto que a pessoa não contribui na minha vida com nada positivo, não traz coisas boas, eu desapareço mesmo. Se eu tivesse feito isso com meu amigo teria me salvado da pior experiência da minha vida.

Digo tudo isso porque alguém me disse que amigos são eternos. Sim, os bons amigos. Mas não temos apenas bons amigos, sem querer de um jeito ou outro trazemos as nossas vidas pessoas tortas, que não trazem coisas boas. Começamos a amizade de um jeito estranho e quando abrimos os olhos essa pessoa faz parte da nossa vida. Até nos acostumamos com o jeito dela, mesmo que ela nos detone.

Amizades são como faxinas, de vez em quando temos que me mexer o sofá e limpar tudo, perguntar se vale a pena, se está sendo uma boa amizade.
Logo achamos os tóxicos, os amigos que não valem nada. Ajudam a fazer besteira, a beber, dão conselhos errados.

Posso dizer que um amigo me meteu em encrencas, parece que jogava pilha, e eu boba, confiava nele. Mas sei de pessoas que acabaram na cadeia por amizades erradas.
Tem gente que diz  ''Não tenho coragem de cortar essa amizade''.
Eu nem pensei nisso. Gostava dele. Sai fora quando comecei a juntar os cabos e vi que ele sempre estava presente nas minhas encrencas. Comecei a lembrar de coisas ditas e lembrei de todos os amigos dele, pessoas que eu não considerava boas.

Quem não tem coragem de cortar uma amizade ruim pode escrever na pedra que vai ser questão de tempo isso dar errado. Ficamos com pena, vergonha, até culpa e vamos aguentando a pessoa.

Mas dizem por aí que se precisa de uma gota de veneno para estragar o conteúdo de um balde. O problema é que o balde somos nós e na hora de virar, vamos virar sozinhos sem esses amigos errados. Melhor mesmo é ficar longe. Desde que deixei de falar com essa pessoa me invadiu uma sensação de alívio, de coisa certa. Pena que me ferrei tanto antes de perceber isso.

Iara De Dupont

5 comentários:

Poeta da Colina disse...

Falam que não saio muito, que nem sempre agrado. Mas ao menos os poucos que permancerão, é porque quiseram.

Acredito mais a cada dia que semalhantes, são poucos e raros.

Rosi Rosa disse...

Li! Amei! Sob medida pra minha inquietação. Até que ponto vale a pena, ando me perguntando. Amizade? Acho que não, na verdade não é mesmo...pessoas que dizem a palavra, mas que agem com tamanha inconsequência...e me ferrei, me doí...e ainda tinha esperanças...agora não mais!
Obrigada por ajustar meus óculos!

Viviane Perotto disse...

Como dizia Caio Fernando de Abreu:
"Gosto de pessoas doces, gosto de situações claras; e por tudo isso ando cada vez mais só."
E completaria...mais dona e amiga de mim mesma e mais feliz!

Poisdron disse...

Às vezes eu consigo sumir, principalmente quando me dou conta que sou "livre". O interessante é saber quem se importa quando você faz isto, e quem não está nem aí quando você volta...

Anônimo disse...

Como em um post anterior seu: envelhecer trás sabedoria e também ando cortando muitos pseudo-amigos da minha vida!!!
Bjos
Tamis

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...