ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

24 agosto 2011

Não se explique


O problema do excesso de peso é que te leva a um mundo estranho. Basta ver os blogs de meninas cheinhas, dedicam linhas para dizer como se sentem bem, apesar de não estarem no padrão da mídia.
Todo esse tempo dedicado acaba sendo um desvio. Quem é magro, vive, quem é gordo justifica a existência garantindo se sentir bem.
Parece então que o gordo tem uma preocupação maior com o corpo, parece que o corpo guia tudo. Isso só acontece porque não está nos padrões.

Eu também alucinava com isso, até começar a reparar em mim. Percebi que não estou nos padrões, mas os padrões também não estão em mim. Se o mundo tem reclamações sobre minha figura, também tenho uma lista de queixas com o mundo.


O gordo se preocupa em dizer que está feliz, como se alguém pagasse suas contas. O padrão que existe só vai deixar de existir o dia que ninguém mais prestar atenção, mudar o foco ou deixar de se interessar.

Isso só vai acabar quando as pessoas aceitarem que somos diferentes e nem por isso melhores ou piores. Parece discurso de comercial de refrigerante, mas quem está no padrão fica quieto, quem não está manda dizer que está bem. Somos nós que consumimos esse padrão, certo ou errado, mas nós sustentamos que de um jeito ou outro sustentamos essa ideia, do padrão certo e do padrão errado .

Se todos no mundo fossem magros, o problema ia ser outro, qual seria? Não sei, mas o ser humano não lida bem com  nenhuma diferença, algo seria encontrado para marcar bem que existem duas maneiras de viver, a certa e a errada.


Para que perder tempo fazendo isso? Eu não me explico. As empresas também não, o governo, nem meus vizinhos se explicam.


A indústria contaminou a água, matou animais e acabou com a Terra. Alguém se explicou? Não. Então os gordos não tem que explicar nada, nem sair gritando que são felizes e se aceitam. Problema deles o que sentem ou deixam de sentir, se ninguém paga suas contas não interessa como a pessoa se sente, isso é problema dela e de sua vida, quem quiser ficar gordo que fique, não deve explicação nem a Deus.

Eu não devo explicações a ninguém pelo meu peso, pago meus impostos, tolero meus vizinhos e cumprimento conhecidos. Ninguém tem nada a ver com quanto peso ou deixo de pesar, se quiserem saber primeiro que paguem minhas contas, depois eu falo.


Cansei de me justificar e explicar porque as pessoas sempre estavam me perguntando se eu ia emagrecer ou não, ora também quero saber se o mundo um dia vai chegar a paz  e vamos todos ser felizes.


Pessoas empurram os gordos, perguntam, questionam, como se isso fosse problema delas, principalmente a família. E ninguém tem nada para fazer além de vigiar o peso do gordo? Não sobra um tapete para lavar?


Aos magros ninguém pede explicação. Mas eles estão no padrão! Ah, boas notícias! O mundo já não tem padrão nem moral, vai ter de aparência física?


Falam muito que gordos estão fora do ''padrão estético'', mas ninguém fala das pessoas que estão fora do ''padrão moral e ético''. Nenhum ser humano tem moral de encher o saco do outro pela sua aparência, finalmente parece que o mundo um dia vai explodir e quando isso acontecer vamos todos, não apenas os gordos.


E caminhamos rapidamente a um destino desconhecido, onde não faz nenhuma diferença ser magro ou gordo. Estamos todos no mesmo barco. Explicações sobram. E nada disso vai nos salvar.


Iara De Dupont

4 comentários:

Vida de uma ex Drogada disse...

Iara,

Adorei teu espaço, tua sinceridade e maravilhosa.

Thaise disse...

Adorei!

Thaise disse...

Adoreiii

Anônimo disse...

Essa é a verdade nua que gostamos de ler

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...