ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

25 agosto 2011

É hora de sair do coma


Segundo o Wikipedia coma é  '' ....  o estado no qual uma pessoa perde completa ou parcialmente a consciência,não tem reações nervosas, ou reage pouco ou nada a estímulos externos''.
Como tudo neste mundo nos limitamos a acreditar que é isso mesmo, o que está nos livros. Coma é uma tragédia que acontece na vida de alguém e essa pessoa fica no hospital , entre quatro paredes e não sai de lá.

Mas o que seria ''coma'' fora disso? Não ter dinheiro. Quando não se tem dinheiro se vive em coma, limitado a um universo, sobrevivendo, esperando um milagre. Se vive em um mundo onde as possibilidades existem apenas na mente e nos sonhos. Todos os dias a pessoa vê a mesma parede diante dela .


Enquanto isso quem tem dinheiro vive. Viaja, compra, muda, viaja de novo, investe, cria. Quem tem dinheiro conhece todas as belezas do mundo.


Por isso achamos a vida desigual, porque é como um grande hospital. Dois terços estão em coma, deitados, olhando para o teto, rezando e esperando melhorar. A família espera também, pede a Deus, vai na igreja encomendar missa, faz corrente pela internet.

O que restou da humanidade que não está em coma, está se divertindo, levando a vida que todos deveriam ter. As pessoas compram revistas de celebridades, com fotos da casas, aquelas que todos deveriam morar.

O que pode acontecer no coma? A pessoa pode voltar, como um milagre. Então o dinheiro também pode ser assim, aparecer por milagre e levar essa pessoa a uma existência melhor. E se todos acordassem do coma? Melhor ainda. Cada um faria o que quisesse com seu dinheiro, não existiria mais essa preocupação com todos, cada um seria responsável de ir atrás da sua felicidade.


E possível ser feliz sem dinheiro? Não, ou talvez sim, seria como viver com uma eterna dor de dente, levando, fingindo que não está ali, mas ainda assim dói.

Dinheiro não é matéria, é a energia que traz alegria. Quantos sonhos se podem realizar sem ele ? Poucos.

Deve ser triste ver o mundo lá de cima. A visão deve ser a de um corredor de hospital, com bilhões de camas. Todos em coma. E lá fora no jardim apenas alguns se divertindo.

É hora de sair do coma.

Iara De Dupont

4 comentários:

G disse...

Concordo. Hipocrisia dizer que dinheiro não traz felicidade. Traz sim: trz a comida, o remédio, a casa, coisas básicas sem as quais o ser humano não pde viver e aquelas que proporcionam mais momentos felizes. Dinheiro não é tudo, não é o principal, mas é muito importante. Quem dera se todos tivessem o suficiente para serm felizes. O problemas é que muitas vezes as pessoas nunca estão satisfeitas, aí vem a ganância, a necessidade de passar o outro pra tras pra conseguir mais e mais. Enfim, nada é perfeito e o ser humano é eternamente insatisfeito. Mas quem sabe um dia a gente aprende?

Escritor em treinamento disse...

É do nosso coração a capacidade de sonhar.. e do nosso bolso o poder para realizar esses sonhos todos. Talvez quem tenha dinheiro, mas muito dinheiro mesmo, é que corra o risco de ficar em coma: de tanto transpassar obstáculos, tudo lhe é indiferente, nada o toca... mas isso é provavelmente aquela invejinha e juízo moral de pobre querendo se alegrar, não que eu seja pobre, mas a pobreza de espírito é uma desgraça..

Mais do que a desigualdade econômica, só irrita essa desigualdade de lucidez, como são terríveis as pessoas de cabeça pequena q desacreditam no Dinheiro...

Poeta da Colina disse...

Alguém torcou o soro do viver, por sobreviver, e ninguém questinou. E nos bastamos muitas vezes a isso, a aguentar mais um dia.

Mauro Andriole disse...

...metáfora interessante a sua, de fato, daquilo que não depende exclusivamente da imaginação e dos sonhos, é pnecessário o dinheiro...e mesmo com ele, muitas vezes, sem imaginação também não se chega a lugar nenhum. A vida sem o dinheiro já existe, é aquela que passa despercebida, que se esconde atrás de coisas muito singelas, até estranhas, e por isso é pouco valorizada. Valor mesmo é o do dinheiro, valor universal convencionado por grupos que conseguiram acumulá-lo o suficiente para sustentar uma imposição sobre os que dependem de um pouco para viver. É triste mesmo ver essa desigualdade, tanta criatividade embotando por dever uma benção ao dinheiro para existir. Qunato à cosnciência, bem...acho que este setor vai para muito além do que o dinheiro pode alcançar...embora,eu o diga por ser artista, confesso.
Abraços!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...