ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

12 julho 2011

Péssimo investimento



É engraçado como as frases podem enganar. Ontem em um programa noturno apareceu uma repórter falando sobre o consumo de beleza no Brasil e ela disse o seguinte ''As mulheres estão ganhando mais e portanto consumindo mais, investindo nelas, este ano o gasto com cabelos e unhas aumentou''.

Lendo a frase assim até parece inocente, mas esconde como tudo, uma intenção nebulosa.
Uma mulher investir em si no meu conceito quer dizer pagar sua faculdade,  mestrado, dar entrada a um apartamento, mudar de emprego, fazer um curso fora, comprar um carro ou pensar no futuro. Agora, investir em cabelo e unhas, pra mim não é investimento.

É bom se sentir bonita e se cuidar, mas a linha é tênue. Em quem essas mulheres investem? Elas pagam muito para ficarem bonitas para elas ou apenas para continuar sendo um objeto de consumo masculino? O famoso o ''benhê'' adora?

Conheço mulheres que fazem depilação íntima apenas porque o ''benhê'' curte, fazem chapinha no cabelo porque o ''benhê'' prefere desse jeito. Mas e elas? Gostam do que? Querem o que?

Crescendo em um país machista temos a tendência, nós, mulheres, a acreditar que nosso corpo está as ordens do benhê, se não é do seu agrado não somos nada. Se o nosso homem não nos deseja loucamente não estamos felizes. Então saímos para trabalhar e gastamos o dinheiro nisso, em artifícios de boneca, tudo que nos reduza a um objeto.

Mas o tempo passa e homens ficam logo entediados, gostam de muitas bonecas e sempre procuram versões mais jovens. E o dinheiro jogado em cabelo e unhas, quem devolve? Se não tem volta não é investimento, é dinheiro jogado fora.

Sou a favor da autoestima, sei do poder de um cabelo bonito e um bom perfume, mas achar que isso é investimento é pensar que todas somos como prostitutas, sempre correndo atrás de um cliente que perceba o quanto investimos na matéria.

Investir em si é pensar em um futuro onde o benhê pode ser um companheiro, mas não o cimento de tudo que se constrói, pensar que só podemos ser amadas se estamos bonitas é pensar que não somos mais do que bonecas vivas.

Investir em si é olhar para dentro e ver as necessidades reais e os sonhos que podem ser concretizados. Não é gastar tudo em tratamentos de beleza, sonhando com uma eterna juventude a disposição e gosto do benhê. Investir em si é reconhecer que é um indivíduo que tem muito que aprender e fazer por si mesmo. 
Cabelo lindo e unhas brilhantes não garantem o futuro de ninguém, não garantem nem o benhê ao lado pelo resto da vida. E agradar aos outros, gastar nisso, é como queimar dinheiro e tempo, e nem sempre se acorda a tempo de perceber a burrada.


Iara De Dupont

2 comentários:

Aline disse...

Fico imaginando o quão "feliz" ficaria Betty Friedan em saber que fez tanto barulho pela igualdade feminina para que as mulheres do futuro pudessem investir em seus futuros gastando mais com cabelos e unhas... Viva a prostituição velada!

Mirian disse...

Olha nunca tinha visto por esse angulo, mais é verdade!
Não deixo de investir de verdade em mim, seja com um passeio, uma viagem, um tempo com quem gosto para poder fazer uma unha, ou então gastar um montão para ficar com o cabelo lisinho.
mais cada um é cada um né.
Bj...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...