ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

29 junho 2011

Escravas porque querem (para parecer esbelta)


Vendo animais em um programa de televisão percebi a importância de saber se esconder. Mas os animais fazem isso para fugir dos predadores, nós não. Os humanos fazem isso para manipular, conseguir as coisas, deixar os outros felizes pensando em tirar proveito.

Troquei de canal e vi um comercial de dez minutos, sim, naqueles canais que só passam isso, era um comercial de uma bermuda mágica. Mas ao ser colocada fazia tudo sumir, barriguinha, culote, gordura nas costas, até perder centímetros. Então a modelo colocava um vestido sem essa bermuda e depois com ela, para mostrar como a bermuda apertava tudo, ficava tudo durinho, como se fosse resultado de malhação.


Olho essas coisas e primeiro me pergunto como se vai ao banheiro fazer xixi com essa bermuda durante uma festa, porque ela parece grudada no corpo. Ah, então dizem que tem uma abertura estratégica, não tem problema.


Mas me pergunto, para que usar isso? Essa não usei, mas minha mãe na sua realidade magra me comprou uma coisa parecida a essa. É uma peça de roupa anti-feminista, a mulher se livrou daqueles corpetes que apertavam, esmagavam os órgãos internos, cortavam a respiração e agora aparece essa bermuda mágica que aperta do mesmo jeito.


A questão que me atormenta, sendo que tudo neste mundo me atormenta, é por que usar essa bermuda? Para dar aparência mais esbelta? Mas se o objetivo é esse por que não malhar? Ou melhor ainda, por que não aceitar o que é? Por que se esconder detrás de um pedaço de pano que aperta, que passa uma imagem que não corresponde a realidade? Por que as mulheres querem por sua santa vontade usar roupas que machucam, mas que passam a impressão de um mais corpo magro?


Por ter usado uma coisa parecida durante meio minuto sei que aperta, incomoda, dá coceira e tira um movimento natural do corpo, que  fica ali preso, mais esbelto, mas preso.


Que homens gostem de mulheres esbeltas ou não, problema deles. Mas ver lutas perdidas hoje é angustiante. Corpetes eram usados em épocas que mulheres não tinham voz. Hoje elas têm, trabalham e sustentam essa indústria, da bermuda milagrosa, que custa mais de 300 reais. Elas pagam para usar e parecerem mais magras, envergonham assim quem lutou para nos livrar dos corpetes. Foram décadas até que uma mulher pudesse usar uma calça sem ser linchada e pra que isso? Pra acabar usando ''bermudas mágicas'' que deixam o corpo com aparência mais magra? 

Do que serviu lutar tanto para poder usar a roupa que se quer? Luta perdida, hoje mulheres pagam para usar um símbolo de tanta repressão, que causa dor em troca da promessa de parecer mais magra. Tantas que morreram por nada, apenas porque lutaram pelo direito de usar uma calça ou de arrancar os corpetes.

Iara De Dupont

2 comentários:

Jacqueline disse...

GOsto muito da sua opinião, eu usaria essa bermuda porque , eu gosto de me sentir mais durinha, desde que não me apertasse e eu não me sentisse encomodada. Eu malho e cuido da minha saúde e aparência, não ligo para os outros ligo pra mim , o que vejo no espelho e quero melhorar ou deixar. Ah mas corpete sei lá acho que deve ser horrível mesmo, mas acredita que a moda já esta voltando , as fisioculturistas ( sim aquelas com corpo maravilhosos) voltaram a usar para deixar a cintura bem mais fininha, vê se pode!!

http://jacsimplesassim.blogspot.com/

Aline disse...

Foi muito bom ler sua postagem e perceber que não sou a única que não entende a necessidades destas maravilhas que nos fazem parecer o que não somos. Me angustia saber que de nada adiantou queimar sutiã e fazer barulho se a grande maioria de nós insiste em se esconder da vida, seja usando a bermuda mágica, seja se prostituindo na forma sagrada do casamento, e buscando nos outros a felicidade que deveria ser procurada dentro de si mesmo.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...