ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

04 maio 2011

Tem que sofrer pra fazer valer!


Exagerar não mata sempre, então muitos exageram. É comum ver seudo atores que nunca estudaram dizer que fizeram laboratório para desenvolver o personagem.Todos exageram, todos mentem. Pessoas na mídia que perderam dez quilos falam que perderam vinte. Todo mundo vai além. Desconfio que isso vem de alguma raiz católica, alguma coisa que nós diz que se não doeu, não foi sofrido, então não está valendo.

Entramos todos na apologia a dor. Tudo só pode ser conquistado com muito sofrimento, angústia e trabalho duro. Se escutamos alguém dizer que tudo veio fácil logo desconfiamos da pessoa, achando que com certeza ela tem dinheiro e por isso foi fácil.


Dizer que estava em casa e recebeu o roteiro e foi gravar tiraria a honra desses atores que não são atores. Então é melhor exagerar, aumentar, dizer que perdeu ou ganhou peso, sofreu demais para entender o personagem, e até, nossa! Até visitou uma cadeia! Coisa impensável para um global. Mas senão falasse isso ninguém ia respeitar, tinha que mentir mesmo.


Conheço um autor que está lançando um livro sobre uma grande personalidade. Sei, porque vi, que ele foi chamado pela família e ofereceram um cheque que até eu teria aceitado de joelhos. O cara tem talento e deve ser um bom livro, mas hoje em uma entrevista disse que fez o livro por ser amigo da pessoa, da família e que foi um projeto pessoal, um sonho realizado poder falar da pessoa que tanto gosta. Engraçado que na hora de receber o cheque ele não fez desconto, nem mencionou o grande amor que o unia a pessoa. Fez e fez muito bem feito pela grana.


Mas imagina só, nesta sociedade às vezes católica, quem quer alguma coisa sem sofrimento? Tenho amigas que me dizem ''Meu casamento é ótimo agora, mas no começo ralei demais com ele!''.


Ah, então merece o prêmio. Eu venho de uma família italiana, onde o sofrimento é uma maneira de viver. Todos vivem em uma ópera, tudo é dramático demais. Pois é, agora apresento algum problema. Cansei de sofrer, lutar e morrer sem ver resultados. Cansei de ver todos exagerando e jogando brilho nas suas conquistas. Cansei de ver todos se comportando como se estivessem em um palco, cansei das mentiras ditas e dos exageros estúpidos.


Vou procurar uma maneira diferente de viver, não quero mais esse círculo vicioso de sofrimento e conquista. Talvez eu morra sem conquistar nada, mas talvez possa morrer sem ter passado a vida sofrendo. Pode ser uma boa troca.


Iara De Dupont

3 comentários:

Carlos Kurare disse...

Iara,

Há muitos Dr. Smiths perdidos no espaço de nós mesmos! Como diria o Robot: Perigo! Perigo! Perigo!

Um abraço!

Carlos Kurare

Brinco de esconde-esconde com a morte, há cinco décadas! Mas, a cada dia, fica mais difícil achar um lugar para me esconder." Carlos Kurare

Bruna Novais disse...

O mais engraçado é perceber o quanto isso é automático, muitas vezes. Mas o importante é sempre questionar-se e poder abrir espaço para si mesmo, pra aquela forma de pensar bem no seu intimo :) bjos

Claudiaroma disse...

Oi Iara! acredito que a vida é 50 x 50...não tem jeito, não...é a lei da polaridade, do equilíbrio. E quem foge disso, se danaaaaaaa...bjs e até mais claudia

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...