ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

06 maio 2011

Tadinha da rainha!

Kate Midletton: rainha no supermercado

É engraçado ver como o tempo passa e algumas pessoas vivem nas suas bolhas. Gente como a rainha da Inglaterra, peça decorativa, mas ainda acha que tem bala na agulha. Tem dinheiro, mas não tem poder para proibir nada. Recentemente pediu aos fotógrafos que deixassem seu neto e a mulher dele em paz, depois do casamento. Todo mundo disse que sim. Não deu nem uma semana e já publicaram fotos dela saindo do supermercado. Agora os fotógrafos alegam que é uma foto histórica, quantas futuras rainhas vão ao supermercado?

Mas o que essa foto mostra são os limites humanos. Nos tempos passados, com ou sem rei, algumas pessoas respeitavam as regras. Hoje não dá mais tempo para fazer isso. A pessoa tem um objetivo e vão pra cima, sem se importar com quem está na frente. E fazer o quê? Eu respeitava, até que começaram a passar por cima de mim e percebi que o fato de eu respeitar alguma coisa não incluía o fato do outro me respeitar. Deixei de fazer alguma coisa por respeito, alguém foi lá e fez.

Ficou tudo tão virado, que a impressão é essa, se eu não faço, alguém faz. Se eu respeito, passam por cima de mim. Eu carregava uma ideia que quase me matou, achava que por ser uma pessoa incapaz de fazer mal a alguém fisicamente nunca encostariam em mim. Ah, santa ingenuidade! Mantive a política de boa vizinhança e nunca arranjei briga com vizinho. Eles reformaram o apartamento ao lado, quebrando o batente da minha porta, rachando, para passar os cabos da net. Nunca reclamei da vizinha maluca que grita o dia inteiro, mas ela reclamou do meu incenso, que eu coloco de vez em quando. Então a nova regra é essa, se você não passar por cima, não tem problema, fique à vontade, vão passar em cima de você.

Nem um pedido de uma rainha em um país que venera ela deu certo. O que você diz ou pede para as pessoas, se não interessar a elas, não vão fazer nada mesmo. Isso reforça o individualismo e tem seu lado bom. Posso me preocupar somente com minha vida e minhas coisas, não sou responsável pela harmonia da comunidade. Assim como ninguém liga para ninguém, ninguém liga para o planeta. Posso garantir para a rainha que ela não é a única com cara de palhaça. Bem vinda ao mundo mortal, onde todo mundo faz o que quer.

Iara De Dupont

Um comentário:

Poeta da Colina disse...

Aqui sempre foi terra de ninguém.

Mas devo dizer que respeito essa velhinha, mais de 80 e ela vai longe ainda.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...