ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 abril 2011

Tristeza pesa muito


Dizem que comida engorda. Mas o organismo me parece mais inteligente do que isso. Pizza não engorda, é massa com queijo. O aparelho digestivo sabe muito bem o que fazer com os dois ingredientes. Talvez comida enlatada, processada, com muitos conservantes e aromatizantes desequilibre o corpo, mas o resto não engorda.

O que engorda é tristeza, raiva, ódio. De alguma maneira misteriosa esses sentimentos se concretizam no corpo, se transformam em células adiposas. Isso não quer dizer que os magros não sejam tristes ou não tenham raiva de alguém, mas de repente alguma coisa na alma deles faz eles sentirem menos o golpe ou nem dão bola.

Eu sinto que incho quando estou com raiva, parece que meu peso dobra, se estou triste também, como se o corpo transformasse minha dor em gordura.

Ninguém é igual nos sentimentos, tem gente que sente demais, tem gente que sente de menos. Pessoas ficam magoadas com coisas diferentes e guardam coisas diferentes na memória.

Tristeza é uma coisa que acumula na alma, junta tanto, que senão for pro corpo, ela mata a pessoa, por isso se espalha como gordura. Raiva incha, é até uma reação fisicamente comprovada. O corpo se vê obrigado a tolerar o que a alma não consegue mais guardar.

Qual o limite da tristeza, do ódio? Que tanto se pode guardar? Muito pouco. Ele vaza no corpo. Quanto mais aumenta o número de obesos no mundo, mais aumenta o número de pessoas infelizes. Vivemos em uma época de insatisfação em tudo, nada é suficiente, nada parece seguro, nada satisfaz. Não tem como sair por aí dando pulos de alegria.

Já me falaram que chorar resolve um pouco, até emagrece. É uma maneira de concretizar a tristeza e colocar ela pra fora, antes de que vire mágoa e depois gordura. Gritar também faz bem. 

Mas abandonar aquele brigadeiro que não faz mal a ninguém, não resolve nada. O corpo fica triste quando não tem um docinho, e a alma já aos berros, já magoada não perdoa.

Uma vez li sobre uma experiência de pessoas que só de pensar em comidas calóricas engordavam, provando que quem manda o sinal é a mente, não o estômago. Quem manda no corpo é a alma. Quem malha sabe disso, quando você se sente bem, pode malhar o dobro, já quando se sente triste aquilo parece uma tortura. Um corpo cansado, mas em uma alma feliz aguenta tudo, já em uma alma triste resiste pouco.

A receita deve ser essa, menos tristeza e assim menos peso. A balança não registra o peso do corpo, registra o peso exato da alma. E tem dias, meses, anos que pesamos muito, é toda a dor que carregamos que aparece na balança.

Iara De Dupont

2 comentários:

®ick disse...

Puxa, coincidência ou não, minha depressão, que foi o grau máximo de tristeza, me deixou 30 kilos a mais... Melhorando, 18 já se foram, faltam 12 ...

Jacqueline disse...

Nossa que texto me deu até vontade de chorar. Eu emagreci 35kg , hj engordei 10 e me sinto muito ruim, sinto isso tudo não pelos 10kg mas pela minha alma, que sofre, e eu guardo mágoas demais de muita gente. Oro a Deus para que tire esse sentimento de mim mas não consigo esquecer, ele parece cravado!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...