ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

14 janeiro 2011

A sorte


Cresci com uma noção de bem e mal  bem antiga, nada que pelo visto possa ser usado nestes tempos modernos. Hoje não existe mais bem ou mal, existe uma variação constante de intenções e ações.

Talvez por isso até hoje os lideres religiosos pareçam um pouco mais histéricos do que no passado, todo mundo tentando puxar novos fieis no grito.

Ainda não consegui bem adaptar minha versão antiga, meio VHS. Me pego pensando sempre no que está certo e no que está errado.
E uma das coisas que mais me incomoda, mesmo, diria até que fere minha alma, é ver pessoas que eu conheço muito bem na vida, tanto emocional como economicamente. O problema é que por conhecer sei bem que não tem nenhum valor como seres humanos. Ultimamente fiquei sabendo de uma que conheço e não vejo porque Deus seria tão generoso com uma pessoa prepotente, que se diverte humilhando os outros e rindo dos fracassos alheios. Na época de escola ela não quis fazer faculdade pública, porque se achava fina demais para se misturar com um bando de pobres, segundo ela. Não fez a faculdade, mas mesmo assim ficou rica, mesmo sem ter nascido em berço de ouro. Tudo o que quis na vida, inclusive essa tal de felicidade, ela conseguiu. Bem amparada por uma mãe ambiciosa e fumante e um bando de irmãos sem caráter. Bom, sejamos justos, todo mundo nessa família se deu bem, mas eu vi eles passarem em cima de muita gente.

Me incomoda? Muito. Não gosto de ver o mal triunfando no meio da praça. Não acho que caráter seja ligado a dinheiro, mas no caso dela, ela teve muita, mas muita sorte mesmo. Por que a sorte acompanharia um ser humano tão baixo? Não sei, mas faz mal assistir.

Sei que minha visão é medieval, a sorte acompanha quem ela quiser, problema dela se segue gente sem escrúpulos.
Mas cada vez que vejo isso é como se o mundo ficasse pior, como se não existisse limite em nada, você pode ser um maldito, humilhar, passar por cima e mesmo assim ser feliz e a vida ainda te recompensa economicamente.

Adianta falar? Não. A vida é assim mesmo, sem bem, sem mal. Não existe mais esse julgamento de lados, de bem ou mal. Você faz o que quiser, a hora que quiser. Mas a sorte escolhe quem acompanhar, a sorte é democrática, não importa a tua qualidade como ser humano e ela só vai com quem ela quiser.

Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...