ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

16 janeiro 2011

Sorte a nossa

Tento me convencer inutilmente de algumas coisas .Uma delas é que posso acreditar no ser humano.As vezes até tento pensar em termos religiosos, para acentuar a crença de um futuro melhor .
Mas as coisas acontecem e me pego em pensamentos sombrios .Diante daquela terrível cena onde a mulher foi resgatada por uma corda no meio da tragédia ,ela soltou o cachorrinho, que assustado mordeu ela . Lamentei pela sorte dela ,mas me comovi profundamente pelo cachorrinho .Pensei que se fosse eu, teria dado um jeito de colocar em alguma mochila ,mas sei que em uma hora dessas não se pensa em nada .
Se fosse um filho ela teria largado ? Difícil julgar, no meio da tragédia é normal o ser humano ter o instinto de sobrevivência .
Hoje saiu uma foto de outro cachorrinho, que não sai do lado da dona, apesar dela estar enterrada .Me vem essa sensação que o mundo não merece o amor que esses animais dão ,porque o animal não abandona o dono nem na morte .
E uma égua pariu no meio da rua, usada como transporte, parou e pariu .Que ser humano, ou melhor, monstro, faz um animal trabalhar até na hora do parto ? Como posso recuperar minha já inexistente fé no ser humano se vejo isso ?
Vejo nos animais uma fé que eu desconheço, um amor incondicional ao humano que me horroriza . Os cachorrinhos podiam ter fugido antes da casa se encher de água, mas nunca abandonariam a dona a própria sorte .
Cada tragédia me mostra isso , quem confia em uma pessoa, vai pagar por isso .
E os animais não reagem .Sorte nossa .O único elemento que reage a nosso estupidez com a mesma fúria é a água .A água é como uma pessoa sem freios, sem vergonha de cobrar o que sente por direito que é dela .Lugares que invadem, lugares que desviam seu caminho, lugares que a afogam .
Ela não pensa duas vezes .Passa em cima mesmo, mostrando quem manda e o quanto somos frágeis diante da fúria dela .
Mas os animais ainda tem compaixão pelas pessoas .Agüentam seu calvário em silêncio, os abusos dos humanos, o abandono, a mão traiçoeira que larga pra morrer .
Sorte nossa que eles ainda tem essa misericórdia ,porque se tivessem a mesma fúria da água, estaríamos todos perdidos.

6 comentários:

Lenina disse...

a água é a vida e volta e meia vai reclamar por ela e limpar a sujeira, o rastro da hipocrisia humana...

a tendência é só piorar, infelizmente... temos que construir uma ilha mental e nos refugiar nela, para não nos perdermos também...ou a água leva...

Victor Biasone Fernandez disse...

texto muito bom , deixei de acreditar nas pessoas , porém , eu acredito no amor delas , acredito na amizade , após uns longos anos de observacao .
Parabéns , ótimo texto Iara

Zéia disse...

Tenho lido suas postagens e tenho preferido me calar. Acredito que vc não me aceitou como bem vinda. Não importa... Temos o livre arbítrio dos nossos relacionamentos. Mas hoje... Eu sendo tocada a dizer que tem uma passagem na Bíblia que diz que "maldito o homem que confiar no homem."Jeremias 17.5- E que o coração do homem é extremamente enganoso. Jr 17.9
Só podemos confiar inteiramente em Deus. Somente Nele encontramos abrigo desse mundo tão conturbado. Desumano. O amor do homem é finito sim. Com medidas e cobranças... E tudo o mais... Mas o amor Deus (agape) esse é infinito e eterno.
Somente em Jesus Cristo o homem pode ser tornar melhor, isso, se ainda permitir a atuação do Espírito Santo em sua vida. Beijos.

Arianne Carla disse...

Olá, encontrei o seu blog na comunidade dos blogueiros literários. E te digo uma coisa: Precisava ler algo assim hoje. Muito bom, Iara.
Seguindo.
http://ariannecarla.blogspot.com

Insana disse...

Eu acredito em mim:
No meu querer no meu fazer.
depois vejo se vou ou nao esperar pelo proximo.

bjs
Insana

♥ κєκєl ♥ disse...

Infelizmente o homem não tem respeitado nem a ele mesmo. Mata por tênis, sequestra e tortura e por aí vai. Porque ele respeitaria a natureza e os animais?

Muito bom o seu texto, pois é bastante reflexivo. Também assisti o resgate da senhora com seu cachorrinho e se você rever bem as cenas, ela bem que tentou. Estava desesperada, tudo caindo. A coitada nem sabia como colocar a corda em si. Julgar a queda do cãozinho de seus braços num momento daqueles, na minha opinião não é sábio. Agora, punir o tal senhor que deixou a égua parir em plena rua é o mais justo.

Beijos e obrigada por passar em meu blog.

Kekel

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...