ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

02 janeiro 2011

Sem pressa


Em um mundo onde as coisas voam a gente se acostumou a viver assim. O problema é que a mente se adapta de alguma maneira que manda uma mensagem ao coração, a alma, dizendo: também corra se não quiser perder o trem. Muito me admira as pessoas que conseguiram fazer isso, voar, correr nos próprios sentimentos. 

Infelizmente, vou culpar a genética, não consegui ser assim. Fazendo uma comparação com pessoas que conheço, sou uma tartaruga, demoro a conhecer, a pensar se gosto, a gostar, a deixar de gostar. Ainda posso falar de alguns ex-amores como se tivesse estado com eles ontem. Não tenho pressa, talvez por pessimismo, por pensar que todo mundo decepciona todo mundo no fim das contas, então como uma taça de vinho tento o máximo que posso segurar o momento bom.


Às vezes vejo da minha janela o que acontece, às vezes saio à rua para sentir o que acontece. E nesse momento rápido, percebo o quanto o outro não existe mais. Cada um carrega sua lista, conhece outra pessoa e já diz, olha, gosto disso e daquilo. Sem perder tempo em conhecer o outro, em saber com quem estamos lidando. Mas por que lidar com o outro? Praticamente estamos em um planeta onde as pessoas servem aos objetivos uns dos outros, onde todo mundo usa todo mundo, onde a rapidez em achar, gostar e largar é o que conta. 


Tem um lado bom nisso, não posso negar. Existe uma honestidade em dizer o que queremos, é melhor ser aberto e dizer logo o que procura. Mas isso às vezes nos faz perder o jogo. Atrás de uma frase rápida poderia estar alguém muito legal, mas na pressa não dá pra ver isso, tudo tem que ser correndo.


E além da pressa as pessoas partem do principio que todos somos animais no cio, que tudo o que se procura é sexo, sexo, e mais sexo. Então melhor não perder o tempo, melhor preparar bem a lista de fantasias a serem realizadas e perversões a se conhecer. Nunca me perguntaram se eu sabia uma boa piada, mas já me perguntaram a cor da minha calcinha, coisa que eu considerei piada. A pressa nos faz passar voando pela paisagem, sem reparar no que está lá fora. 


Se pensa que intimidade é sexo, mas intimidade é mais do que isso. Quem riu com alguém que gostava sabe como isso é bom. Contar piadas que só a pessoa que está com você pode entender é quase terapêutico. Mas isso exige tempo, exige conhecimento, exige vontade de saber quem está ali do teu lado, é exigência demais em um mundo com pressa.


Iara De Dupont

10 comentários:

Apaixonado Pelas Letras disse...

perfeito paralelo , ótimo texto , (:

Dani Sgorlon disse...

Adorei seu espaço... E me identifiquei demais com suas ideias e pensamentos...A pressa realmente nos impede de perceber e de viver muito do mundo e da felicidade à nossa volta...
Como admirar um por do Sol com pressa???
Ou se encantar com o sorrir de uma criança e com o abrir de uma linda flor... se a pressa nos assola a mente e a alma???
Vivamos pois, o mais lentamente possível, para admirar a beleza e a felicidade de simplesmente viver!!
Beijos
Danielle Sgorlon
http://www.danisgorlon.com

Inaí Souza disse...

Adorei a descrição e amei o post. É bem isso mesmo, as pessoas têm tanta pressa pra "viver" que perdem os detalhes que possivelmente fariam uma enorme diferença.
Sem dúvida alguma, estou te seguindo!
Abraço!

Lua Nova disse...

Que maravilha de texto... e como vc transmitiu perfeitamente a idéia.

"Contar piadas que só a pessoa que está com você pode entender é quase terapêutico. Mas isso exige tempo, exige conhecimento, exige vontade de saber quem está ali do teu lado, é exigência demais em um mundo com pressa."

Hoje já é o 3º dia do ano, mas para mim não faz ainda 3 dias que eu estava em 2010... não entendo isso muito bem. Acho que algo mudou... começo a acreditar que é verdade as coisas que falam, que o eixo da terra está a verticalizar-se e isso esta mudando nossa percepção do tempo... ou será o que?
Ai,ai, talvez nem importe. Talvez importe verdadeiramente viver cada momento intensamente, conscientemente e pronto, o tempo volta a ser como era.
Acho que divaguei demais... rs
Que 2011 seja maravilhoso e feliz.
Beijokas e saudades de vc.

A Bipolar disse...

Oi Iara! Então, eu pedi as coisas no http://br.strawberrynet.com
Lá eles até te reembolsam se vc for taxada na alfândega!
O site é feio, mas só tem produto bom... rs...
beijooo e feliz 2011!!!

Graça Pires disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Virei mais vezes aqui.
Beijos

Diário de um Bipolar disse...

Me add no msn...vc é incrivelmente parecida comigo. Tenho os mesmos transtornos.
diariodeumbipolar@hotmail.com

Flores de Neon disse...

Esse seu texto me fez refletir um pouco como eu ando vivendo. Tenho pressa de tudo, quero agarrar o mundo com as mãos aqui e agora.. talvez isso seja um defeito, talvez uma qualidade, talvez seja a minha essência =/ ainda tenho q descobrir. Pq como dizia Clarice Lispector "Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro."
ótimo texto me rendeu uma reflexão fervorosa.
beijos

Patricia Digue disse...

Legal a ideia do seu blog. O meu irmão desenvolveu síndrome do pânico recentemente e sofre muito. A gente que está do lado não sabe o que fazer.
Também tenho dificuldade pra lidar com tanta informação e pressa. Introduzi alguns minutos de reza, reflexao e meditação antes de dormir e tem me feito bem.
Obrigada pela visita no 3x30.

Bjs da Solteira

Verônica Maria disse...

Sim! A pressa tem consumido grade parte de tudo. Ninguém tem mais tempo para viver.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...