ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

08 dezembro 2010

Inteligência de nudibrânquio


Em um mundo de teorias escuto todas. Uma delas me garantiu que nessa vida só temos duas opções. O dia ou noite, frio ou quente, luz ou escuridão e por aí vai. Como sou assim, de apenas dois lados, gostei disso. Gosto daquela de ódio ou amor, mas ultimamente navego no gostar. Emoções fortes como ódio ou amor exigem muita energia, nem sempre tenho, então navego no morno.

Assisto muita televisão e adoro aqueles programas sobre animais. E parece bem claro isso para todos, é matar ou morrer. É cruzar o céu ou ser devorado, cruzar o mar ou morrer. Não existem muitas opções para eles, então talvez a gente também não tenha tantas opções assim. E hoje vi um que adorei, lesma-do-mar. Lindo como todos os animais que existem no mar. Quem descobriu deve ter achado também lindo porque colocou um nome pomposo: nudibrânquios. 

São conhecidos por serem os animais mais coloridos do mar. Eles tem duas opções na vida. Podem ter uma cor que serve de aviso aos outros, o predadores, com essa cor mais forte avisam que são tóxicos e quem chegar perto já sabe. E tem a possibilidade de imitar as cores do meio onde vivem, se camuflando perfeitamente e passando desapercebidos.

Adorei a história, quase posso falar que devo ter sido esse animal na última reencarnação. Olha só a sabedoria de um ser que as pessoas chamam de ''lesma''. Pra mim é como se ele fosse um monge tibetano, que entendeu o segredo da vida. Às vezes é bom, vital, avisar os outros que você não é tão bobo assim, que pode ser perigoso, tóxico pra quem chegar perto. Mas às vezes é melhor mesmo se camuflar e fazer parte da paisagem. Nunca vi tanta inteligência. Eu mesma não sou assim. Tento aprender nesse mundo a ser assim, a me camuflar e de vez em quando avisar que também tenho veneno e dos bons. Isso confirma minha teoria que o ser humano não é a vida inteligente deste planeta. Também confirma a teoria dos dois lados. Ou você avisa quem é e briga ou passa desapercebido. Até no fundo do mar você precisa de dois lados para sobreviver.



Iara De Dupont

5 comentários:

Carlos Kurare disse...

Iara,

Gostei muito de como contou essa história, já conhecia a lesma do mar. Interessante que eu também me identifico com ela. Optei por inocular o meu veneno através de minhas palavras em meu próprio nome: Carlos Kurare.

A opção da invisibilidade descartei rapidinho, sabe... eu tinha dificuldades de me achar!
?:0)

Carlos Kurare

De acordo com disse...

É Iara, tb vivo dividida, bipartidamente... Gosto do jeito dos nudibrânquios, misturados à paisagem, e do jeito de se impor, com veneno. Essa vida véia é assim: quem vive precisa ser fera em algum momento. Augusto dos Anjos (..."Mora, entre feras, sente inevitável necessidade de também ser fera...") tinha razão, no nosso caso. Bj!

Nira disse...

Ainda estou "digerindo" seu post.

S. disse...

amei isso. E sobrevivamos baby! amém!
beijinhos

Poisdron disse...

Eu gosto muito do modo como você fala das coisas que viu. E meu modo de pensar é parecido, usar estas coisas externas na vida interna, afinal há comparações para cada partícula.

Os animais e plantas são sábios, assim como nossos corpos que funcionam sem pedirmos, e sem sabermos como, esta é uma grande obra de Deus, algo inexplicável, mas compreensível, se me entende.

Abraços!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...