ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

20 setembro 2010

Tô sumida!





Em algum momento ou vários da minha vida fiquei esperando um telefonema. Desse abismo eu pulava para outro, o famoso por que ele sumiu? Essa parte da psique masculina nunca decifrei. Não entendia porque não dizer  nada, não explicar nada e apagar tudo com um sumiço. Os dias passavam e a mensagem era finalmente compreendida. Acabou. Assim, simples, acabou. Mas acredito que em algum momento da evolução os homens e as mulheres vão ficando cada vez mais iguais. No começo são as diferenças que marcam a presença, mas com o tempo os assuntos e medos podem ser os mesmos, o medo do envelhecimento, da solidão, as  perguntas existenciais, tudo fica parecido e então somos todos iguais. 

No meio desse processo, antes de chegar lá  vamos nos igualando. Hoje pensei nisso. Me perguntaram da onde tirei essa mania de sumir. Não sei. Não tive tantos homens assim na família para aprender, mas aprendi, eu sumo do nada. Mas não sumo de ninguém, nem de uma situação, eu sumo de mim mesma. Como se em algum momento eu não me reconhecesse mais e resolvesse sumir pra me procurar. 

Eu sumo mesmo. Não ligo, não respondo, não atendo, não mando mensagem. Às vezes acho que sumir tem  a ver com processos que terminaram. Alguma coisa morreu no caminho e sumir é um luto silencioso. Pratico pouco a hipocrisia, e difícil pra mim cumprimentar quando não quero, falar quando não quero. Por isso gosto de cidades caóticas como São Paulo, onde me camuflar fica fácil. Virou uma prática comum pra mim. Hoje sumir é mais fácil que falar. Sumir é mais fácil do que pensar. Tem aquela lógica da adolescência e do telefone que não tocava. Sumir é sinônimo de que acabou. Acabou alguma coisa, ponto. É só isso.

Iara De Dupont

3 comentários:

Poeta da Colina disse...

Quando se desiste de algo, ele resolve de procurar.

Acredito que ninguém some sozinho, alguém sempre ajuda para que isso acontecer...os mesmos que perguntam por que?

Flavia Melissa disse...

Poucas vezes li uma definição tão exata da palavra sumir. Algo que estava lá simplesmente não está mais, desapaeceu, escafedeu-se. E não há "Ó Arlindo Orlando, volte para o seio de sua amada..." que traga o que sumiu de volta.

É assim, sempre foi e sempre vai ser: quando some, recado tá dado. Quando se é mais novo pode-se cogitar que a pessoa sumida sofreu um acidente grave, que ficou paralisado do pescoço para baixo, unica justificativa de porque não consegue usar os dedinhos para mandar uma mensagem... Mas péra aí, mesmo que isso tenha rolado, se quisesse mesmo, a pessoa usava o nariz para digitar o numero no teclado.

Então, se sumiu, sumiu. Não acho que exista forma fácil de sumir, mesmo quando se está lá, ao lado, você pode sumir nos sentimentos, e aí vira uma carcaça qualquer num relacionamento: pesada, fedida, o uó!

Acho que o problema não é o sumiço: são as expectativas, sempre elas. A pessoa deveria ser capaz de entender racionalmente que não, não está mais rolando, a vida e assim e não é a intenção de ninguém magoar os outros. Mas às vezes, se sofre.

Sofre quem fica, e sofre quem some.

Beijos

Ramona Reichert disse...

"As vezes acho que sumir tem a ver com processos que terminaram . Alguma coisa morreu no caminho e sumir é um luto silencioso"

Adorei...
Pensando assim, como eu sumo!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...