ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

16 agosto 2010

A tampa da minha panela




Hoje ou ontem, não sei bem, foi o dia do solteiro. Em algum portal vinham 50 coisas que você pode e deve fazer sendo solteiro, em outro portal as 20 vantagens de ser solteiro. 

Uma pesquisa diz que o ser humano perde mais tempo pensando na alma gêmea do que dormindo. Como sempre alguém vendeu essa ideia e ela foi loucamente comprada. Precisamos de alguém para ser feliz, precisamos achar a alma gêmea, a tampa da panela, o chinelinho. Ser solteiro neste mundo não é uma  coisa boa, a procura desse alguém consome, mas mesmo assim dizem que tem que ser feita. 

Eu não tenho nada contra essa ideia, até acredito que achar uma alma compatível neste planeta deve ser mesmo um presente. Mas eu digo compatível, não a tampa da panela, a meia laranja. Porque muito do que tentei ser, muito do que sofri ou não, exigiu de mim um todo, exigiu de mim estar inteira. Nunca tive um ataque de pânico pela metade. Nunca chorei um amor pela metade. Então se chegasse agora a tampa da minha panela, eu ia ter problemas de espaço. Porque minha panela já tem tampa. Não sou a metade de ninguém, nem a alma gêmea. Não sou aquele elo perdido, aquele ser que algum Deus dividiu no meio. Sou inteira e aprendo a caminhar assim, não teria como lidar com outra metade, e ainda por cima uma metade perdida. Mas tudo isso de alma gêmea e tal, tem bem a cara do planeta. Inteiros ninguém quer. É melhor só uma parte. Uma tampa, assim, de pouquinho. Se uma tampa já faz muita gente correr, o que seria de um amor pleno e inteiro. Eu não gostaria de achar a tampa da panela. Gostaria de uma panela inteira, com sua história, seus tempos, seus segredos e seu tempero. 

Iara De Dupont

6 comentários:

Débora Wachholz disse...

Oi Iara,
Agradeço a sua visita ao meu blog.
Amei o post e concordo que muitas pessoas só querem "a metade". Parabéns pelo seu blog. Adorei!
Beijos e boa semana,
Débora

§Min§ disse...

E quando a gente acha uma panela inteira e, quando abre a tampa, não gosta do que vê lá dentro? É, o amor tem dessas coisas...
Tudo de bom esse post, sua panela despeja reflexão no meu dia...
Um abraço!

Carol- Alfinetes disse...

Seu texto é sempre mto bom...
Se você puder ajuda a gente a divulgar...
Tem Promoção no Alfinetes: Sorteio de Particulaire e Viva Glam Lady Gaga http://migre.me/1589E
Bjos e super Obrigada...

Poeta da Colina disse...

Por que meia laranja e não um pomar? Por que não um conjunto de panelas?

Depois as pessoas não sabem por que se decepcionam, normalmente procuram baseadas nos conceitos errados. O mais difícil é que tudo isto nos precede, uma cultura massificada em nossas cabeças desde pequenos.

Bom saber que existem mais vozes a questionar tudo isso. Procuremos então da leitera a panela de pressão!

Abs.

Ana Lúcia disse...

Oi, pasando para retribuir a visita e dizer q já estou te seguindo.Gostei do seu cantinho e vou te add no facebook tb.Bjão

Aline disse...

Iara,
Incrível como você se supera a cada postagem, e com um texto objetivo sem ser patético.
Também não gosto desta história de tampa de panela. Deve ser porque eu nasci frigideira: ou não tem tampa, ou fica usando as tampas das outras panelas. Nâo acredito que nossa metade está em outra pessoa, e que é perda de tempo ficar procurando nos outros coisas que devemos encontrar em nós mesmos.
Parabéns por mais este texto brilhante.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...