ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

24 julho 2010

Chocolate, sabor chocolate






Várias pessoas dizem que a ignorância é a melhor coisa, quanto menos sabemos, menos sofremos. Tenho que concordar em alguma coisa. Mesmo porque isso só aumenta o stress
Minha avó não sabia dos problemas do mundo, eu sei. Sei porque leio a internet. O que é uma besteira, também sei disso. Ler tanto o que acontece no mundo só nos intoxica e paralisa. Saber todas as desgraças não me dá mãos para resolver todas elas. Tanta informação faz mal. E já vivemos tão intoxicados de comida, pensamentos, água, tudo o que consumimos é uma mistura de aromatizantes com sabores sintéticos. 

Os amores são superficiais e rápidos, como se tivessem medo de se congelar no espaço. As amizades são curtas e baseadas em códigos de identificação. As pessoas que são amigas se vestem quase igual, como se fizessem parte de uma seita. É como se todos nós tivéssemos trocado a profundidade do mar e sua escuridão pela superficialidade. A superfície cobre tudo, muda em muitos lugares e está em todos os cantos, assim somos nós conectados ao mundo virtual, estamos sempre online. A profundidade é fria, escura e tem um universo ali de criaturas desconhecidas. A superfície é mais quente.  É melhor ignorar e ser feliz ou ser infeliz e estar intoxicado?

Não sei. Mas eu nunca sei nada mesmo. Outro dia peguei um chocolate e dizia na embalagem ''Sabor chocolate'' (aromatizado artificialmente). Como assim ''sabor chocolate'' ? Não tem mais chocolate no chocolate, só tem um sabor artificial. Tento respirar fundo, não quero pensar que esse seja o nosso futuro. E estamos tão intoxicados que não percebemos. Um dia posso ler meu blog e no meu perfil pode estar lá  "Iara, sabor Iara, aromatizado artificialmente".

Iara De Dupont

12 comentários:

jack disse...

Aceitei o convite e vim conhecer tua casa :) como tu disse em alguma postagem anterior, dá um certo conforto encontrar pessoas que se sentem no mesmo caminho que nós, querendo profundidade em águas rasas em demasia, isso é muito sufocante. fiz o blog pelas mesmas razões: sentir-me vivo, pois o que nos rodeia destoa demais do que penso ser vida real, de pessoas reais, etc. esse "destempero emocional" que tanto se critica, bom...não me vejo como um bloco monolítico,suscetível a intempéries e firme ali...inabalável. sentimos, simplesmente...a diferença consiste em "acusar o golpe", algo inadmissível para seres que vivem com medo dos outros, como se todos fossem inimigos ou concorrentes a uma vaga de emprego. enfim...tudo parte da nossa lógica moderna..
tu escreve muito bem, além do ótimo conteúdo. teu blog entrou na lista das visitas diárias.
grande beijo e apareça sempre!

Monica Oliveira disse...

Retruindo a visita, deixo registrado o meu apreço.
Parabéns pelo espaço, invadi sua casa.
Beijos e luz!

Teco disse...

Hoje em dia o mais dificil mesmo é encontrar pessoas que queiram algo fundo; pois a superficialidade já lhe faz tão presente, tão parte da vida, que elas parecem esquecer de outros modos de se viver!
É definitivamente triste o frio que tudo esse nada traz!

Brubs disse...

Eu sou meio assim a primeira coisa que vejo na casa de alguem são os livros, a estante... se conhece muto de alguem ao conhecer o que a pessoa lê, aqui, ja li o que escreve, e de fato me agradou.

Aprofundando em seu blgo, ou casa como é sem duvida uma forma bem agradavel de ver, vi que é bem denso, da forma certa a meu ver, de cara digo. ja entrou nos favoritos e guardo ele de verdade no baú, não la no fundo, mas na parte supeiro, lerei com certeza.
abraços.

Otávio Vieira disse...

quando se fala em ignorancia lembro logo do grande sócrates, o que era o mais sábio de todos porque sabia que nada sabia... hehe gosto do teu blog, hum e obrigado por visitar o meu ;)

Vanessinha Uchôa disse...

Achei o seu uma graça tbm, tô seguindo. Beijos.

Douglas Miguel disse...

Oi, obrigado pela visita. Adorei a casa, vou frequentar sempre, bjo.

Carol Bertholini disse...

Olá, querida! Posso te chamar de querida? Pois, pra mim, uma pessoa que explora seus sentimentos de forma a esclarecer a quem quer que seja o visitante, a real essência e grande valor do ser da maneira que vc coloca(sem meias palavras) merece ser querida! Independente de contato ou proximidade física. Aos poucos, por aqui, também podemos conhecer e nos tornar amigos de grandes almas.... que infelizmente se perdem na imensidão do mundo... Obrigada pela visita em meu blog... e adorei conhecer sua casa... visitarei sempre!
Grande beijo!

Guilherme Canedo disse...

Hey Iara, quanto tempo não venho alimentar-me com suas palavras. Amo seu blog, porém por forças maiores e por motivos de eu ser estabanado não tenho conseguido ler na internet com tanta frequência... Rs.

Comentando seu texto, outro dia mesmo estava conversando sobre isso. O que está acontecendo com as coisas desse mundo? Suco de uva, que propriamente não é uva, é um pó que fede. E as crinaças de hoje que não saem do computador, que não sabem andar de bicicleta. Onde está o contato com a pele? O que fizemos como o ar fora das nossas casas?

Tem vezes que acho que pertenço a outra época, a época onde ser simples e procurar a liberdade do mundo era o sonho, a idealização.Onde a palavra artificial passava longe do Aurélio...!

belo texto!


Beijos Guilherme

Chico disse...

Toc, toc, toc... Ja to entrando.


heheh


Que coisa, hein?! Chocolate com sabor chocolate! É, mundo ta diferente. Mas não desanimemos, acreditemos que vai melhorar, mesmo que seja utopia.

Enquando isso, vamos espalhando alegria, amor, sinceridade, esperança. Se cada um fizer uma coisa dessas, ja podemos fica de boa um pouco.


Seguindo você.

Mayara Loreto disse...

Obrigada por me convidar a sua casa!
Adorei ler seus textos enquanto tomava um café.
À proposito, nunca sabemos de nada. Estamos nessa vida para aprender mesmo.

Colocarei seu link nos meus e sempre que tiver tempo, visitarei seu blog.
Abraço.

Textos da Cri disse...

O mundo está mais imprevisível do que nunca, e as pessoas mais superficiais que qualquer coisa tão supérfula....as vezes dá medo do futuro, medo que ele seja cada vez mais deteriorado.....

Queria que muitas coisas fossem diferentes e seguissem novos rumos.....o mundo está violado!

adorei seu texto, escreve lindamente!!!

beijosss

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...