ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

16 junho 2010

Hibernar






Nem sempre podemos dizer que foi uma questão de sorte nascer um ser  humano e não um animal. Bom, se a gente pensar no animal que sofre nas mãos humanas, temos sorte. Mas se a gente pensar em outros animais, temos muita pouca sorte. Vários animais hibernam. Seja pelo duro inverno, pela alimentação escassa, por uma mudança de estação, o que for, mas eles hibernam.

Diante de alguns problemas que eu não posso resolver e acho que talvez a vida possa, eu adoraria hibernar. Não posso  fazer nada, então do que adianta estar acordada vendo as coisas acontecerem?

Se alguma coisa mudar, não fui eu, foi o tempo, foi o Universo, o destino,  não sei, mas não fui eu. Então gostaria de fazer isso. Gostaria de dormir em março e acordar em setembro. Não entendo porque os animais podem e a gente  não. Não tem alimento, o inverno   é duro demais? Tá certo em hibernar. Vai fazer o que? Dar uma de gente e sair, louco, fora de si, querendo mudar estações, procurando comida, se desgastando à toa, e com certeza morrendo no caminho ? Ao contrário do que é dito, não podemos mudar tudo. E quando não podemos nos consumimos em raiva. E nem adianta tentar.

Poucas coisas estão nas nossas mãos. Por mais que se diga que criamos a nossa realidade, bom, ela é afetada pela realidade alheia, então estamos todos ligados. Eu não tenho capacidade de desencanar fácil. Não sou daquelas que diante de um problema, eu penso, ah, tudo bem, o mundo resolve para mim, já que eu não posso resolver. Eu não sou assim. Eu sofro, eu não durmo, eu fico mal. E nem assim o problema se resolve. Um dia só para não sair da cama não me basta. Preciso de meses para que as coisas voltem ao seu lugar.

Iara De Dupont

8 comentários:

Melissa Setubal disse...

Oi Iara. Eu acabei de fazer um ano em hibernação. Eu sofri de sindrome do pânico, depressão e distúrbio de ansiedade, e em 2008 tudo isso me fez parar a força. Quando já em recuperação e de volta ao trabalho, percebi que várias coisas em minha vida contribuíram para essas doenças se manifestarem. Daí decidi parar o mundo para eu descer :). Larguei tudo da minha vida pra trás e fui somente cuidar de mim por um ano, que chamo de ano sabático. Acho que esse é o nome de hibernação para os humanos. Agora sei o quanto é importante a gente respeitar esses ciclos. Meu desafio agora é balancear minha vida para que possa aproveitar os verões da minha vida produzindo, e os invernos recuperando as energias...

Insana disse...

Hidernar não é nada bom.. quando a coisa fica critica o bom é outros rumos.

bij
Insana

Escritor em treinamento disse...

Acabei de acordar...

Hoje dormi durante dezesseis horas. Meu normal já estava ficando alto, entre dez e onze, mas nesse dia mais tranquilo, sem ninguém em casa e sem aula na faculdade, me demorei ainda mais. Não digo que já isso seria hibernar, mas chega perto. Em um mundo apressado como o nosso, quantas coisas aconteceream, ou até, se resolveram enquanto eu estava dormindo?

Aproveitando-me da coincidência de temas que nossas reflexões atingiram nesse dia, o que eu poderia dizer sobre hibernar?

De "benefício", posso dizer que hibernar te ajuda a trabalhar a indiferença. Você ainda se preocupa com seus problemas, mas fica totalmente fora de sintonia com eles. Ajuda, mas só se vc já os tiver dado por insolúveis antes do exercício, pois depois de acordar não terá tato para lidar com mais nada.

E de malefício, bom... o mais óbvio seria chamar de indício de depressão e ir atrás de psiquiatra para tomar pílulas felizes. Ou seja, hibernar vai te deixar meio hipocondríaco - afinal, ninguém dorme assim, algo deve estar errado contigo.

E é isso. Acho que vou comer alguma coisa. Até a próxima!

Rosana disse...

Olá, vim retribuir a sua visita e aceitar o seu convite, obrigada pelo carinho, e lendo seu post, acredite, concordo com quase tudo, principalmente por não deixar o mundo resolver seus problemas, também não deixo nem que o mundo nem que terceiros resolvam os meus.... mas ainda assim dou risada sim, não perco o rumo, choro quando preciso, ja fiz besteiras por sofrer, mas principalmente, cheguei a conclusão que a vida é um lindo presente de Deus, querida, volte quando puder e quiser, eu voltarei se me permitir, beijos em seu coração! Fique bem e hiberne a sua maneira, ao seu tempo, como puder....


Rosana Morena!

Vanessinha Uchôa disse...

Oii obg !
Adorei o seu tbm, tô seguindo !
Beijinhos.

N.V disse...

A gente talvez não mas as pessoas egoistas, autruistas e narcezistas (como os politicos do brasil ¬¬) podiam hibernar pra sempre.
Obrigada pela visata...volte sempre tá.
que vou fazer o mesmo

Inercya disse...

Eu ja fiquei me imaginando como urso e hibernando. Mas sei la, acho que nao gostaria de hiberar. É quase entrar em coma. :x
Ah, li seu texto sobre o Dia D. Gostei muito também.
;*

margarida_daniel disse...

Gostei de te visitar.

Bela ideia, essa de hibernar. Como é que nunca me tinha ocorrido? Tanta vez que achei que não podia resolver os problemas.
A vida das pessoas é mesmo dura. E temos que continuar ali, a aguentar, a servir os outros em vez de servir-nos a nós. E não há um meio de virar costas e ir para onde nos tratem melhor. Quantas vezes desejámos fugir?

Beijinhos

Margarida Daniel

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...