ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

30 abril 2010

Velhice precoce






Alguém me disse uma vez que eu era uma alma velha. Isso explicaria um certo cansaço que tenho quando olho as coisas que acontecem ao meu redor. 

Mas não explica mais nada. Porque se eu fosse uma alma velha, até acho que sou, deveria ter um sentimento maior pela humanidade, uma compaixão, uma tolerância. O meu olhar deveria ser como de quem vê crianças brincando, brigando, caindo e levantando. Mas não tenho esse olhar com o mundo. Pelo contrário, olhar me enche de tédio e angústia. Sempre tem alguém que diz – Mas você ainda tem tanta coisa para viver !

E respiro fundo. Não sou mal agradecida, a vida sempre se agradece, mas vou fazer o que se morro de tédio a maior parte do tempo? Até tento e se existe Deus, ele sabe como eu tento. Me concentro em coisas que gosto. Tento sempre entender o mecanismo do mundo, que faz essa vida para muitos tão excitante. Já me falaram que se eu fosse milionária eu não teria tanto tédio. Na verdade se fosse milionária estaria mais distante do que estou, porque colocaria toda a minha grana para trabalhar pelo resgate animal. Estaria mais longe ainda das pessoas, quase que vivendo só com os animais. E eles às vezes me indicam o caminho. Quando o tédio me come viva, acontece uma coisa, como essa de vazamento de petróleo. 


Penso nos milhões de animais sofrendo, agonizando, de novo pela ambição humana. E o tédio vai embora e sou invadida pela angústia, pela visão do mundo caindo na frente de todos nós. E talvez o tédio indique que minha alma é velha mesmo, mas é a angústia que me diz que minha alma ainda está viva.


Iara De Dupont

6 comentários:

Larissa Souza disse...

Gostei muito do seu blog e da forma como o texto é conduzido. Parabéns!
Ah! Seu blog já faz parte do meu "Por onde ando"

Inês disse...

Oi moça!
Belo post!
Absorva comentários e coisas luminosas e pronto!
Um beijo grande!
Inês (também vegeta e contra crueldade com coelhinhos, ratinhos, sapos e qualquer outro ser.)

Crislaine disse...

Olá flor, já estou te seguindo, vou ler sim seu blog, com calma pra compreender, é interessante conhecer esses assuntos para ajudar as pessoas, grande abraço!

Superman disse...

Olá Iara D, esse deve ser seu nome suponho.

Primeiro, quero agradecer-te pelo comentário no meu blog, fico grato e segundo, eu dei uma olhada no seu e estou gostando da maneira que digitas nele, tambem o estou seguindo,ele está na minha lista de blogs.

Beijos, agente se esbarra.

Ale Moon ~ disse...

Olá... vim agradecer a sua visita ao blog Fala da Lua e parabenizá-la pelo seu blog. Tenho pessoas muito próximas que convivem com o controle de sindrome do panico, que exige cuidado específico. Este post é bem profundo, talvez no fundo a angústia seja da compaixão pelos animais que sofrem. Penso que a compaixão deveria estar mais presente no mundo e é uma virtude que deveria ser mais vivida pelas pessoas pois desse jeito haveria mais apoio para todos. Bom post! Abraços.

Pink disse...

Oi Iara, não resisti e resolvi ler os seus primeiros ports. Sua forma de escrever é irresistivel, adorei!!
Mais uma coisa, minha mão disse que eu sempre tive uma alma velha. Porque era ranzinza, braba, rabujenta desde pequena. E sensível também... toda vez que via na televisão árvores caindo por desmatamento eu caia aos prantos! Detalhe, eu era bebê. Mas há coisas que realmente me intrigam: tenho um medo da tecnologia que me assusta! Levei um tempo para comprar um celular, computador e ainda tenho medo do microondas de casa. Gosto de um lugar tranquilo, e se pudesse teria um cavalo para me deslocar... isto porque quando faço uma viagem a alta velocidade parece que minha alma ficou no lugar de origem. Dai quando chego no destino preciso ficar horas quietinha em um canto, esperando a alma chegar... É muita viagem, mas é o que acontece comigo. Quem tem esta Sindrome é extremamente sensível, quer salvar o mundo, quer igualdade a todos, quer literalmente segurar o mundo nas costa... E quem disse que ele quer ser carregado! Sei que a injustiça que fazem com os outros é um absurdo, mas já percebeu o absurdo que estamos fazendo com agente mesma Estou fazendo um esforço sobrehumano para larguar o meu posto de "mãe" do mundo, porque acreditava eu isto era a própria esssência de humanidade. Mas como posso ajudar alguém se nem eu mesma sei quem sou... Sei lá, pelo menos expus este que está sendo o meu caminho para me libertar disto tudo, porque quem mais sobre nesta Sindrome é eu mesma.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...